Os Faunos de Nijinsky: As (Re) Interpretações de L’Après-Midi D’um Faune

Autores

  • Amanda Bortoluzzi Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i34.28163

Palavras-chave:

Fauno. Ballet Russo. Vaslav Nijinsky.

Resumo

Com música por Claude Debussy, design de Liev Bakst e coreografia de Vaslav Nijinsky, L'Après-midi d'un Faune estreou, no palco do Théâtre du Châtelet, em Paris, no dia 29 de maio de 1912, com grande polêmica. Retratando a história do encontro de um Fauno com um grupo de ninfas por meio de movimentos marcados e uma posição-base pouco convencional para o ballet clássico à época, o primeiro trabalho como coreógrafo do aclamado "deus da dança" foi imerso nas controvérsias que levariam o espetáculo, e a personagem do Fauno, a serem vistos como sinônimo do nome Vaslav Nijinsky. Enquanto única coreografia do bailarino russo a sobreviver os quase setenta anos entre sua estreia e a reconstrução feita na década de 1980, L'Après-midi d'un Faune viveu na memória. Este trabalho busca refletir se essa diz mais respeito à coreografia em si ou ao coreógrafo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2004.

HODSON, Millicent. Nijinsky's Choreographic Method: Visual Sources from Roerich for “Le Sacre du Printemps”. Dance Research Journal, Vol. 18, No. 2, Russian Folklore Abroad, p. 7-15, 1986-1987.

INGRAM, Susan. Nadezhda Mandel’shtam, Romola Nijinsky and the Literary Legacies of their Love. Canadian Slavonic Papers/Revue Canadienne des Slavistes, Vol. 41, No. ¾, 1999.

JACKSON, Naomi. Reviewed Works: Nijinsky's Faune Restored: A Study of Vaslav Nijinsky's 1915 Dance Score "L'Après-Midi d'un Faune" and His Dance Notation System by Ann Hutchinson Guest, Claudia Jeschke; A Revival of Nijinsky's Original L'Après-Midi d'un Faune by Jill Beck. Dance Research Journal, Vol. 26, No. 2, p. 36-37, 1994.

JARVINEN, Hanna. Dancing Genius: The Stardom of Vaslav Nijinsky. Nova York: Palgrave Macmillan, 2014.

JARVINEN, Hanna. Dancing without Space: On Nijinsky's L'Après-midi d'un Faune (1912). Dance Research: The Journal of the Society for Dance Research, Vol. 27, No. 1, p. 28-64, 2009.

KAVANAGH, Julie. Nureyev: The Life. Nova York: Vintage Books, 2008.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: A Problemática dos Lugares. Projeto História. São Paulo: N. 10, 1993.

OLIVEIRA, Eliene Dias de; TEDESCHI, Losandro Antonio. Nos Caminhos da Memória, nos Rastros da História: Um Diálogo Possível. Revista Rascunhos Culturais. Coxim: V. 2, N. 4, p. 45-54, 2011.

STRAVINSKY, Igor. Stravinsky: an autobiography. Nova York: Simon and Schuster, 1936.

Downloads

Publicado

2019-11-10

Como Citar

BORTOLUZZI, A. Os Faunos de Nijinsky: As (Re) Interpretações de L’Après-Midi D’um Faune. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 34, p. 19–38, 2019. DOI: 10.26512/emtempos.v1i34.28163. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/28163. Acesso em: 10 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos