Questão social e questão racial na formação em serviço social: debate necessário

Autores

  • DANIELA FERRUGEM UFRGS
  • Loiva Mara de oliveira Machado universidade federal do rio grande do sul

DOI:

https://doi.org/10.26512/sersocial.v24i51.38842

Palavras-chave:

Racismo estrutural, Questão social, Formação e trabalho profissional, Serviço Social.

Resumo

Pretende-se com o artigo contribuir para o debate sobre a questão social e racial na realidade brasileira e sobre a sua abordagem na formação profissional em Serviço Social, considerando o projeto de formação inscrito nas Diretrizes Curriculares desta formação no Brasil. É fundamental reconhecer o debate sobre a questão social e a questão racial como parte do compromisso com um perfil profissional crítico, investigativo e criativo. Partimos da reflexão sobre racismo estrutural e questão social. Na sequência, apresentamos produções na área que abordam a temática étnico-racial na última década. Ao final, apresentamos argumentos para a incorporação da questão social e racial na formação em Serviço Social. Tecemos algumas indagações com vistas a apresentar desafios e potencialidades quanto à apreensão da questão racial como constitutiva da questão social e não como uma de suas expressões ou particularidades na realidade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Loiva Mara de oliveira Machado, universidade federal do rio grande do sul

Possui graduação em Ciências Contábeis e em Serviço Social. Especialização em Movimentos sociais, Organizações Populares e Democracia Participativa pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestrado e Doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Lider do grupo de pesquisa AYA.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL - ABEPSS. Diretrizes Gerais para o Curso de Serviço Social (com base no Currículo Mínimo aprovado em Assembleia Geral Extraordinária de 8 de novembro de 1996). Rio de Janeiro, novembro de 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL -ABEPSS. Relatório e planejamento grupo temático de pesquisa Serviço Social, relações de exploração/opressão de gênero, Raça/etnia, geração, sexualidades. Brasília, 2015.

ABEPSS. Diretrizes Curriculares (1996). Disponível em: http://www.abepss.org.br/diretrizes-curriculares-da-abepss-10. Acesso em: 07 de jul. 2021.

______. Subsídios para o debate sobre a questão étnico-racial na formação em Serviço Social. Brasília, 2018.

ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa. O projeto ético-político do Serviço Social Brasileiro: ruptura com o conservadorismo. São Paulo: Cortez, 2019.

ALMEIDA, Silvio Luiz de. Racismo estrutural. São Paulo: Sueli Carneiro; Pólen, 2019.

ALMEIDA, Magali da Silva; ROCHA, Roseli da Fonseca; BRANCO, Suelma Inês de Deus. Assistentes sociais negras na construção “da virada” do Serviço Social brasileiro. In: Maria Liduina de Oliveira e Silva (Org.) Congresso da virada e o Serviço Social hoje: reação conservadora, novas tensões e resistências. São Paulo: Cortez, 2019.

ANTUNES, Ricardo. O privilégio da servidão [recurso eletrônico]: o novo proletariado de serviços na era digital. 1. ed. São Paulo: Boitempo, 2018.

BARROCO, Maria Lucia Silva. A inscrição da ética e dos direitos humanos no projeto ético-político do Serviço Social. In: Serviço Social & Sociedade. Ano XXV n. 79, set. 2004. 1ª Reimpressão. São Paulo: Cortez, 2004.

BRASIL. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (INFOPEN), jun. 2016. Departamento Penitenciário Nacional. Brasília, 2018. Disponível em: http://depen.gov.br/DEPEN/noticias-1/noticias/infopen-levantamento-nacional-de-informacoes-penitenciarias-2016/relatorio_2016_22111.pdf. Acesso em: 10 abr. 2021.

______. Relatório Temático Sobre Mulheres Privadas de Liberdade, jun. 2017. Departamento Penitenciário Nacional. Brasília, 2019. Disponível em: http://depen.gov.br/DEPEN/depen/sisdepen/infopen-mulheres/copy_of_Infopenmulheresjunho2017.pdf. Acesso em: 30 abr. 2021.

CERQUEIRA, Daniel; COELHO, Danilo Santa Cruz. Democracia racial e homicídios de jovens negros na cidade partida. Brasília: IPEA, 2017.

CERQUEIRA, et al. Atlas da Violência. Brasília: IPEA, 2020.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Resolução nº 273, de 13 de março de 1993. Dispõe sobre o Código de Ética do/a Assistente Social. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/CEP2011_CFESS.pdf. Acesso em: 07 jul. 2021.

EURICO, Márcia Campos. A luta contra as explorações/opressões, o debate étnico-racial e o trabalho do assistente social. Revista Serviço Social e Sociedade, n° 133, p. 515-529. São Paulo: Cortez, 2018.

HOOKS, Bell. Erguer a voz: pensar como feminista, pensar como negra. Trad. Cátia Bocaiúva Maringolo. São Paulo: Elefante, 2019.

IAMAMOTO, Marilda Villela. Serviço Social em tempos de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. São Paulo: Cortez, 2007.

MACHADO, Loiva Mara de Oliveira. Serviço Social na Unipampa: compromisso com a educação pública, de qualidade e socialmente referenciada. In: GUILHERME, Rosilaine Coradini; MACHADO, Loiva Mara de Oliveira; PEDERSEN, Jaina Raqueli; VIEIRA, Monique Soares. Temas sem fronteiras: a pesquisa e a produção de conhecimentos na área do Serviço Social. São Borja: Unipampa; Assis: Triunfal Gráfica e Editora, 2019.

MARTINS, Tereza Cristina dos Santos. DETERMINAÇÕES DO RACISMO NO MERCADO DE TRABALHO: IMPLICAÇÕES NA “QUESTÃO SOCIAL” BRASILEIRA. Brasilia: Temporális. jul./dez. 2014, ano 14, n. 28, p. 113-132.

MARX, Karl. Manuscritos econômicos-filosóficos [4 reimpr]. São Paulo: Boitempo, 2010.

NETTO, José Paulo. A constituição do Projeto Ético-Político do Serviço Social. In: MOTA, Ana Elizabete (Orgs.). Serviço Social e Saúde. 4. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: OPAS, OMS, Ministério da Saúde, 2009.

NETTO, José Paulo. Cinco Notas a propósito da "Questão Social". In: TEMPORALIS: Revista da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS). Ano 2 n. 3 (jan/jul.2001). Brasília: ABEPSS, Grafline, 2001.

QUEIROZ, Fernanda Marques; IRINEU, Bruna Andrade; ÁLVARO, Mirla Cisne; LIMA, Rita de Lourdes. Grupo Temático de Pesquisa Serviço Social, Relações de Exploração/Opressão De Gênero, Raça/Etnia, Geração, Sexualidades: Breve Histórico e Desafios. Brasília (DF), ano 14, nº 27, p. 233-241, jan./jun. 2014.

SCHUCMAN, Lia Vainer. Entre o encardido, o branco e o branquissímo: branquitude, hierarquia e poder na cidade de São Paulo. São Paulo: Annablume, 2014.

TEIXEIRA, Joaquina Barata; BRAZ, Marcelo. O projeto ético-político do Serviço Social. In: CFESS/ABEPSS. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009.

VICENTE, Damares. Serviço Social, Trabalho e Desgaste Mental. In: RAICHELIS, Raquel; Vicente, Damares; ALBUQUERQUE, Valéria. A nova morfologia do trabalho no Serviço Social. São Paulo: Cortez, 2019.

Downloads

Publicado

07/28/2022

Como Citar

FERRUGEM, D.; DE OLIVEIRA MACHADO, L. M. Questão social e questão racial na formação em serviço social: debate necessário . SER Social, [S. l.], v. 24, n. 51, p. 446–463, 2022. DOI: 10.26512/sersocial.v24i51.38842. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/38842. Acesso em: 3 fev. 2023.