Agriculture and sustainable landscapes: agricultural diversification in the state of Minas Gerais, Brazil

Autores

  • Marina Lorena Campos Teixeira Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG
  • Sónia Maria Carvalho Ribeiro bUniversidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG

DOI:

https://doi.org/10.18472/SustDeb.v11n2.2020.28147

Resumo

A produção de alimentos é importante para garantir a segurança alimentar, e os diferentes modos de produção podem gerar diferentes impactos ambientais. A diversificação agrícola é considerada uma das formas de promover a sustentabilidade, tanto em termos ecológicos quanto socioeconômicos. Para compreender a dinâmica da agricultura em Minas Gerais este trabalho utiliza um indicador para caracterizar os sistemas de produção agrícola e avaliar a diversidade produtiva dos 853 municípios do estado. A maior parte dos municípios (62%) apresentou uma diversidade alta ou muito alta, sendo esta diversidade associada principalmente ao contexto da agricultura familiar. No entanto, a contribuição destes sistemas agrícolas diversificados para a economia dos municípios é relativamente baixa, mostrando que a sustentabilidade econômica de sistemas diversificados ainda é um desafio. É importante que, além do interesse do produtor, exista uma política pública de desenvolvimento rural capaz de viabilizar sistemas de produção agrícola alinhados com padrões de sustentabilidade ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALMEIDA, C. G. Análise espacial dos fragmentos florestais na área do Parque Nacional dos Campos Gerais, Paraná. 2008. Dissertação (Mestrado em Gestão do Território) ”“ Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná. Ponta Grossa, PR.
BARBOSA, P. J. F. et al. A importância da diversificação agrícola como complemento na renda familiar na região de Manhuaçu ”“ MG. Revista do CCEI, v. 20, n. 35, 2016.
BASTOS, S. Q. DE A.; GOMES, J. E. Dinâmica da agricultura no estado de Minas Gerais. Ruris, v. 5, n. 2, p. 45-76, 2011.
BRASIL. Lei 12.651/2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa. Brasília, DF. Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF.
BRASIL. Ministério de Minas e Energia. Análise de conjuntura dos biocombustíveis ”“ ano 2018. Empresa de Pesquisa Energética ”“ EPE. Rio de Janeiro, 2019.
BURNEY, J. A.; DAVIS, S. J.; LOBELL, D. B. Greenhouse gas mitigation by agricultural intensification. Proc. Natl. Acad. Sci. USA, v. 107, p. 12052”“12057, 2010.
EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Balanço do Governo de Minas apresenta o crescimento e a diversidade da agricultura do estado. 2018. Disponível em: <http://www.emater.mg.gov.br/portal.cgi?flagweb=novosite_pagina_interna&id=22669>. Acesso em: 04 out. 2018.
FUNDAÇÃO BRASILEIRA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Mapeamento em Alta Resolução dos Biomas Brasileiros ”“ Metodologia. 2018. Disponível em: <http://geo.fbds.org.br/Metodologia.pdf>. Acesso em: 24 set. 2018.
GARCIA, J. R.; ANDRADE, D. C. Panorama geral da industrialização de Minas Gerais (1970-2000). Leituras de Economia Política, Campinas, n. 12, 2007.
HAAS, J. M. Diversificação de Produção no Meio Rural como Estratégia de Sobrevivência: um estudo de caso da região noroeste do Rio Grande do Sul. In: Encontro Nacional da Anppas, 4, 2008, Brasília.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produto Interno Bruto dos Municípios. 2016. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dos-municipios.html?=&t=downloads>. Acesso em: 26 jun. 2019.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Agro 2017. 2019a. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario-2017>. Acesso em: set. 2019.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produção Agrícola Municipal (PAM): culturas temporárias e permanentes. 2019b. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/pam/tabelas>. Acesso em: nov. 2019.
INSTITUTO INTERNACIONAL PARA A SUSTENTABILIDADE. Paisagens Sustentáveis: integrando desenvolvimento rural e conservação ambiental. 2015. Disponível em: <http://www.iis-rio.org/media/archives/Relatorio_Workshop_Paisagens_Sustentaveis _IIS_2015.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2019.
INTERNATIONAL ENERGY AGENCY. Biofuels for transport. 2019. Disponível em: <https://www.iea.org/tcep/transport/biofuels/>. Acesso em: 02 abr. 2019.
KASSAM, A.; FRIEDRICH, T. An ecologically sustainable approach to agricultural production intensification: global perspectives and developments. Field Actions Science Report, special issue 6, 2012.
KASTNER, T.; KASTNER, M.; NONHEBEL, S. Tracing distant environmental impacts of agricultural products from a consumer perspective. Ecological Economics, v. 70, p. 1032-1040, 2011.
MICHLER, J. D.; JOSEPHSON, A. L. To Specialize or Diversify: agricultural diversity and poverty dynamics in Ethiopia. World Development, v. 89, p. 214-226, 2017.
MINAS GERAIS. A agropecuária mineira: sua história, sua evolução. 1978, 146 p.
ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. World Population Prospects 2017. 2017. Disponível em: <https://population.un.org/wpp/DataQuery/>. Acesso em: 30 mar. 2019.
PERFECTO, I.; VANDERMEER, J. The agroecological matrix as alternative to the land-sparing/agriculture intensification model. Proc. Natl. Acad. Sci. USA, v. 107, p. 5786”“5791, 2010.
PROJETO MAPBIOMAS. Coleção 4.1 da Série Anual de Mapas de Cobertura e Uso de Solo do Brasil. 2020. Disponível em: <http://mapbiomas.org/map#coverage>. Acesso em: 06 jun. 2020.
SANTANA, A. C.; FERREIRA, P. A.; ALENCAR, E. Diversificação da Agricultura Familiar no Sul de Minas Gerais: uma análise da percepção de professores e pesquisadores. Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, p. 2-4, 2009.
SIMPSON, E. H. Measurement of diversity. Nature, v. 163, p. 688, 1949.
SOUZA, C. G. et al. Análise da fragmentação florestal da área de proteção ambiental Coqueiral, Coqueiral ”“ MG. Ciência Florestal, v. 24, n. 3, p. 631-644, 2014.
TILMAN, D. et al. Global food demand and the sustainable intensification of agriculture. Proc. Natl. Acad. Sci. USA, v. 108, p. 20260”“20264, 2011.
TILMAN, D. Global environmental impacts of agricultural expansion: the need for sustainable and efficient practices. Proc. Natl. Acad. Sci. USA, v. 96, p. 5995”“6000, 1999.
VALENTE, R. O. A.; VETTORAZZI, C. A. Comparação entre métodos de avaliação multicriterial, em ambiente SIG, para a conservação e a preservação florestal. Scientia Forestalis, n. 69, p. 51-61, 2005.
WAHA, K. et al. Agricultural diversification as an important strategy for achieving food security in Africa. Global Change Biology, v. 24, n. 8, 2018.

Publicado

2020-08-31 — Atualizado em 2020-08-31

Versões

Como Citar

Campos Teixeira, M. L., & Carvalho Ribeiro, S. M. (2020). Agriculture and sustainable landscapes: agricultural diversification in the state of Minas Gerais, Brazil. Sustentabilidade Em Debate, 11(2), 17–42. https://doi.org/10.18472/SustDeb.v11n2.2020.28147

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)