Geração hip-hop e a construção do imaginário na periferia do Distrito Federal

Main Article Content

Breitner Tavares

Resumo

Este artigo propõe observar elementos gerais referentes à construção de um estilo de vida hip-hop em termos de suas origens históricas de uma cultura planetária e, em especial, como fator preponderante para a configuração geracional. Para isso, se discute algumas trajetórias biográficas concernentes a uma configuração da cultura hip-hop vivenciada por jovens do Distrito Federal, compreendida como mecanismo produtor de orientações coletivas para uma determinada visão de mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Tavares, B. (2011). Geração hip-hop e a construção do imaginário na periferia do Distrito Federal. Sociedade E Estado, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/sociedade/article/view/5534
Seção
Dossiê
Biografia do Autor

Breitner Tavares, Universidade Federal de Alagoas

Professor adjunto no Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), atuando no
Programa de Pós-Graduação em Sociologia (mestrado); editor revista Latitude; membro do grupo de pesquisa
“Educação e Políticas Públicas: Gênero, raça/etnia e juventude” (Geraju). Foi bolsista internacional da Fundação Ford (2006-2009) e visiting scholar em estudos étnicos na Universidade da Califórnia, em Berkeley, através da Comissão Fulbright (2007-2008)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.