SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Vander Monteiro da Conceição Faculdade de Carajás
  • Jeferson Santos Araújo Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas
  • Mary Elizabeth de Santana Universidade Federal do Pará
  • Ralrizônia Fernandes Souza Escola Superior Madre Celeste - ESMAC
  • Silvio Éder Dias da Silva Universidade Federal do Pará

Palavras-chave:

Artigos de Pesquisa

Resumo

Objetivou-se realizar uma revisão integrativa de artigos produzidos por enfermeiros sobre Sistematização da Assistência de Enfermagem no período de 2006 a março de 2012, visando compreender de que forma a enfermagem contribui para o aprimoramento de tal ferramenta. Tratou-se de uma revisão integrativa de cunho descritivo. Realizou-se a busca por artigos que abordassem a temática da Sistematização da Assistência de Enfermagem nos bancos de dados LILACS, MEDLINE e BDENF, no Sistema Bireme, através da pesquisa do termo “processo de enfermagem” e que tenham sido publicados no intervalo de 2006 a março de 2012, identificando-se então 105 artigos, porém dentre estes apenas 31 foram selecionados para análise, uma vez em que apresentavam em seu conteúdo propostas para o aprimoramento da Sistematização da Assistência de Enfermagem. Pode-se inferir que a produção da enfermagem em relação à Sistematização da Assistência de Enfermagem ainda é baixa, fator importante uma vez que tal é um importante instrumento para o planejamento e a organização do cuidado. O estudo identificou uma produção científica ainda em crescimento e deparou-se com situações e experiências, a qual a ferramenta de organização da atenção em saúde foi aplicada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vander Monteiro da Conceição, Faculdade de Carajás

Enfermeiro, Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP). Professor da Faculdade Carajás. E-mail: vandermonteiro@usp.br

Jeferson Santos Araújo, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas

Enfermeiro, Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental (EERP-USP). Professor Adjunto, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas, Curso de Saúde Coletiva, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

Mary Elizabeth de Santana, Universidade Federal do Pará

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental da EERP/USP; Docente da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Pará.

Ralrizônia Fernandes Souza, Escola Superior Madre Celeste - ESMAC

Enfermeira; Coordenadora do Curso de Enfermagem da Escola Superior Madre Celeste.

Silvio Éder Dias da Silva, Universidade Federal do Pará

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. Docente da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Pará.

Referências

1. Brasil. Conselho Federal de Enfermagem ”“
COFEN. Resolução nº 272 de 27 de agosto de
2002. Considera a sistematização da assistência
de enfermagem (SAE), nas instituições de saúde
brasileiras. Rio de Janeiro 2002; 27 de agosto.
2. Carpenito LJ. Diagnósticos de Enfermagem:
Aplicação á prática clinica. Porto Alegre: Artes
Médicas, 1997.
3. Doenges ME, Moorhouse MF, Geissler AC.
Planos de Cuidado de Enfermagem. São Paulo,
1999.
4. Soares HL, Pinelli FGS. Construção de um
instrumento de coleta de dados de enfermagem
em Ginecologia. Acta Paulista de Enfermagem.
Acta Paul Enferm. 2005; 18(2):156-64.
5. Iyer PW, Taptich BJ, Bernocchi-Losey D.
Processo e diagnóstico de enfermagem. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1993.
6. Maria MA, Quadros FAA, Grassi MFO.
Sistematização da assistência de enfermagem
em serviços de urgência e emergência:
viabilidade de implantação. Rev Bras
Enferm.2012;65(2): 297-303
7. Menezes SRT, Priel MR, Pereira LL.
Autonomia e vulnerabilidade do enfermeiro na
prática da Sistematização da Assistência de
Enfermagem. Rev Esc Enferm
USP.2011;45(4):953-8
8. Corso NAA, Gondim APS, D’Almeida
PCR, Albuquerque MGF. Sistematização da
Assistência de Enfermagem para
acompanhamento ambulatorial de pacientes
com esclerose múltipla. Rev Esc Enferm
USP.2013;47(3):750-5
9. Santos RB, Ramos KS. Sistematização da
assistência de enfermagem em Centro
Obstétrico. Rev Bras Enferm.2012;65(1):13-
8.
10. Oliveira SKP, Queiroz APO, Matos DPM,
Moura AF, Lima FET. Temas abordados na
consulta de enfermagem: revisão integrativa
da literatura. Rev Bras
Enferm.2012;65(1):155-61
11.Cruz ICF. Diagnostico e prescrições de
enfermagem: recriando instrumentos de
trabalho. Texto e contexto Enf. 1995;
4(1):160-69.
12. Perez, V. Diagnóstico de enfermagem: um
desafio da enfermagem para os anos 90.
Rev. bras. enferm. 1990; 43(1/4):14-8.
13. Polit DF, Beck CT, Hungler BP.
Fundamentos de Pesquisa em Enfermagem:
Métodos, avaliação e utilização. Porto
Alegre: Artmed, 2004.
14. Figueiredo NMA. Método e metodologia na
pesquisa científica. São Paulo: Yendis, 2007.
15. Nascimento KC, Backes DS, Koerich MS,
Erdmann AL. Sistematização da assistência
de enfermagem: vislumbrando um cuidado
interativo, complementar e
multiprofissional. Rev. esc. enferm. USP.
2008; 42(4):643-648.
16. Truppel TC, Meier MJ, Calixto RC, Peruzzo
SA, Crozeta K. Sistematização da
Assistência de Enfermagem em Unidade de
Terapia Intensiva. Rev. bras.
enferm. 2009; 62(2):221-227.
17.Castilho NC, Ribeiro PC, Chirelli MQ. A
implementação da sistematização da
assistência de enfermagem no serviço de
saúde hospitalar do Brasil. Texto contexto -
enferm. 2009; 18(2):280-89.
18. Fuly PSC, Leite JL, Lima SBS. Correntes de
pensamento nacionais sobre sistematização
da assistência de enfermagem. Rev. bras.
enferm. 2008; 61(6):883-887.
19. Vargas RS, França FCV. Processo de
Enfermagem aplicado a um portador de
Cirrose Hepática utilizando as terminologias
padronizadas NANDA, NIC e NOC. Rev.
bras. enferm. 2007; 60(3):348-352.
Revista Eletrônica Gestão & Saúde ISSN: 1982-4785
Conceição VM, Araújo JS, Santana ME et al Sistematização da assistência...
Rev. Gestão & Saúde (Brasília) Vol. 08, n. 03, Jan. 2017. 413 - 413 413
20. Alves AR, Chaves EMC, Freitas MC,
Monteiro ARM. Aplicação do Processo de
Enfermagem: estudo de caso com uma
puérpera. Rev. bras. enferm. 2007;
60(3):344-347.
21. Amante LN, Rossetto AP, Schneider DG.
Sistematização da Assistência de
Enfermagem em Unidade de Terapia
Intensiva sustentada pela Teoria de Wanda
Horta. Rev. esc. enferm. USP. 2009;
43(1):54-64.
22.Bittar DB, Pereira LV, Lemos RCA.
Sistematização da assistência de
enfermagem ao paciente crítico: proposta de
instrumento de coleta de dados. Texto
contexto - enferm. 2006; 15(4):617-628.
23. Freitas CASL, Silva NAV, Ximenes-Neto
FRG, Albuquerque IMN, Cunha ICKO.
Consulta de enfermagem ao portador de
hanseníase no território da Estratégia da
Saúde da Família: percepções de enfermeiro
e pacientes. Rev. bras. enferm. 2008;
61(spe):757-763.

Downloads

Publicado

29-09-2017

Como Citar

1.
da Conceição VM, Araújo JS, de Santana ME, Souza RF, da Silva S Éder D. SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Rev. G&S [Internet]. 29º de setembro de 2017 [citado 19º de setembro de 2021];8(3):395-413. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/10310

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)