Um grito de socorro

a democracia roubada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i38.34936

Palavras-chave:

Regime militar. Golpe de Estado. Democracia.

Resumo

Mais de três décadas se passaram desde o término do regime militar no Brasil, e parece que todas as atrocidades cometidas pelos militares foram esquecidas ou perdoadas, ao menos por uma aparente maioria. Por isso, é necessário lembrar quais foram os motivos que levaram o exército a dar o golpe de Estado e tomar o governo para si. É importante saber que medidas foram tomadas para assegurar o golpe, (intitulado pelos militares e seus simpatizantes de revolução) como conseguiram manter a ditadura por tanto tempo. Por que ludibriar a população com mitos e ilusões foi tão benéfico para os militares? Como conseguiram mascarar sua ilegitimidade através de uma falsa ideia de democracia e como um golpe se tornou uma ''revolução vitoriosa''? Por meio de uma entrevista e dos seus métodos de investigação feita com um ex militar da cidade de Três Lagoas tentaremos elucidar todos estes pontos cruciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVEZ, Marcio Moreira. 68 Mudou o mundo. Rio de janeiro: Editora nova fronteira, 1963

BÁ, Amadou Hampâté. História geral da África: Metodologia e pré- história da África. Paris, 2010.

BONAVIDES, Paulo. Ciência Política. São Paulo: Malheiros editores LTDA, 2000.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania do Brasil: O longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2002.

DELGADO, Lucilia de Almeida Neves. História oral e narrativa: tempo, memória e identidades. In: VI Encontro Nacional de História Oral (ABHO) ”“ Conferência de Abertura HISTÓRIA ORAL, 6, 2003, p. 9-25.

FERNADES, Florestan. O que é revolução. São Paulo: editora brasiliense, 1981.

GRANJA, Aline Ferraz de Gouveia. Revolução, Golpe de Estado, Contra-Revolução e Globalização.

PANDOLFI, Dulce. Os comunistas e o golpe. In: 21 anos de regime militar: balanços e perspectivas. Rio de janeiro: editora da fundação Getúlio Vargas, 1994

POLLAK, Mickael. Memória e identidade social. Rio de Janeiro: Ed estudos históricos, 1992

PORTELLI, Alessandro. A história oral como gênero. Proj. História, SP, 2001.

REZENDE, Maria José de. A ditadura militar no Brasil: repressão e pretensão de legitimidade,1964-1984. Londrina: Eduel, 2013.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. 6ª impressão. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 2016

SEGATTOS, José Antônio. Crise Politica e derrota da democracia, 1964-2014: Golpe militar, história, memoria e direitos humanos. Araraquara-SP: Cultura acadêmica, 2014

SOARES, Glaucio Ary Dillon. O Golpe. In: 21 anos de regime militar: balanços e perspectivas. Rio de janeiro: Editora da fundação Getúlio Vargas, 1994.

THOMSON, Alistair. Recompondo a memória. Proj. História, São Paulo, (15) abr. 1997

VANCINA, Jan. História geral da África: Metodologia e pré- história da África. Paris, 2010.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

PEREIRA, P. H. L. Um grito de socorro: a democracia roubada. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 38, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i38.34936. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/34936. Acesso em: 3 fev. 2023.