A Reconstrução Normativa e o Caráter Social da Liberdade em Axel Honneth

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rfmc.v8i1.27443

Palavras-chave:

Relações sociais e políticas. Liberdade Social. Reconstrução normativa. Sociedades modernas.

Resumo

O presente objeto de pesquisa busca proceder ao estudo e identificação dos traços essenciais envolvidos na abordagem teórica das relações sociais e políticas trazidas na obra O Direito da Liberdade do filósofo alemão Axel Honneth. Faz-se uma análise da influência hegeliana sobre o conceito de liberdade, assim como dos fatores relacionados com o suprimento das carências subjetivas, mediadas pelas diferentes “esferas” sociais. Honneth, assim, procura trazer à tona a compreensão de um novo modelo de liberdade advindo da Filosofia do Direito de Hegel, o qual se distingue substancialmente dos modelos tradicionais. O autor busca evidenciar a limitação das teorias da justiça de tradição liberal, invocando a necessidade de uma visão integrada das relações sociais experimentadas nas esferas referidas por Hegel, concebendo-se uma experiência concreta de liberdade social. Nesse sentido, evidencia-se o caráter interdisciplinar e emancipatório do método de reconstrução normativa como base teórica para a justificação pública nas sociedades modernas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Leonardo Correia Bastos, Universidade de Brasília, UnB

Mestre em Filosofia pela Universidade de Brasília (UnB). Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco.

Referências

CLAASSEN, Rutger. Social Freedom and the Demands of Justice: A Study of Axel Honneth’s Recht der Freiheit. Constellations: An International Journal of Critical and Democratic Theory. Berlin, v. 21, n. 1, p. 67-82, 2014.

DE BOER, Karin. Beyond recognition? Critical reflections on Honneth’s Reading of Hegel’s Philosophy of Right. International Journal of Philosofical Studies. Londres, v. 21, n. 4, p. 534-558, 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/09672559.2012.760171>. Acesso em: 08 jul. 2019.

HEGEL, Georg Wilhem Friedrich. Linhas fundamentais da filosofia do direito. Tradução: Paulo Meneses et al.. São Leopoldo: Unisinos, 2010.
HONNETH, Axel. O direito da liberdade. Tradução Saulo Krieger. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

________. Sofrimento de indeterminação: uma reatualização da Filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Singular, Esfera Pública, 2007.
________. The I in we: studies in the theory of recognition. Cambridge: Polity, 2012.

PEDERSEN, Jorgen. Writing history from a normative point of view: the reconstruction method in Axel Honneth’s Das Recht der Freiheit. In: JAKOBSEN, Jonas; LYSAKER, Odin (eds.). Recognition and freedom: Axel Honneth’s political thought. Boston: Brill, 2015.

QUONG, Johnathan. On the idea of public reason. In: MANDLE, Jon; REIDY, David (eds.). A companion to Rawls. Chichester: Wiley Blackwell, 2014.
ZURN, Christopher F. Axel Honneth. Cambridge: Polity, 2015.

Downloads

Publicado

2020-09-20

Como Citar

BASTOS, L. C. A Reconstrução Normativa e o Caráter Social da Liberdade em Axel Honneth. Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 417–448, 2020. DOI: 10.26512/rfmc.v8i1.27443. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/27443. Acesso em: 17 set. 2021.