Impactos da pandemia na extensão universitária brasileira: as experiências e os desafios da Assessoria Jurídica Universitária Popular

Autores

  • Gabriela Gomes de Abreu Universidadade Federal de Goiás
  • Emanuelly Orlando Borges de Oliveira Universidade Federal de Goiás
  • Rogério Fernandes Rocha Universidade Federal de Goiás e Universidade Estadual de Goiás https://orcid.org/0000-0002-0466-3050

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgncia.v7i1.35664

Palavras-chave:

Assessoria Jurídica Universitária Popular, Pandemia da COVID-19, RENAJU, Assistência jurídica/social, Extensão Universitária

Resumo

Neste artigo, registramos os principais impactos causados na atuação das Assessorias Jurídicas Universitárias Populares (AJUP) pela pandemia da COVID-19. As AJUP, enquanto extensões universitárias, tiveram seus projetos impactados pelas medidas de contenção da infecção. Utilizamos entrevistas semiestruturadas com membros de onze AJUP do Brasil, distribuídas entre as cinco regiões do país. Através do destaque das principais diferenças entre as formas de atuações das AJUP, antes e durante a pandemia, indicamos quais são os novos desafios enfrentados por elas em onze bases comuns de orientação-formação, propostas por Assis da Costa Oliveira. Apesar dos desafios, as novas formas de resistência e protagonismo das(os) ajupianas(os) indicam que o projeto de luta por direitos está vivo e pulsante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AATR, Associação de Advogados(as) de Trabalhadores(as) Rurais. Eugênio Lyra Presente. Artes Gráficas e Indústria LTDA. Salvador ”“ BA. 1981.

ALMEIDA, Ana Lia. Junto aos esfarrapados do mundo: a educação popular da Assessoria Jurídica Universitária Popular. In: Revista InSURgência. Brasília, 2016, p. 159-193.

. Um estalo nas faculdades de direito: perspectivas ideológicas da assessoria jurídica universitária popular. João Pessoa: Programa de Pós-Graduação (Doutorado) em Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba, 2015.

BRASIL. Painel Coronavírus, 2020. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/>. Acesso em: 11 dez. 2020.

. Resolução CNE/CES 7/2018. Diário Oficial da União, Brasília, 19 de dezembro de 2018, Seção 1, pp. 49 e 50. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=104251-rces007-18&category_slug=dezembro-2018-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 26 nov. 2020.

DIEHL, Diego Augusto. Metodologia da assessoria jurídica popular na luta pela realização histórica dos direitos humanos. In: ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO (ANDHEP), 5. Anais. Belém ”“ PA, 2009. Disponível em: <http://www.andhep.org.br/images/downloads/encontros/anais/vencontro/gt2/gt2p04.pdf>.

. Metodologia da assessoria jurídica popular na luta pela realização histórica dos direitos humanos ”“ Parte 2. In: SEMINÁRIO DIREITO, PESQUISA E MOVIMENTOS SOCIAIS, 2. Anais. IPDMS. Cidade de Goiás, 2013, p. 1021-1047.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

. Extensão ou Comunicação. 8ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

. Pedagogia do Oprimido. 3ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

. Que fazer: teoria e prática em educação popular. Petrópolis: Ed. Vozes, 1993.

GÓES JUNIOR, José Humberto de. Carta sobre a práxis de ensinar/aprender/transformar ”“ para superar o “eu” e o “outro” da educação popular, da extensão popular e da assessoria jurídica popular. In: Revista InSURgência. Brasília, ano 2, v.2, n.2, 2016, p. 291-319.

MIRANDA, Carla; MOREIRA, Érika Macedo; ROCHA, Rogério Fernandes. A Assessoria Jurídica Popular como instrumento de transformação social em face da crise do estado. Revista da Faculdade de Direito da UFG, 32(2), 39/52. https://doi.org/10.5216/rfd.v32i2.12137

OLIVEIRA, Assis da Costa. Assessoria Jurídica Universitária Popular: bases comuns para rumos diferentes. In: Direito e Práxis. [S. l.], v. 1, ed. 1, 2010, p. 110-126. Disponível em: <https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaceaju/article/viewFile/1144/5067>. Acesso em: 23 nov. 2020.

RENAJU. Estatuto do Tesão. In: Revista InSURgência. Brasília, ano 2, v.2, n.2, 2016, p. 460-462.

RIBAS, Luiz Otávio. Assessoria Jurídica Popular Universitária e Direito Humanos: o diálogo emancipatório entre estudantes e movimentos sociais (1988-2008). Porto Alegre: Monografia para obtenção do grau de especialista em Direitos Humanos - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

. Direito Insurgente e pluralismo jurídico: assessoria jurídica de movimentos populares em Porto Alegre e no Rio de Janeiro (1960-2000). Florianópolis: Monografia para obtenção do grau mestre em Filosofia e Teoria do Direito - Universidade Federal de Santa Catarina, 2009.

SANTOS, Boaventura de Souza. A Universidade no Século XXI: Para uma reforma democrática e emancipatória da Universidade. [S.I.]: Cortez, 2004.

Downloads

Publicado

31-01-2021

Como Citar

Gomes de Abreu, G., Orlando Borges de Oliveira, E., & Fernandes Rocha, R. (2021). Impactos da pandemia na extensão universitária brasileira: as experiências e os desafios da Assessoria Jurídica Universitária Popular. InSURgência: Revista De Direitos E Movimentos Sociais, 7(1), 146–176. https://doi.org/10.26512/insurgncia.v7i1.35664