A saúde no sistema de seguridade social brasileiro

Autores

  • Potyara A. P. Pereira

DOI:

https://doi.org/10.26512/ser_social.v0i10.12920

Palavras-chave:

Política de saúde, Sistema de seguridade social, Constituição de 1988

Resumo

O objetivo central deste artigo é examinar as tendências recentes da proteção à saúde no Brasil, no marco da Constituição Federal de 1988. Pretende-se demonstrar que, apesar de a saúde fazer parte do Sistema de Seguridade Social, inaugurado por esta Constituição, ela não se realizou de forma integrada às demais políticas que compõem o Sistema e nem produziu as reformas pretendidas. Pelo contrário, por contrariar interesses privados e conservadores, a concepção de saúde como direito de todos foi atingida por uma onda contra-reformista, surgida nos anos 1990, com o apoio do Executivo federal. Hoje, a política de saúde carece de uma nova coalizão de forças para transformar-se numa questão capaz de devolver-lhe o caráter público e a vinculação com a cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Potyara A. P. Pereira

Professora do Departamento de Serviço Social da Universidade de Brasília e Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Política Social do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (NEPPOS-CEAM/UnB).

Referências

ALMEIDA, Maria Hermínia T. de. Federalismo e políticas sociais. In: AFFONSO, Rui de Britto A.; SILVA, Pedro Luiz Barros (Orgs.). Descentralização e políticas sociais. São Paulo: FUNDAP, 1996. p.13-40.

ARRETCHE, Marta. Estado federativo e políticas sociais: determinantes da descentralização. Rio de Janeiro: Revan; São Paulo: FAPESP, 2000. 304p.

AZEVEDO, Sérgio de; ANDRADE, Luiz Aureliano G. de. A reforma do Estado e a questão federalista: reflexões sobre a proposta Bresser Pereira. In: DINIZ, Eli; AZEVEDO, Sérgio de (Orgs.). Reforma do Estado e democracia no Brasil. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1997. 425p.

BRASIL. Constituição de 1988. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.

BRAVO, Maria Inês S. As políticas brasileiras de seguridade social: Saúde. In: PROGRAMA de Capacitação Continuada para Assistentes Sociais. Capacitação em Serviço Social e política social, módulo 03. Brasília: CFESS-ABEPSS-CEAD/UnB, 2000. p. 103-115.

BRAVO, Maria Inês S.; Matos, Maurílio Castro de. A saúde no Brasil: reforma sanitária e ofensiva neoliberal. In: BRAVO, Maria Inês S.; PEREIRA, Potyara A. P. (Orgs.). Política social e democracia. São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2001. p.197-215.

CUNHA, Rosani Evangelista da. Organização e gestão das políticas sociais no Brasil: o financiamento de políticas sociais no Brasil. In: PROGRAMA de Capacitação Continuada para Asistentes Sociais. Capacitação em Serviço Social e política social, módulo 03. Brasília: CFESS-ABEPSS-CEAD/UnB, 2000. p.87-102.

ELIAS, Paulo Eduardo. Reforma e contra-reforma na proteção à saúde. Lua Nova, São Paulo, n. 40-41, p.193-215, 1997.

FAGNANI, Eduardo. Política social e pactos conservadores no Brasil. Cadernos FUNDAP, Desafios da gestão pública paulista, São Paulo, n. 21, p. 59-102, 1997.

MACEDO, Ubiratan Borges de. Os princípios fundamentais da Constituição de 1988. In: MERCADANTE, Paulo. Constituição de 1988: o avanço do retrocesso. Rio de Janeiro: Rio Fundo, 1990. p. 59-75.

MARX, Karl. Crítica ao Programa de Gotha. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escogidas. Madrid: Ayuso, 1975. Tomo II, p. 5-41.

MEDICI, André Cezar. Descentralização e gastos em saúde no Brasil. In: MEDICI, André Cezar. Descentralização e políticas sociais. São Paulo: FUNDAP, 1996. 376 p.

MONNERAT, Giselle L.; SOUZA, Rosimary Gonçalves; CASTRO, Mônica. Tendências atuais da descentralização e o desafio da democratização na gestão da saúde. In: BRAVO, Maria Inês S.; PEREIRA, Potyara A. P. (Orgs.). Política social e democracia. São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2001. p. 67-85.

OZSLAK, Oscar; O ´DONNELL, Guillermo. Estado y políticas estatales en America Latina: hacia uma estrategia de investigación. 1976. 46 p. (Documento CEDES/ G.E, CLACSO, n. 4).

PEREIRA, Luís Carlos Bresser; GRAU, Nuria C. (Orgs). O público não-estatal na reforma do Estado. Rio de Janeiro: CLAD/FGV, 1999. 498p.

PEREIRA, Potyara A. P. A política social no contexto da seguridade social e do welfare state: a particularidade da assistência social. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, v. 19, n. 56, p. 60-76, mar. 1998.

______. Centralização e exclusão social: duplo entrave à política de assistência social. Ser Social, Brasília, n. 3, p. 119-133, jul./dez. 1998.

PISÓN, José Martinez de. Políticas de bienestar: um estúdio sobre los derechos sociales. Madrid: Tecnos, 1998.

SOARES, Laura Tavares Ribeiro. Ajuste neoliberal e desajuste social na América Latina. Rio de Janeiro: UFRJ, 1999.

VIANA, Ana Luíza D’Ávila. SUS: entraves à descentralização e propostas de mudanças. In: AFFONSO, Rui de Britto A.; SILVA, Pedro Luiz Barros (Orgs.). Descentralização e políticas sociais. São Paulo: FUNDAP, 1996.

Downloads

Publicado

08/14/2009

Como Citar

PEREIRA, P. A. P. A saúde no sistema de seguridade social brasileiro. SER Social, [S. l.], n. 10, p. 33–56, 2009. DOI: 10.26512/ser_social.v0i10.12920. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/12920. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos Temáticos