Resíduos sólidos no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

estudo de caso dos meios de hospedagem de Alto Paraíso (GO)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/revistacenario.v8i15.32604

Palavras-chave:

meios de hospedagem; resíduos sólidos; Chapada dos Veadeiros; parque nacional; gestão.

Resumo

Meios de hospedagem são os maiores geradores de resíduos sólidos do setor turístico. No contexto da instituição da Política Nacional de Resíduos Sólidos e uma série de orientações sobre gestão sustentável de empreendimentos turísticos, elaboradas pelos órgãos públicos brasileiros, torna-se relevante avaliar as práticas dos meios de hospedagem nesse sentido. Este estudo analisa a gestão de resíduos sólidos nas pousadas e hostels de Alto Paraíso (GO), cidade com a maior capacidade de alojamento mais próxima da entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Trata-se de um estudo de caso, com coleta de dados por meio de entrevistas em dez meios de hospedagem e com um representante da associação de reciclagem local. Os resultados indicam uma fraca conscientização dos clientes, forte dependência de decisões das autoridades locais, pouca vontade de cooperar e desconhecimento de técnicas de minimização de resíduos sólidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anastasiya Golets, Universidade de Brasília

Doutoranda do Programa da Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável (CDS/UnB), Mestra em Turismo pelo Centro de Excelência em Turismo (CET/UnB),  Licenciada em Turismo. anastasiya.golets@gmail.com. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7280-7220.

Referências

Associação Brasileira de Normas Técnicas (2006). Norma brasileira 15401. Meios de hospedagem - Sistema de gestão da sustentabilidade - Requisitos. Recuperado em 14 junho, 2019, de <http://www.sistemafaemg.org.br/agenteturismo/Legisla%C3%A7%C3%A3o%20do%20Agente%20de%20Turismo%20Rural/Hospedagem/21425202939-mh-sistema-de-gestao-da-sustentabilidade.pdf>.

Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil (2010). Alto Paraíso de Goiás, GO. Recuperado em 13 junho, 2019, de <http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/alto-paraiso-de-goias_go>.

Bohdanowicz, P., Zientara, P., & Novotna, E. (2011). International hotel chains and environmental protection: an analysis of Hilton’swe care! programme (Europe, 2006–2008). Journal of Sustainable Tourism, 19(7), 797–816. doi:10.1080/09669582.2010.549566.

Cummings, L. E. (1997). Waste Minimisation Supporting Urban Tourism Sustainability: A Mega-Resort Case Study. Journal of Sustainable Tourism, 5(2), 93–108. doi:10.1080/09669589708667279.

Governo do Brasil (2018). Parques nacionais batem recorde de visitantes em 2018. Recuperado em 14 junho, 2019, de <http://www.brasil.gov.br/noticias/turismo/2018/12/parques-nacionais-batem-recorde-de-visitantes-em-2018>.

Hsiao, T.-Y., Chuang, C.-M., Kuo, N.-W., & Yu, S. M.-F. (2014). Establishing attributes of an environmental management system for green hotel evaluation. International Journal of Hospitality Management, 36, 197–208. doi:10.1016/j.ijhm.2013.09.005.

IBGE (2018). O Brasil em Síntese. Recuperado em 05 de junho, 2019, de <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/go/alto-paraiso-de-goias/panorama>.

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (2010). População urbana. Recuperado em 05 junho, 2019, de <http://www.ipeadata.gov.br/Default.aspx>.

Kim, W. G., Li, J. (Justin), Han, J. S., & Kim, Y. (2015). The influence of recent hotel amenities and green practices on guests’ price premium and revisit intention. Tourism Economics, 23(3), 577–593. doi:10.5367/te.2015.0531.

Leonidou, L. C., Leonidou, C. N., Fotiadis, T. A., & Zeriti, A. (2013). Resources and capabilities as drivers of hotel environmental marketing strategy: Implications for competitive advantage and performance. Tourism Management, 35, 94–110. doi:10.1016/j.tourman.2012.06.003.

Lima, G. (2016). Visitação de Veadeiros cresceu 223% em 10 anos. O Popular. Recuperado em 13 junho, 2019, de <https://www.opopular.com.br/noticias/cidades/visita%C3%A7%C3%A3o-de-veadeiros-cresceu-223-em-10-anos-1.1196156>.

Ministério do Trabalho e Emprego (2019). Perfil do Município de Alto Paraíso de Goiás. Serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção, redação. Recuperado em 05 de junho, 2019, de <http://bi.mte.gov.br/bgcaged/caged_perfil_municipio/index.php>.

Ministério do Turismo (2015). Índice de competitividade do turismo nacional. Alto Paraíso de Goiás. Recuperado em 08 junho, 2019, de <http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/Indice_competitividade/2015/AltoParaisoGoias_RA_2015.pdf>.

Ministério do Turismo (2016). Turismo e sustentabilidade – Orientações para prestadores de serviços turísticos. Recuperado em 13 junho, 2019, de <http://www.turismo.gov.br/images/pdf/06_06_2016_mtur_guia_turismo_sustentabilidade.pdf>.

Ministério do Turismo (2019). Cadastur: O Sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas que atuam no setor do turismo. Recuperado em 08 de junho, 2019, de <http://bit.do/https-cadastur-turismo-gov-br-alto-paraiso-go>.

Radwan, H. R. I., Jones, E., & Minoli, D. (2010). Managing solid waste in small hotels. Journal of Sustainable Tourism, 18(2), 175–190. doi:10.1080/09669580903373946.

Sharma, S. & Vredenburg, H. (1998). Proactive Corporate Environmental Strategy and the Development of Competitively Valuable Capabilities. Strategic Management Journal - STRATEG MANAGE J. 19. 729-753. doi: 10.1002/(SICI)1097-0266(199808)19:83.3.CO;2-W.

Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (2018). Relação de indicadores de resíduos sólidos por ano de referência. Recuperado em 14 junho, 2019, de <http://app4.cidades.gov.br/serieHistorica/#>.

World Tourism Organization (2016). The Sustainable Tourism Programme of the 10-Year Framework of Programmes on Sustainable Consumption and Production Patterns. Retrieved June 11, 2019, from <http://cf.cdn.unwto.org/sites/all/files/docpdf/brochure10yfpstpenupdated17oct2016.pdf>.

Zorpas, A. A., Voukkali, I., & Loizia, P. (2014). The impact of tourist sector in the waste management plans. Desalination and Water Treatment, 56(5), 1141–1149. doi:10.1080/19443994.2014.934721.

Publicado

2020-10-27

Como Citar

Golets, A. . (2020). Resíduos sólidos no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: estudo de caso dos meios de hospedagem de Alto Paraíso (GO). Cenário: Revista Interdisciplinar Em Turismo E Território, 8(15), 113 - 132. https://doi.org/10.26512/revistacenario.v8i15.32604

Edição

Seção

Artigos