Formação em museologia no Brasil: análise da influência acadêmico-institucional

Autores

  • Gabrielle Francinne de S.C Tanus Universidade Federal de Minas Gerais
  • Carlos Alberto Ávila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais
  • Letícia Julião Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v3i5.15479

Palavras-chave:

Museologia; Ciência Social Aplicada

Resumo

Apresenta-se parte dos resultados empíricos da pesquisa de mestrado, que teve como objetivo analisar a influência acadêmico-institucional nos cursos de Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia do Brasil. Dada a extensão da pesquisa, o foco, neste momento, concentra-se nos resultados quantitativos da análise de citação das referências dos cursos de Museologia advindas dos planos de ensino das disciplinas teóricas específicas e da primeira questão do questionário respondido pelos professores dessas disciplinas. Constatou-se que as citações dos cursos de Museologia concentram-se em obras específicas de interesse da Museologia. Dessa forma, a proximidade da Museologia com aqueles outros dois cursos de graduação e com a Ciência da Informação não parece influenciar na seleção das referências. Com relação ao perfil das referências, concluiu-se que elas concentram-se no formato de livros, datados da década de 2000, escritos e/ou editados em português, o que revela o uso de uma bibliografia atualizada e de fácil acesso à leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2014-06-06

Como Citar

Tanus, G. F. de S., Araújo, C. A. Ávila, & Julião, L. (2014). Formação em museologia no Brasil: análise da influência acadêmico-institucional. Museologia &Amp; Interdisciplinaridade, 3(5). https://doi.org/10.26512/museologia.v3i5.15479

Edição

Seção

Artigos