CONVERSAÇÕES ENTRE JOSÉ GERALDO E FRANCO BASAGLIA

POR UMA NOVA PRÁXIS SOCIAL PARA O DIREITO E A PSIQUIATRIA

Autores

Palavras-chave:

José Geraldo de Sousa Jr, franco basaglia, O Direito Achado na Rua, psiquiatria, democracia , praxis social

Resumo

Este artigo objetiva propor um diálogo entre José Geraldo de Sousa Junior e Franco Basaglia a partir da relação entre os pressupostos de O Direito Achado na Rua e as proposições da Psiquiatria Democrática. Além de contribuir para a reflexão crítica sobre as práticas e fundamentos da Psiquiatria, esse diálogo também subsidia a construção de novas lentes para enxergar o Direito e suas formas de realização. Observa-se a produção de um conhecimento engajado, que reflete sobre a práxis social constituída na experiência comum de luta por justiça e por direitos. Destaca-se que as ideias desses intelectuais trazem a importância da visibilidade e organização dos atores que estão à margem ou em contraposição aos espaços constituídos para a sua expressão tradicional e fortalecem o projeto que visa a transformação social. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ludmila Cerqueira Correia, Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

Doutora em Direito, Estado e Constituição pela Universidade de Brasília (2018), com estágio doutoral no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (2015/2016). Mestra em Ciências Jurídicas (área de Direitos Humanos) pela Universidade Federal da Paraíba, com estágio no Departamento de Teoria e História do Direito da Università degli Studi di Firenze).

Referências

MARANTE, Paulo Duarte de Carvalho. Uma aventura no manicômio: a trajetória de Franco

Basaglia. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, I (1): 61-77, jul.-out., 1994. Disponível

em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v1n1/a06v01n1.pdf. Acesso em: 15 mar. 2022.

BARROS, Denise Dias. Cidadania versus periculosidade social: a desinstitucionalização

como construção do saber. In: AMARANTE, Paulo Duarte de Carvalho (Org.). Psiquiatria

Social e Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1994. p. 171-195.

BASAGLIA, Franco. A psiquiatria alternativa: contra o pessimismo da razão, o otimismo

da prática. São Paulo: Brasil Debates, 1979.

______. La distruzione dell’ospedale psichiatrico come luogo di istituzionalizzazione.

In: BASAGLIA, Franca Ongaro (a cura di). Franco Basaglia. Scritti I, 1953-1968. Dalla

psichiatria fenomenológica all’esperienza di Gorizia. Torino: Einaudi, 1981a. p. 249-258.

______. Potere ed istituzionalizzazione. Dalla vita istituzionale alla vita di comunità.

In: BASAGLIA, Franca Ongaro (a cura di). Franco Basaglia. Scritti I, 1953-1968. Dalla

psichiatria fenomenológica all’esperienza di Gorizia. Torino: Einaudi, 1981b. p. 283-293.

______. Conversazione: a proposito della nuova legge 180. In: BASAGLIA, Franca Ongaro

(a cura di). Franco Basaglia. Scritti II, 1953-1968. Dall’apertura del manicomio ala

nuova legge sull’assistenza psichiatrica. Torino: Einaudi, 1982. p. 473-485.

______. A instituição negada. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

______. Conferenze brasiliane. In: BASAGLIA, Franca Ongaro; GIANNICHEDDA, Maria

Grazia (a cura di). Conferenze brasiliane. Milano: Raffaello Cortina Editore, 2000. p.

-232.

______. Escritos selecionados em saúde mental e reforma psiquiátrica. Rio de

Janeiro: Garamond, 2005.

BASAGLIA, Franco; BASAGLIA, Franca Ongaro. Crimini di pace. In: BASAGLIA, Franco;

BASAGLIA, Franca Ongaro (a cura di). Crimini di pace. Ricerche sugli intellettuali e sui

tecnici come addetti all’oppressione. Torino: Einaudi, 1975. p. 11-105.

______. Un problema di psichiatria istituzionale. L’esclusione come categoria sóciopsichiatrica. In: BASAGLIA, Franca Ongaro (a cura di). Franco Basaglia. Scritti I, 1953-

Dalla psichiatria fenomenológica all’esperienza di Gorizia. Torino: Einaudi, 1981. p 309-328.

BASAGLIA, Franco; TRANCHINA, Paolo (a cura di). Autobiografia di un Movimento.

-1979. Dal manicomio alla Riforma Sanitaria. Arezzo: Fogli di Informazione; Psichiatria

Democratica, 1979.

CORREIA, Ludmila Cerqueira. Por uma pedagogia da loucura: experiências de

assessoria jurídica popular universitária no contexto da Reforma Psiquiátrica brasileira.

382 f. Tese (Doutorado em Direito, Estado e Constituição) – Faculdade de Direito,

Universidade de Brasília, Brasília.

DELL’ACQUA, Peppe. Dal superamento del manicomio ai servizi territoriali di salute

mentale. Roma: IDeass, 2012.

GIANNICHEDDA, Maria Grazia. Introduzione. In: BASAGLIA, Franca Ongaro;

GIANNICHEDDA, Maria Grazia (a cura di). Conferenze brasiliane. Milano: Raffaello

Cortina Editore, 2000. p. XIII-XXII.

LYRA FILHO, Roberto. O que é direito. São Paulo: Brasiliense, 1982a.

______. Introdução ao Direito. Direito e avesso. Boletim da Nova Escola Jurídica

Brasileira. Ano 1. n. 2. Jul/Dez. Brasília: Edições Nair Ltda, 1982b.

______. Pesquisa em QUE Direito? Brasília: Edições Nair Ltda, 1984.

MINGUZZI, Gian Franco. Intervenção. In: FLEMING, Manuela (Coord.). Psiquiatria e

antipsiquiatria em debate. Porto: Afrontamento, 1977. p. 75-80.

ROTELLI, Franco. A instituição inventada. In: NICÁCIO, Fernanda. (Org.).

Desinstitucionalização. 2 ed. São Paulo: Hucitec, 2001. p. 89-99.

SOUSA JUNIOR, José Geraldo de (Org.). Introdução crítica ao direito - Série o direito

achado na rua. v. 1. 4 ed. Brasília: Universidade de Brasília, 1993.

SOUSA JUNIOR, José Geraldo de. Movimentos Sociais e Práticas Instituintes de Direito:

Perspectivas para a Pesquisa Sócio-Jurídica no Brasil. In: Conferências na Faculdade de

Direito de Coimbra 1999/2000, Coimbra. Boletim da Faculdade de Direito - Universidade

de Coimbra. Coimbra: Coimbra Editora, 2000. p. 233-253.

______. Sociologia jurídica: condições sociais e possibilidades teóricas. Porto Alegre: Sérgio Fabris, 2002.

______. Direito como liberdade: o Direito achado na rua: experiências populares

emancipatórias de criação do Direito. 2008a. 338 f. Tese (Doutorado em Direito, Estado

e Constituição) – Faculdade de Direito, Universidade de Brasília, Brasília.

______. Idéias para a cidadania e para a justiça. Porto Alegre: Sérgio Fabris, 2008b.

______. (Org.). O direito achado na rua: concepção e prática. Rio de Janeiro: Lumen

Juris, 2015.

______. Concepção e prática do O Direito Achado na Rua: plataforma para um Direito

Emancipatório. Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário. 2017. abr./jun, 6(2).

p. 145-158. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/

article/view/389/462. Acesso em: 15 mar. 2022.

TRANCHINA, Paolo; TEODORI, Maria Pia (a cura di). Psichiatria Democratica trent’anni.

Collana dei Fogli di informazione. Pistoia: Centro di Documentazione di Pistoia, 2003

v. 6 n. 2 (2022): Revista Direito.UnB |Maio - Agosto, 2022, V. 06, N. 2

Downloads

Publicado

2022-08-30

Como Citar

CORREIA, Ludmila Cerqueira. CONVERSAÇÕES ENTRE JOSÉ GERALDO E FRANCO BASAGLIA: POR UMA NOVA PRÁXIS SOCIAL PARA O DIREITO E A PSIQUIATRIA. Direito.UnB - Revista de Direito da Universidade de Brasília, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 93–111, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/revistadedireitounb/article/view/44790. Acesso em: 21 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.