Percepções de estudantes egressos de projetos de extensão sobre a extensão universitária da FURB

Autores

  • Marilda Angioni Universidade Regional de Blumenau
  • Mariana Aparecida Vicentini

Palavras-chave:

Projeto. Extensão. Estudante. Extensionistas.

Resumo

O projeto de pesquisa “A relação Universidade-Sociedade na Universidade Regional de Blumenau: percepção da comunidade sobre a Extensão Universitária da FURB ”“ Universidade Regional de Blumenau” teve por objetivo conhecer a percepção da comunidade externa e de estudantes extensionistas sobre os projetos de extensão universitária em que se envolvem. Neste artigo, serão apresentados os resultados finais da pesquisa com estudantes extensionistas egressos de projetos de extensão da FURB nos anos de 2009 a 2012. Como base teórica para o desenvolvimento do projeto foram estudados autores como: Botomé (1996), Síveres (2012), Santos (1997), Rabel (2012) e Silva (2006).  O instrumento de coleta de dados foi o grupo focal, do qual participaram uma bolsista da área temática  saúde, uma da área temática direitos humanos e duas da área temática educação. Da análise dos dados foi possível perceber que o projeto trouxe contribuições para a vida pessoal, profissional e acadêmica dos entrevistados, que recomendam o ingresso em um projeto de extensão, pois este é capaz de ampliar e modificar a visão que se tem da universidade, da comunidade e da sociedade em geral. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marilda Angioni, Universidade Regional de Blumenau

Professora Mestra em Serviço Social no Departamento de Serviço Social da Universidade Regional de Blumenau (FURB) e especialista em Extensão Universitária.

Mariana Aparecida Vicentini

Graduada em Letras pela Furb e Bacharel em Ciências Contábeis.

Referências

ALMEIDA, L. P. A extensão universitária: processo
de aprendizagem do aluno na construção do fazer
profissional. In: SÍVERES, Luiz (Org.). Processos de
aprendizagem na extensão universitária. Goiânia:
Editora da PUC Goiás, 2012.
ARROYO, D. M. P.; ROCHA, M. S. P. de M. L.
da. Meta-avaliação de uma extensão universitária:
Estudo de caso. Avaliação (Campinas), Sorocaba ,
v. 15, n. 2, July 2010 . Disponível em:<http://www.
scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-
40772010000200008&lng=en&nrm=iso>. Acesso
em 05 set.2013.
BACKES, D. S. et al.. Grupo focal como técnica de
coleta e análise de dados em pesquisas qualitativas.
Revista O Mundo da Saúde. São Paulo, SP, v. 35, n.
4, 438-442, out./dez 2011. Disponível em: < http://
www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/88/10_
GrupoFocal.pdf >. Acesso em: 17 set. 2013.
BARBETTA, P. A. Estatística aplicada às ciências
sociais. 5.ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 1998.
BARDIN, L.. Análise de conteúdo. [tradução: Luís
Antero Reto e Augusto Pinheiro]. -4.ed. - Lisboa :
Edições 70, 2010. - 281 p. :il.
BEUREN, I. M.; RAUPP, F. M. Metodologia da
Pesquisa aplicável às ciências sociais. In: Beuren,
Ilse Maria (Org.). Como elaborar trabalhos
monográficos em contabilidade: teoria e prática.
São Paulo: Atlas, 2006.
BOTOMÉ, S. P.. Pesquisa alienada, ensino
alienante: o equívoco da extensão universitária. Rio
de Janeiro: Vozes, 1996.
DIAS, C. A. Grupo Focal: técnica de coleta de
dados em pesquisas qualitativas. Informação &
Sociedade: Estudos, João Pessoa, PB, v. 10, n. 2,
2000, trimestral. Disponível em: <http://periodicos.
ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/330/252>.
Acesso em: 10 set. 2013.
FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO
DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO
SUPERIOR PÚBLICAS BRASILEIRAS. Política
Nacional de Extensão Universitária. Manaus:
Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições
de Educação Superior Públicas Brasileiras, 2012.
Disponível em: <http://www.renex.org.br/
documentos/2012-07-13-Politica-Nacional-deExtensao.pdf>. Acesso em: 13 set. 2012.
GUEDES, B. N.; et. al. Grupo focal: métodos
e aplicações em pesquisas qualitativas. Revista
Brasileira de Ciências da Saúde. João Pessoa, PB,
v.10, n.1, p. 87-92, 2006, trimestral. Disponível
em: < http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rbcs/
issue/view/427> Acesso em: 27 set. 2013.
GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa.
4.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
RABEL, L. C.. Os sujeitos envolvidos no fazer
da extensão universitária. In: SÍVERES, Luiz
(Org.). Processos de aprendizagem na extensão
universitária. Goiânia: Editora da PUC Goiás,
2012.
RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e
técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.
SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o
político na pós-modernidade. Porto: Afrontamento,
1997.
SILVA, M. S.; VASCONCELOS, S. D. Extensão
universitária e formação profissional: avaliação da
experiência das ciências biológicas na Universidade
Federal de Pernambuco. Estudos em Avaliação
Educacional, v.17, n.33, jan./abril, 2006. Disponível
em: < http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/
eae/arquivos/1280/1280.pdf> Acesso em: 11 dez.
2014.
SÍVERES, L. (Org.). Processos de aprendizagem
na extensão universitária. Goiânia: Editora da
PUC Goiás, 2012.

Downloads

Publicado

2015-10-08

Como Citar

ANGIONI, M.; VICENTINI, M. A. Percepções de estudantes egressos de projetos de extensão sobre a extensão universitária da FURB. Participação, [S. l.], n. 27, p. 56–65, 2015. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/22264. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos de desenvolvimento teórico