Sobre a Revista

Foco e escopo

A revista Paranoá é um periódico científico mantido pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília. Ela publica trabalhos de pesquisa científicas dentro de um escopo multidisciplinar das diferentes áreas acadêmicas da Arquitetura e Urbanismo, aqui organizadas nas três seções da revista: Projeto e Planejamento; Teoria, História e Crítica; Tecnologia, Ambiente e Sustentabilidade.

Esta revista está aberta a contribuições da comunidade acadêmica nacional e internacional, não se restringindo a arquitetos e urbanistas, mas incluindo engenheiros, designers, geógrafos, economistas, sociólogos e demais especialistas que atuam nas diferentes escalas da cidade e do edifício.

A revista Paranoá aceita manuscritos em português, inglês e espanhol.

A revista Paranoá não cobra taxas de submissão, processamento e publicação dos artigos.

Políticas de Seção

Projeto e Planejamento

Esta seção publica artigos sobre políticas, planos e gestão em escalas diversas, do edifício ao território. No âmbito edilício, serão aceitos trabalhos de pesquisas que envolvam estratégias projetuais, configuração, representação e acessibilidade. No âmbito do urbano, a revista publicará análises e proposições sobre planejamento urbano e territorial, legislação urbanística, reabilitação, regularização fundiária urbana, mobilidade e transporte, bem como todas as questões relacionadas ao projeto, à ocupação e à apropriação do espaço urbano.

Editores
  • Gabriela Tenório
  • Maria do Carmo Bezerra
  • Rômulo José da Costa Ribeiro
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Teoria, História e Crítica

Esta seção acolhe artigos resultantes de pesquisas que abarquem processos teóricos e históricos de concepção, transformação e reflexão sobre arte, arquitetura, cidade e urbanismo, incluindo pesquisas em teoria e história da Arquitetura; teoria e história da cidade e do Urbanismo; patrimônio e preservação; estética, hermenêutica e semiótica. De forma ampla e aberta, a seção aceita artigos sobre os fundamentos epistemológicos e sociais da cultura, a articulação crítica do pensamento acerca do patrimônio cultural, e o estudo empírico e de fontes históricas, com metodologias diversas e enfoque interdisciplinar, em recortes espaço-temporais diversos.

Editores
  • Carlos Henrique Magalhães de Lima
  • Carolina Pescatori
  • Maria Fernanda Derntl
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Tecnologia, Ambiente e Sustentabilidade

Esta seção acolhe artigos de pesquisas relativas às tecnologias, técnicas e processos de produção da Arquitetura e do ambiente construído, com especial atenção à questão da sustentabilidade. A Paranoá aceita as seguintes abordagens no âmbito da tecnologia: debates sobre sistemas estruturais na Arquitetura e etapas da construção; projetos, técnicas, materiais, componentes, elementos, sistemas e processos no âmbito da construção e da produção da edificação e do espaço urbano; questões de qualidade desempenho, conforto ambiental e eficiência energética; pesquisas sobre o ambiente construído relativas à qualidade do espaço e sua gestão, reabilitação em seus aspectos físicos e socioambientais.

 
Editores
  • Caio Frederico e Silva
  • Daniel Sant'Ana
  • Vanda Alice Zanoni
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Resenhas

Esta seção aceita trabalhos que apresentem e analisem criticamente livros na área de Arquitetura e Urbanismo e afins que tenham sido publicados nos últimos dois (2) anos.  Não serão aceitas resenhas realizadas pelos próprios autores. Resenhas podem ter até 20.000 caracteres com espaços (incluindo referências bibliográficas).

As resenhas serão avaliadas pela Comissão Editorial da Revista.

Traduções

Esta seção publica traduções para o português de textos relevantes para os campos da Arquitetura, do Urbanismo e afins. As traduções devem ser realizadas por tradutores competentes e precisam contar com a autorização de publicação dos autores e da editora onde o trabalho foi originalmente publicado. A avaliação será realizada pelo corpo editorial da revista considerando a pertinência do texto, sua relevância acadêmica e científica e a qualidade da tradução.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista Paranoá aceita apenas artigos submetidos pelo sistema OJS, não sendo aceitos artigos submetidos por email. Artigos que não cumpram as normas da revista serão imediatamente rejeitados. Todos os artigos são submetidos à avaliação cega por pares (preferencialmente por dois avaliadores - Double Blind Peer Review), sendo os avaliadores especialistas no tema do artigo. Serão publicados os trabalhos inéditos que na avaliação do Conselho Técnico-Científico contribuam, direta e indiretamente, para a reflexão e o debate na área de arquitetura e urbanismo, conforme as seguintes etapas de avaliação:

1ª etapa - Avaliação pelo editor

Os manuscritos submetidos à publicação serão avaliados segundo as normas adotadas pela revista Paranoá, considerando a relevância do tema da pesquisa, o escopo da revista, a estrutura do artigo, a metodologia, a qualidade da escrita e a pertinência das referências utilizadas. Os manuscritos que não atenderem a esses critérios serão indicados para nova submissão revisada ou imediatamente rejeitados.

2ª etapa - avaliação de plágio

O manuscrito será submetido à detecção de plágio com a ajuda de um software específico.

3ª etapa - Avaliação duplo-cega por pares

Dois especialistas na temática da pesquisa serão escolhidos pelo editor associado para avaliar o manuscrito. O prazo para avaliação e resposta ao editor é de 30 dias. Caso os pareceristas indicados não cumpram o prazo, haverá uma negociação quanto à extensão do prazo ou indicação de novo parecerista.

Serão avaliados os seguintes aspectos do manuscrito:

  • a estrutura e a qualidade da redação;
  • a originalidade e a relevância do conteúdo;
  • a clareza do recorte da pesquisa e seus objetivos;
  • a pertinência da metodologia em relação aos objetivos;
  • a atualidade, pertinência e abrangência das referências;
  • a qualidade da fundamentação teórica e do desenvolvimento do manuscrito;
  • a consistência dos resultados e a qualidade da discussão;
  • a qualidade e pertinência das figuras, tabelas e gráficos.

Para obter maiores detalhes sobre os parâmetros avaliativos, conheça o formulário de avaliação aqui.

Após a avaliação pelos pares, os editores associados tomarão conhecimento dos pareceres e recomendarão as seguintes opções: a) aceitar para publicação; b) aceitar para publicação com correções obrigatórias; c) submeter novamente para avaliação; d) submeter para outra revista; e) rejeitar para publicação.

Poderão ser realizadas quantas rodadas de avaliação os editores julgarem necessárias.

4ª etapa - Revisão, tradução e editoração

Após aceite final do artigo, os editores poderão exigir uma revisão técnica de português, a ser realizada por revisores indicados ou aprovados pela revista. O custo da revisão será de responsabilidade dos autores.

A Revista Paranoá incentiva os autores de artigos aceitos para publicação a realizar a tradução dos mesmos para o inglês para ampliar o alcance dos trabalhos, facilitando a internacionalização das pesquisas. No entanto, o custo da tradução será de responsabilidade dos autores. Reforçamos que a tradução é discricionária, mas altamente recomendada.

Todos os autores de artigos aprovados para publicação deverão assinar a Declaração de autoria.

 

Periodicidade

A Paranoá tem periodicidade Semestral em modo de publicação contínua, ou seja, cada artigo é publicado imediatamente após a aprovação e diagramação. 

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Qualis/Capes (avaliação 2019 - em homologação)

B1

Qualis/Capes (avaliação 2013-2016)

B2 - Arquitetura, Urbanismo e Design 

B2 - Filosofia

B3 - Direito  

B3 - História  

B5 - Planejamento Urbano e Regional/ Demografia 

B4 - Ciência Política e Relações Internacionais

B4 - Ciências Ambientais

B4 - Interdisciplinar

B5 - Ciências Agrárias

B5 - Geografia

B5 - Engenharias