Deleuze sobre a importância do acordo discordante em Kant

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rfmc.v5i2.12610

Palavras-chave:

Gilles Deleuze. Immanuel Kant. Terrence Malick. Filosofia Continental. Estética

Resumo

Apresentamos a leitura deleuziana do papel e do poder da imaginação e do esquematismo no juízo estético segundo Immanuel Kant destacando, em particular, a importância de se pensar um desacordo entre faculdades e de, no limite, afirmarmos a impossibilidade de uma filosofia da arte. Como se dá o processo que liga sensações e conceitos, arte e filosofia? Ao respondermos a esta questão, também esclarecemos a situação peculiar de Kant na filosofia de Gilles Deleuze e a leitura que este faz em A Filosofia Crítica de Kant, publicado em 1963. Teremos como objeto de análise um filme sensorial, To the Wonder/A Essência do Amor (2012), realizado por Terrence Malick.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Susana Viegas, Universidade Nova de Lisboa; Deakin University

Susana Viegas é desde 2014 bolseira de pós-doutoramento da FCT no Ifilnova/Universidade Nova de Lisboa e na Universidade de Deakin. Licenciada e mestre em filosofia, doutorou-se em Filosofia, variante Estética, na Universidade Nova de Lisboa em 2013 com uma dissertação sobre a filosofia do cinema em Gilles Deleuze tendo recebido uma bolsa de doutoramento da FCT (2007-2011). Colaborou no projeto do Ifilnova "Film & Philosophy: Mapping an encounter" e é coeditora da ‘Cinema: Revista de Filosofia e da Imagem em Movimento’ (cjpmi.ifilnova.pt). 

Downloads

Publicado

2018-08-10

Como Citar

VIEGAS, S. Deleuze sobre a importância do acordo discordante em Kant. Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 329–348, 2018. DOI: 10.26512/rfmc.v5i2.12610. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/12610. Acesso em: 30 nov. 2022.