Entre cinema, música e memórias

Análise do documentário Mobília em Casa e suas representações de Brasília

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n24.2019.05

Palavras-chave:

Brasília, representações, cinema, semiótica

Resumo

Este artigo consiste em uma análise do longa-metragem Mobília em Casa - Móveis Coloniais de Acaju e a cidade (2014), produção autoral narrada em primeira pessoa pelo diretor José Eduardo Belmonte. O estudo busca, de modo geral, relacionar o documentário a representações de Brasília em distintos períodos, desde a construção até a maturidade da cidade. A narrativa, filmada em dez locações distintas do Distrito Federal, apresenta imagens que engendram representações a partir das quais busca-se aqui criar pontos de conexão para contemplar o objetivo desta análise. Com base em críticas já elaboradas sobre Brasília, pergunta-se: as imagens do longa-metragem contribuem para a cristalização ou desconstrução da visão clássica que, em geral, se tem desta cidade fora dela (do seu insucesso e de como sua forma e seus espaços não propiciariam a sociabilidade dos habitantes)? Para elaboração de possíveis respostas, o documentário será confrontado com tais teses por meio de uma revisão crítica da literatura. Como referência metodológica recorrer-se-á à Teoria Geral da Semiótica, de Charles Sanders Peirce, que auxiliará na leitura de tais representações e dos possíveis significados a elas associados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BICCA, Paulo. Brasília: mitos e realidades. In: PAVIANI, Aldo (Org.). Brasília, ideologia e realidade: espaço urbano em questão. São Paulo: Projeto, 1985.
BIZELLO, Maria Leandra. Entre fotografias e fotogramas: a construção da imagem pública de Juscelino Kubitschek (1956”“1961). 2008. 332 folhas. Tese (Doutorado em Multimeios) - Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2008.
CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados, v. 5, n. 11, p. 173”“191, 1991.
Companhia de Planejamento do Distrito Federal - CODEPLAN. Pesquisa de identificação e percepção dos usuários dos Restaurantes Comunitários do Distrito Federal. Brasília: CODEPLAN, 2013.
GOMES, Ana Lúcia de Abreu. Brasília nos filmes da Novacap. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, vol. 21, n. 1, p. 49”“58, 2013.
GOUVÊA, Luiz Alberto de Campos. Brasília: a capital da segregação e do controle social - uma avaliação da ação governamental na área da habitação. São Paulo: Annablume, 1995.
FERRARA, Lucrécia. Cidade: Imagem e imaginário. In: Os significados urbanos. São Paulo: Ática, 1986.
HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.
HOLSTON, James. A cidade modernista: uma crítica de Brasília e sua utopia. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
KOOLHAAS, Rem. Brasília por Rem Koolhaas. 2016. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/794076/brasilia-por-rem-koolhaas. Acesso em: 9 de ago. 2019.
MORE, Thomas. Utopia. Brasília: Editora Universidade de Brasília, Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, 2004.
MORICONI, Sérgio. Apontamentos para uma história. Brasília: Instituto Terceiro Setor, 2012.
OLIVEIRA, Tony Marcelo Gomes de. Marcas do processo de formação do espaço urbano de Brasília pela ótica da erradicação de favelas. Universitas Humanas, Brasília, v. 5, n. 1/2, p. 49”“76, 2008.
PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica e filosofia. São Paulo: Cultrix, 1972.
PEIRCE, Charles Sanders. Writings of Charles S. Peirce. Indiana: Indiana University Press, 1984.
PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 2005.
PESAVENTO, Sandra. Muito além do espaço: por uma história cultural do urbano. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 8, n. 16, p. 279”“290, 1995.
QUEIROZ, João. Classificações de signos de C. S. Peirce: de “On the logic of science” ao “Syllabus of certain topics of logic”. Trans/Form/Ação, São Paulo, vol. 30, n. 2, p. 179”“195, 2007.
RODOLPHO, Adriane Luisa. Rituais, ritos de passagem e de iniciação: uma revisão da bibliografia antropológica. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 44, n. 2, p. 138”“146, 2004.
SANDOVAL, Liz da Costa. Brasília, cinema e modernidade: percorrendo a cidade modernista. 2014. 141 folhas. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
SANTAELLA, Lucia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1983.
SANTAELLA, Lucia. Semiótica aplicada. São Paulo: Cengage Learning, 2012.
SANTAELLA, Lucia; NÖTH, Winfried. Comunicação e semiótica. São Paulo: Hacker Editores, 2004.
SILVA, Ernesto. História de Brasília: um sonho, uma esperança, uma realidade. Brasília: Linha Gráfica, 1999.
VASCONCELOS, Adirson. A mudança da capital. Brasília: Do Autor, 1978.

Downloads

Publicado

2020-03-05

Como Citar

Banducci Amizo, I., & Oliveira, L. (2020). Entre cinema, música e memórias: Análise do documentário Mobília em Casa e suas representações de Brasília. Paranoá, (24), 31–49. https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n24.2019.05

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)