As representações sociais do câncer ginecológico no conhecimento da enfermagem brasileira

Autores

  • Sílvio Eder Dias da Silva
  • Esleane Vilela Vasconcelos
  • Mary Elizabeth de Santana
  • Aline Ouriques
  • Ana Paula Gonçalves Pinto
  • Denise da Cunha da Cunha
  • Italo Pimentel Marinho
  • Juliana Fernandes Pantoja
  • Mairya Lobo da Silva
  • Rafaela Garcia da Silva
  • Jeferson Santos Araujo

Palavras-chave:

Enfermagem, Câncer, Prevenção

Resumo

Trata-se de uma pesquisa documental cujo objetivo caracterizar as representações sociais sobre o câncer ginecológico presentes nas teses e dissertações da enfermagem brasileira no período de 2001 a 2007. A fonte de pesquisa foi o Banco de Teses e Dissertações da Associação Brasileira de Enfermagem. Foram identificados 51 estudos. A análise dos dados originou as seguintes categorias temáticas: O Imaginário Social de Mulheres diante do Câncer Ginecológico; O cotidiano da mulher mastectomizada; O câncer ginecológico e seu tratamento; Prevenção do câncer ginecológico na visão da enfermagem. Os estudos propiciaram apreender os aspectos do contexto psicossocial, tão importantes e necessários no sentido de olhar mais atentamente a prática assistencial da enfermagem.

Descritores: Enfermagem. Câncer. Prevenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-08-2017

Como Citar

1.
da Silva SED, Vasconcelos EV, de Santana ME, Ouriques A, Pinto APG, da Cunha D da C, Marinho IP, Pantoja JF, da Silva ML, da Silva RG, Araujo JS. As representações sociais do câncer ginecológico no conhecimento da enfermagem brasileira. Rev. G&S [Internet]. 18º de agosto de 2017 [citado 19º de setembro de 2021];5(1):pag. 17-25. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/405

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>