O Naufrágio

instalação cênica baseada em A Tempestade de William Shakespeare e O Marinheiro de Fernando Pessoa

Autores

Palavras-chave:

O Naufrágio, O Marinheiro, A tempestade, Tecnologias de Som e Imagem, Multiplicidade

Resumo

O Naufrágio é uma instalação cênica criada a partir de trechos de A Tempestade de William Shakespeare e de O Marinheiro, de Fernando Pessoa. Na direção de Silvia Davini, os temas abordados em ambos textos enfatizam o valor do sonho à existência. As personagens shakespearianas, afeitas ao sonho e à magia, assim como os heterônimos de Pessoa figuram o especular jogo de atuação aberto por Sulian Vieira. Universos sonoros, inventados por César Lignelli, seduzem ou nauseam as personagens e plateia pelos devires da cena. Agenciando artesania e tecnologias digitais de som e imagem - que nos permitem circular nos limites da identidade, da ficção e da memória - O Naufrágio tensiona morte e potência criadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Sulian Vieira, Universidade de Brasília - UnB, Brasília/DF, Brasil

Doutora em Arte pela Universidade de Brasília (2013), Mestra em Applied Theatre pela University of Manchester-RU (1999) e Bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade de Brasília (1995). Professora Adjunto da Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Brasília nas graduações e pós-graduação nos eixos de voz, palavra e atuação, gêneros performáticos e a questão do estilo nos processos pedagógicos e estéticos para o teatro contemporâneo. Líder do Grupo de Pesquisa Vocalidade & Cena.

Silvia Davini, Universidade de Brasília - UnB, Brasília/DF, Brasil

Ph.D em Teatro pela University of London Queen Mary College (2000) e Licenciada em Música com Especialidade em Canto pelo Conservatório Municipal de Buenos Aires (1988). Pesquisadora, cantora, atriz e encenadora. Criadora do Grupo de Pesquisa Vocalidade & Cena. Seu livro Cartografias de la Voz en el Teatro Contemporáneo. El caso de Buenos Aires a fines del siglo XX (2008), reconhecido com o XI Prêmio Teatro del Mundo, é a versão em espanhol de sua Tese de Ph. D Voice Cartographies in Contemporary Theatrical Performance: an economy of actor s vocality on Buenos Aires stages in the 1990s. O livro foi publicado em português em 2019 pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Brasília (UnB). Sua última produção teatral foi em O Naufrágio como diretora, em 2010. Foi professora do Departamento de Artes Cênicas da UnB e pesquisadora credenciada em Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da UnB, até 2011, ano de seu falecimento. 

César Lignelli, Universidade de Brasília - UnB, Brasília/DF, Brasil

Professor Associado de Voz e Performance do Departamento Artes Cênicas (CEN) e do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPG-CEN) da Universidade de Brasília (UnB). Pós-Doutor pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014-2015). Doutor em Educação e Comunicação, FE/UnB (2011); Mestre em Arte e Tecnologia, IDA/UnB (2007); Graduado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2000). Líder do Grupo de Pesquisa Vocalidade & Cena.

Referências

DAVINI, Silvia. O Naufrágio. Programa de Espetáculo. Brasília, 2010.

EMERSON,K. The three fates: Clothó, Lachésis e Átropos. Royal Festival Hall Organ. Londres, 1970.

LIGNELLI. César. A produção de sentido a partir da Dimensão Acústica da Cena: uma cartografia a partir dos processos de composição de Santa Croce e de O Naufrágio. Dissertação de Mestrado. Universidade de Brasília, Programa de Pós-graduação em Arte da UnB, 2007. https://repositorio.unb.br/handle/10482/3197 - acesso em: 15/112021.

LOPES, Marcos Enrique. A Composição do Vazio: cinebiografia de Evaldo Coutinho. Pernambuco: África Produções, 2000.

MAHLER, G. 5ª Sinfonia. Orquestra Filarmônica de Berlim, KARAJAN, H.V. (Regente). Berlim: Gramophon, 1973.

PESSOA, Fernando. O Marinheiro. SOUZA, C. (Ed). São Paulo: Babel, 2011.

SHAKESPEARE, William. A Tempestade. Teatro Completo Comédias. Trad. Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1992.

STREHLER. G. La Tempesta (1977-78). Milano: La Radiotelevisione Italiana e Il Piccolo Teatro di Milano, 1981. http://www.youtube.com/watch?v=0aKVTgV4iOs - acesso em: 01/10/2021.

VIEIRA, Sulian. A questão do estilo no teatro: Abordagens de Textos Teatrais entre Tradições Estéticas Ocidentais. Tese de Doutorado. Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2013. https://repositorio.unb.br/handle/10482/15473 - acesso em 15/11/2021.

VIEIRA, Sulian. O Naufrágio: memória e multiplicidade em cena. Anais do VII Congresso da ABRACE (Associação Brasileira de Pesquisa em Artes Cênicas). Porto Alegre, 2012.

VIEIRA, Sulian. Tecnologias de som e imagem e o corpo humano na produção de sentidos em O Naufrágio. Revista VIS: Revista do Programa de Pós-Graduação em Arte, 17(2), 121-151, 2018. https://doi.org/10.26512/vis.v17i2.20644

VIEIRA, Sulian. Voz em Cena no Teatro Estático. Anais do IV Congresso da ABRACE (Associação Brasileira de Pesquisa em Artes Cênicas). Rio de Janeiro, 7 Letras, 2006.

VIEIRA, Sulian; MATSUMOTO, Roberta. Potências do Corpo em Performance no Teatro Estático de Fernando Pessoa: quando palavras urdem movimentos. GUERRA, Ariane (Org.). Corpo em Performance: processos de criação. Rio de Janeiro: Synergia, 2021.

Downloads

Publicado

21-12-2021

Como Citar

Vieira, S., Davini, S., & Lignelli, C. (2021). O Naufrágio: instalação cênica baseada em A Tempestade de William Shakespeare e O Marinheiro de Fernando Pessoa. Voz E Cena, 2(02), 258–282. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/vozecena/article/view/40787

Edição

Seção

Registros audiovisuais

Categorias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)