Conhecendo os Acervos de Ciência e Tecnologia na Rede Portuguesa de Museus

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v9i17.25490

Palavras-chave:

Museologia. Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia. Rede Portuguesa de Museus. Coleções museológicas. Inventário.

Resumo

Dentro da vasta categoria do Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia (PCC&T), os objetos de C&T merecem uma atenção especial neste artigo e, mais especificamente, as coleções que vêm sendo estudadas a partir do levantamento realizado pelo projeto "Patrimônio Cultural Luso-brasileiro de Ciência e Tecnologia: pesquisa, análise e acessibilidade", iniciativa do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST).  O objetivo principal deste estudo do PCC&T existente no Brasil e em Portugal é estabelecer análises comparativas relativas aos critérios utilizados em levantamentos nacionais do gênero; às tipologias similares de patrimônio e aos critérios de seleção. O recorte que define o universo pesquisado inclui todos os objetos produzidos até o final de 1960, vinculados às ciências exatas, da Terra e às engenharias. A metodologia adotada consiste na busca e análise de fontes secundárias e no contato virtual e por telefone com as instituições, para obter os dados de interesse. Uma vez coletadas, são cruzadas as informações, preenchidas as fichas de registro e são elaboradas análises para produção de conhecimento. O exame de cerca de 950 instituições portuguesas que mostraram indícios de acolher objetos de C&T dentro do recorte estabelecido, possibilitou que a pesquisa fizesse a seleção de 106 as quais permitiram a geração das fichas de registro relativas às suas coleções, sendo que 56 referentes a museus. Até então, os dados extensivos indicavam um total aproximado de 65 mil itens de PCC&T em salvaguarda em instituições lusitanas. Esta abordagem do que pode atualmente constituir, em parte, estes vestígios da cultura científica material em Portugal também pretende tangenciar aspectos da musealização dos acervos sob tutela direta de catorze museus membros da Rede Portuguesa de Museus (RPM). A partir dos resultados obtidos no projeto científico, coloca-se a questão da necessidade da produção de inventários dos itens dos acervos e a disponibilização de dados concernentes em bases de dados localizadas na internet, visando o público em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABALADA, Victor E. T. M.; GRANATO, Marcus e MALDONADO, Luiza R. S. Reflexões sobre museus e patrimônio cultural de ciência e tecnologia em Portugal e no Brasil: primeiras comparações e estado da arte. In: Anais do IV Seminário Internacional Cultura Material e Patrimônio de Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro: MAST, p. 630-660, 2016.

ABALADA, Victor Emmanuel Teixeira Mendes e GRANATO, Marcus. Museus, pesquisa e levantamentos: Patrimônio Cultural Luso-Brasileiro de Ciência e Tecnologia em perspectiva. In: REB. Revista de Estudios Brasileños. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, v. 6, n. 12, p. 173-187, primeiro semestre 2019.

ARAÚJO, Bruno Melo de; RIBEIRO, Emanuela Sousa e GRANATO, Marcus. “Carta do Rio de Janeiro sobre Patrimônio Cultural da Ciência e Tecnologia”. In: GRANATO, Marcus; ARAÚJO, Bruno Melo de e RIBEIRO, Emanuela Sousa. Cadernos do patrimônio da ciência e tecnologia. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins, p. 11-19, dez. 2017.

COSTA, Patrícia Carla e OLIVEIRA, José Carlos Barros de. “O Museu do Instituto Superior de Engenharia do Porto: o ensino industrial e o saber fazer”. In: GRANATO, Marcus e LOURENÇO, Marta. Coleções Científicas Luso-Brasileiras: patrimônio a ser descoberto. Rio de Janeiro: MAST, p. 245-256, 2010.

DELICADO, Ana. A musealização da ciência em Portugal. Ed. 1, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e a Tecnologia, 2009.

DESVALLÉES, André e MAIRESSE, François. (Ed.). Dictionnaire Encyclopédique de Muséologie. Paris: A. Colin: Centre Nacional du Livre, 2011.

DOMINGUES, Adelina Gomes. A futura unidade museológica marítima de Sesimbra. Contributos para a sua programação e para as suas relações com unidades regionais afins. Dissertação (Mestrado em Museologia). Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Universidade Nova de Lisboa. Orientadores: Maria Olímpia Lameiras-Campagnolo e Maria da Graça da Silveira Filipe. 2007, 400 p.

GRANATO, Marcus; SANTOS, Claudia Penha dos; FURTADO, Janaina Lacerda e GOMES, Paulo Luiz. “Objetos de ciência e tecnologia como fonte documental para a história das ciências: resultados parciais.” In: Anais eletrônicos do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação. Salvador: ANCIB, 2007.

GRANATO, Marcus; CÂMARA, Roberta Nobre da. “Patrimônio, Ciência e Tecnologia: inter-relações”. In: CARVALHO, C. S. R, GRANATO, M, BEZERRA, R. Z, BENCHETRIT, S. F. Um olhar contemporâneo sobre a preservação do patrimônio cultural material. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional, p. 172-200, 2008.

GRANATO, Marcus e LOURENÇO, Marta Catarino. “Preservação do patrimônio cultural de ciência e tecnologia: uma parceria luso-brasileira entre o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (Portugal) e o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Brasil)”. In: Revista Ciência da Informação. Brasília: IBICT, v. 42, n. 3, p.435-453, set./dez. 2013.

GRANATO, Marcus; MAIA, Elias da Silva; SANTOS, Fernanda Pires. “Valorização do patrimônio científico e tecnológico brasileiro: descobrindo conjuntos de objetos de C&T pelo Brasil.” In: Anais do Museu Paulista. São Paulo. N. Sér. v. 22, n. 2, p. 11-34, jul.–dez. 2014.

LOUREIRO, Maria Lucia de N. M. “Objeto, informação e materialidade: esboço de uma pesquisa em curso.” In: GRANATO, Marcus (Org.). Museologia e Patrimônio. Coleção MAST: 30 anos de pesquisa. Rio de Janeiro: MAST, v. 1, p. 121-140, 2-15.

LOURENÇO, Marta. “O Museu de Ciência da Universidade de Lisboa: patrimônio, coleções e pesquisa.” In: GRANATO, Marcus e LOURENÇO, Marta. Coleções Científicas Luso-Brasileiras: patrimônio a ser descoberto. Rio de Janeiro: MAST, p. 257-276, 2010a.

___________. Prefácio. In: Normas de inventário: Ciência e Técnica - Normas Gerais. Instituto dos Museus e da Conservação. Lisboa: Ministério da Cultura / Instituto dos Museus e da Conservação, 2010b.

LOURENÇO, Marta C. (Coord.). A Universidade de Lisboa: Museus, Coleções e Património. Lisboa: Imprensa da Universidade de Lisboa, 2016.

LOURENÇO, Marta C. e DIAS, José Pedro Sousa. “Ciência, tecnologia e inovação.” In: LOURENÇO, Marta C. (Coord.). A Universidade de Lisboa: Museus, Coleções e Património. Lisboa: Imprensa da Universidade de Lisboa, 2016.

MALDONADO, Luiza R. Soares. O Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia na Rede Portuguesa de Museus. Monografia. Escola de Museologia. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marcio Ferreira Rangel. Co-orientador: Marcus Granato. Rio de Janeiro, jul. 2018, 141 p.

NEVES, José Soares; SANTOS, Jorge Alves dos e NUNES, Joana Saldanha. “Os museus em Portugal: políticas públicas e dinâmicas do sector em Portugal nos anos mais recentes.” In: VI Congresso Português de Sociologia. Lisboa, 2008.

NEVES, José Soares (Coord.); SANTOS, Jorge Alves dos e LIMA, Maria João. O panorama museológico em Portugal: os museus e a Rede Portuguesa de Museus na primeira década do século XXI. Lisboa: Direção-Geral do Património Cultural, 2013.

PORTUGAL. Presidência da República. Lei nº 47/2004 de 19 de agosto de 2004. Aprova a Lei Quadro dos Museus Portugueses. Diário da República, I Série-A, n. 195, 19 de agosto de 2004, p. 5379-5394.

PORTUGAL. Presidência da República. Decreto-Lei n. 115/2012 de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a criação da Direção-Geral de Património Cultural-DGPC. Diário da República, 1.ª série, n. 102, 25 de maio de 2012, p. 2772-2777.

TADEIA, Helena R. Duarte. Contributos para o estudo da colecção de pintura do Museu Rainha Dona Leonor (Beja). Dissertação (Mestrado em Estudo do Patrimônio). Universidade Aberta. Orientador: Pedro Flor. Jul. 2013, 349 p. .

TEIXEIRA, Mariana Jacob. A natureza e gestão das coleções dos museus militares na dependência da Direcção de História e Cultura Militar (Exército). Dissertação (Mestrado em Museologia). Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Departamento de Ciências e Técnicas do Património. Orientadora: Alice Lucas Semedo. Porto, set. 2011, 119 p..

Publicado

2020-05-17

Como Citar

Soares Maldonado, L. R., Granato, M., & Ferreira Rangel, M. . (2020). Conhecendo os Acervos de Ciência e Tecnologia na Rede Portuguesa de Museus. Museologia & Interdisciplinaridade, 9(17), 162-184. https://doi.org/10.26512/museologia.v9i17.25490