Revista Desempenho


Revista Desempenho

 

A Revista Desempenho, periódico dos alunos da pós-graduação em Linguística Aplicada da UnB, por quem é editada e gerida, é publicada duas vezes por ano. 

 Aceitamos submissão de trabalhos ao longo do ano, em fluxo contínuo e realizamos, no mesmo período, chamadas para publicação. Anualmente são lançadas duas edições do conjunto de trabalhos submetidos, sendo uma através de chamada semestral e/ou fluxo contínuo e a outra através edição temática. 

         São bem-vindos trabalhos que enfoquem a aquisição e ensino/aprendizagem de Línguas Estrangeiras, bem como o uso de novas tecnologias em sala de aula segunda língua, formação de professores de línguas, autonomia na aprendizagem, entre temas recorrentes que tratem ou se situem em áreas afins. Todos os trabalhos que versem sobre temática diferente da linha editorial adotada serão analisados e, a partir dos pareceres e avaliações dados sobre o manuscrito, poderão ser publicados a cargo dos editores.   

       Todos os trabalhos serão submetidos a uma comissão técnico-científica que avaliará sua coerência dentro da linha de publicação da revista. Todos os originais precisam estar dentro das normas de formação da revista  e sem problemas ortográficos para que possam ser apresentados para parecer técnico-científico. 

     Os números anteriores a 2008 não estão disponíveis online, sendo preciso solicitá-los diretamente ao Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada da UnB. 

 

A partir da Edição n. 27, a revista passa a utilizar o método Ahead-of-print de publicação em aberto do seu número. 

 

CHAMADAS PARA PUBLICAÇÃO 2017

01/2017

Nº 27

 

 Tema geral na área de Linguística Aplicada e Ensino-aprendizagem de línguas 

Submissão em Fluxo contínuo: Tema geral 

Prazo para envio: Abril de 2017. 

Previsão para publicação: 

Setembro de 2017 

02/2017

Nº 28

Dossiê Temático: Interculturalidade na Internacionalização do Ensino Superior 

 

Prazo para envio: Julho de de 2017

Previsão para publicação: 

Novembro 

 

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO 01/2017

A Revista Desempenho convida pesquisadores na área de Linguística Aplicada e áreas afins para submeter artigos (em português e inglês) para sua Edição nº 26 que será lançada no primeiro semestre de 2017. A submissão precisa seguir as normas para publicação disponíveis no site da revista (http://periodicos.unb.br/index.php/rd/about/submissions#authorGuidelines) e ser submetida pelo próprio sistema da revista nos formatos .doc ou .docx. O autor pode submeter o trabalho até o dia 05 de março de 2017, às 23h59. Os trabalhos que forem submetidos após esse período ou que não estiverem de acordo com as normas para publicação serão recusados. Cada autor poderá submeter apenas um artigo, mesmo que na condição de coautor. Esta edição tem data de publicação prevista para maio de 2017.

 

DOSSIÊ TEMÁTICO

Esta edição da Revista Desempenho traz para debate e reflexão a temática da Interculturalidade na Internacionalização do Ensino Superior.


Editores convidados: Lynn Mário T. Menezes de Souza (USP) e Juliana Zeggio Martinez (UFPR)  

No mundo contemporâneo - globalizado e neoliberal, tanto políticas de multiculturalismo quanto de internacionalização do Ensino Superior tem recebido destaque. Tais políticas emergem da necessidade de governos e instituições atenderem às exigências da globalização, bem como dar conta das línguas e culturas que se encontram justapostas e em convivência por vezes dentro de uma mesma nação e por outras, entre diferentes nações. Neste cenário, alguns argumentam que o conceito de globalização refere-se a um fenômeno recente, multifacetado e problemático, que desemboca na interdependência de economias devido às novas tecnologias, a diminuição dos custos de mobilidade e os sistemas de comunicação cada vez mais ágeis e eficientes que permitem os fluxos ocorrerem com mais facilidade. Obviamente fluxos ocorrem e pessoas se movem pelos mais diferentes motivos - sejam por necessidades sociais e econômicas, ou individuais e pessoais, ou ainda por razões históricas de invasão ou colonização. Na base desta lógica emerge um forte desejo por laços sociais, culturais e acadêmicos entre diferentes nações.

 

Globalização, no entanto, deveria também ser pensada pela perspectiva da colonialidade, como a hierarquização e a desigualdade de raça, classe, gênero, culturas, línguas, saberes, entre outros elementos. Internacionalização e interculturalidade são atravessadas por ideologias e relações desiguais entre povos, línguas, culturas, saberes, e por isso demandam análises mais complexas que ultrapassem a ingênua celebração do encontro entre diferentes. Em espaços de justaposição de línguas, povos e culturas existe sempre a possibilidade de trocas produtivas de saberes e vivências. Deste modo, a importância de superar a mera compreensão da linguagem como comunicação deve surgir para permitir que a interculturalidade tenha existência e que as diferenças econômicas e históricas entre as várias comunidades em contato não sejam empecilhos para uma coexistência menos conflitante e mais igualitária. No cenário da internacionalização do Ensino Superior, esta é uma questão preocupação uma vez que o interesse pela mobilidade e fluxos parece ser mais imediato enquanto a interculturalidade e a complexidade das relações interculturais parecem esquecidas. O objetivo desta edição é problematizar epistemologias e pedagogias que tratem do aspecto intercultural da internacionalização ou do imbricamento entre interculturalidade, relações de poder, tais como colonialidade e internacionalização.

 

Palavras-chave: interculturalidade, internacionalização, globalização, colonialidade.

 

 

 

 

 

 

 

CALL FOR PAPERS

 

This edition of Revista Desempenho brings to debate and scrutiny the theme of Interculturality in the Internationalization of Higher Education.

 

In the contemporary world - globalized and neoliberal, policies of both multiculturalism and internationalization of Higher Education have been in the spotlight. Such policies emerge from the need of governments and institutions to meet the demands of globalization as well as to handle languages and cultures that are now juxtaposed and coexisting within the same nation and sometimes across different ones. Within this framework, some claim that the concept of globalization refers to a recent, multifaceted, and challenging phenomenon that leads to the interdependence of economies due to the new technologies, the decrease in mobility costs, and the fast and efficient communication systems that allow the flows to occur more easily. Undoubtedly flows happen and people move for many different reasons - such as social and economic or individual and personal needs, or even historical consequences of invasion and colonization. On the basis of this logic there appears a strong wish for social, cultural, and academic ties among different nations.

 

Globalization, however, should also be understood from the perspective of coloniality as the hierarchy and the inequality of race, class, gender, cultures, languages, and knowledges, among other elements. Internationalization and interculturality are traversed by ideologies and unequal relations among peoples, languages, cultures, knowledges, and therefore demand more complex analyses that go beyond a naive celebration of diversity. In spaces of juxtaposition of languages, peoples and cultures, there is always the possibility of fruitful exchanges of knowledge and experience. Therefore, the importance of surpassing the mere understanding of language as communication should arise to allow interculturality to come into existence. Thus, the economic and historical differences among various communities in contact do not have to be obstacles to a less conflictive and more egalitarian coexistence. In the internationalization of Higher Education scenario, this is a serious concern as the interest in mobility and flows seem more immediate while the interculturality and the complexity of intercultural relations are often forgotten. The aim of this issue is to problematize epistemologies and pedagogies that deal with the intercultural aspect of internationalization or the entanglement between interculturality, relations of power, such as coloniality, and internationalization.

 

Key-words: interculturality, internationalization, globalization, coloniality.

 

FLUXO CONTÍNUO: o periódico continua recebendo trabalhos em fluxo contínuo que poderão ser publicados, em seção Fluxo Contínuo nos próximos dossiês. 

 


Notícias

 
Nenhuma notícia publicada.
 
Outras notícias...

n. 27

Ahead-of-print do Número 27 (2017.1)

Sumário

Artigos

Márcia de Oliveira Lupia
PDF
1-16
Luciano Dias de Sousa, Lucas Borcard Cancela, Fernanda Abreu Gualhano, Luís Ricardo Soares Wenceslau
PDF
17-31
Ricardo Santos David
PDF
32-48
Adriano de Alcantara Oliveira Sousa
PDF
49-66