AQUISIÇÃO EMERGENCIAL DO PNAE, NO RN, E SUA IMPORTÂNCIA PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR

Autores

  • Janine Beatriz Torres Aluna da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Alexandre de Oliveira Lima Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Ivi Aliana Carlos Dantas Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
  • José Edson de Albuquerque Araújo Secretaria da Cultura do Esporte e Lazer - SEEC

DOI:

https://doi.org/10.33240/rba.v15i4.23316

Palavras-chave:

COVID-19, Alimentação Escolar, Agroecologia, Compras Públicas

Resumo

O presente artigo tem por objetivo discutir os principais avanços decorrentes da compra do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) utilizando como referência a experiência da aquisição emergencial de produtos da agricultura familiar de base agroecológica do Rio Grande do Norte (RN), durante a pandemia do COVID-19. Por meio do levantamento bibliográfico sobre políticas públicas de compras governamentais da agricultura familiar e de dados levantados junto à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (SEDRAF-RN) e da Secretaria da Cultura do Esporte e Lazer (SEEC), o artigo traz como resultado a compra de mais de 300 toneladas de produtos agroecológicos e a distribuição de 215 mil kits em mais 600 escolas da rede estadual. As políticas públicas de incentivo à agricultura familiar contribuíram para a valorização dos produtores familiares e dos produtos agroecológicos, mostrando que é possível um novo paradigma centrado no desenvolvimento sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-15

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

<< < 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.