A sofisticação teórica da produção relativa à História das Mulheres e aos Estudos de Gênero

entrevista com Rachel Soihet

Autores

  • Fabrícia Pimenta

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i11.20078

Palavras-chave:

Entrevista.

Resumo

Entrevista com Rachel Soihet.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrícia Pimenta

Graduada em Direito, Mestre em Ciência Política pela UnB e doutoranda na UnB em História na linha de pesquisa “Estudos Feministas e de Gênero”. Apoio financeiro para a pesquisa: CNPq.

Referências

ARENDT, Hannah.A Condição Humana. Rio de Janeiro/São Paulo: Forense Universitária/ EDUSP, 1981.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero. Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 2003, p.25.

LAQUEUR, Thomas. Inventando o Sexo. Corpo e gênero dos gregos a Freud. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001, p.23.

NAVARRO-SWAIN, Tânia. “A invenção do corpo feminino ou a hora e a vez do nomadismo identitário?”Textos de História. Brasília: UnB, vol.8, n.1/ 2 p. 47-84.

NICHOLSON, Linda. “Interpretando o Gênero” Revista Estudos Feministas. Vol.8 N.2. Florianópolis: Centro de Filosofia e Ciências Humanas ”“ UFSC, 2000. p. 9-41

PISCITELLI, Adriana. “Reflexões em torno do gênero e feminismo”. IN: COSTA, Claudia de Lima e SCHMIDT, Simone Pereira. Poéticas e políticas feministas. Florianópolis: Editora Mulheres, 2004, p.54/55.

SCOTT, Joan. Gênero: Uma Categoria Útil de Análise Histórica. Tradução de Christine Rufino Dabat e Maria Betânia Ávila. Recife: SOS Corpo, 1991.

SKINNER, Quentin. Hobbes e a teoria clássica do riso. São Leopoldo RS: Editora UNISINOS, 2002.

Downloads

Publicado

2011-02-03

Como Citar

PIMENTA, F. A sofisticação teórica da produção relativa à História das Mulheres e aos Estudos de Gênero: entrevista com Rachel Soihet. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 11, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i11.20078. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/20078. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Entrevista