Rupturas e continuidades no pensamento de Arthur Neiva acerca da imigração japonesa no Brasil entre 1920 e 1937

Autores

  • Ryo Kubohira Centro de Estudos de Cultura Etnológica Brasileira no Japão

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i34.25124

Palavras-chave:

Arthur Neiva. movimento anti-japonês no Brasil. Nacionalismo.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar as rupturas e continuidades no discurso ora favorável, ora desfavorável do médico sanitarista, intelectual e político Arthur Neiva acerca da imigração japonesa para o Brasil entre 1920 e 1937. Ao longo do texto, abordaremos às três fases do discurso de Neiva: um primeiro momento anti-japonês entre 1910 e 1920; um segundo momento no qual ele mesmo se autoproclamou pró-japonês após retornar de uma viagem científica ao Japão em janeiro de 1921. E, devido às questões políticas que tangenciam o próprio espírito do Nacionalismo da década de 30, buscaremos apresentar, uma terceira fase no qual ele assume um papel conservador juntamente com outros líderes de vertente anti-japonês na Assembleia Nacional Constituinte de 1934. Assim, por meio do estudo de telegramas e jornais da época no Brasil e Japão, buscaremos compreender não apenas as “mudanças de lado” de Arthur Neiva, mas também, ao término, expor o próprio cerne do pensamento crítico sobre os imigrantes na Constituinte de 1934.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDÅŒ Zenpati. “Burajiru no Kokka Syugi to Nihon Imin Seigen”. In:IminYonjÅ«Nenshi. São Paulo: Kayama RokurÅ, 1949, pp. 664-678. Disponível em <http://www.brasiliminbunko.com.br/iminbun co_capa1.htm> Acesso em: 1 de abril de 2019.

ANDÅŒ Zenpati. Burajiru Shi. Tóquio: Iwanami Shoten, 1983.

AOYAGI IkutarÅ.BurajiruniokeruNihonjin Hatten shi (JÅ). Tóquio: BurajiruniokeruNihonjin Hatten Shi KankÅIinkai, 1941. Disponível em <http://www.brasiliminbunko.com.br/iminbunco _capa1.htm> Acesso em: 1 de junho de 2019.

ASHIDA Hitoshi. Burajiru no Imin Seigen. In: Keizai ÅŒrai. Tóquio: Nippon HyÅron Sha, vol. 9, n.7, pp. 117-124, 1934.

COUTINHO, Amélia.Verbete de Artur Neiva, na FGV CPDOC (Fundação Getúlio Vargas Centro de Pesquisa e Documentação de História). Disponível em <http://www.fgv.br/ cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/neiva-artur> Acesso em: 15 de maio de 2019.

FAUSTO, Boris. História concisa do Brasil, São Paulo: Edusp, 2001.

GERALDO, Endrica. ‘‘A ‘lei de cotas’ de 1934: controle de estrangeiros no Brasil’’. Cadernos AEL 15 (27), 2009. Disponível em <https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ael/article/view/2575>Acesso em: 12 de maio de 2019.

GERALDO, Endrica. ‘‘O combate contra os ‘quistos étnicos’: identidade, assimilação e política imigratória no Estado Novo’’. Locus: Revista de História. Juiz de Fora, v. 15, n. 1, p. 171-187, 2009b. Disponível em <http://www.ufjf.br/locus/files/2010/02/337.pdf> Acesso em: 27 de maio de 2019.

Documentos oficiais, jornais e revistas

ANNAES DA ASSEMBLÉA NACIONAL CONSTITUINTE. Volume IV [1934]. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1935, pp. 211-216. Disponível em <http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara /8227> Acesso em: 4 de junho de 2019.

A NOITE (RJ). Disponível em <http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=348970_02&PagFis=2887> Acesso em: 22 de maio de 2019.

BURAJIRU JIHÅŒ (ä¼¯å‰Œè¥¿çˆ¾æ™‚å ±).Disponível em <http://rakusai.nichibun.ac.jp/hoji/ichiran.php?title=Brasil>Acesso em: 27 de março de 2019.

CONSTITUIÇÃO DE 1934 NA CÂMARA DOS DEPUTADOS. Disponível em <https://www2.camara.leg.br /legin/fed/consti/1930-1939/constituicao-1934-16-julho-1934-365196-publicacaooriginal-1-l.html>Acesso em: 6 de junho de 2019.

GAIMU SHÅŒ [Ministério das Relações Exteriores do Japão] (org.) Nihon GaikÅ Bunsho ShÅwa ki II Dai 2 bu, Dai 2 kan. Nihon Kokusai RengÅ KyÅkai, 1933, pp. 947-961.

GAIMU SHÅŒ [Ministério das Relações Exteriores do Japão] (org.). Nihon GaikÅ Bunsho ShÅwa ki II Dai 2 bu, Dai 3 kan. Nihon Kokusai RengÅ KyÅkai, 1934, pp. 873-925.

NIPPON SHIMBUN (日本新èž). Disponível em <http://rakusai.nichibun.ac.jp/hoji/ichiran.php?title=NipponShimbun> Acesso em: 1 de maio de 2019.

OSAKA MAINICHI SHIMBUN (大阪毎日新èž) de ShinbunKiji Bunko (News Paper Clippings Collection), Kobe University Library Digital Archive, RIEB (Research Institute for Economics and Business Administration, Kobe University). Disponível em <http://www.lib.kobe-u.ac.jp/sinbun/e-index.html> Acesso em: 13 de maio de 2019.

REVISTA DO BRASIL, n. 62, fev/1921. Disponível em <https://bibdig.biblioteca.unesp.br/handle /10/26287> Acesso em: 6 de junho de 2019.

TOKYO NICHI NICHI SHIMBUN (æ±äº¬æ—¥æ—¥æ–°èž) de ShinbunKiji Bunko (News Paper Clippings Collection), Kobe University Library Digital Archive, RIEB (Research Institute for Economics and Business Administration, Kobe University). Disponível em <http://www.lib.kobe-u.ac.jp/sinbun/e-index.html> Acesso em: 13 de maio de 2019.

Kaigai KÅgyÅ Kabushiki Kaisha [KKKK] (org.). Hakukoku Tyomei Seiji ka Ryakuden. Tóquio: Kaigai KÅgyÅ, 1935.

KAYAMA RokurÅ. Imin YonjÅ« Nen shi, São Paulo: Kayama RokurÅ, 1949.

KOKUSEI SHIRYÅŒ. “Burajiru no Imin SeigenhÅ Seitei JijÅ ni tsuite”, autor desconhecido, Nishino Seimu ChÅsa Kyoku, pp. 1-29, vol. 4, n. 7, 1934.

LESSER, Jeffrey. Negotiating national identity: immigrants, minorities and the struggle for ethnicity in Brazil. Durham, N.C: Duke University Press, 1999.

MENDONÇA, Sônia Regina de. “Estado e sociedade: a consolidação da república oligárquica”. In: História geral do Brasil. Linhares, Maria Yedda (org.), pp. 316-326. Rio de Janeiro: Elsevier Editora, 2000.

RAMOS, Jair de Souza. “Dos males que vêm com o sangue: as representações raciais e a categoria do imigrante indesejável nas concepções sobre imigração da década de 20”. In: Raça, ciência e sociedade. MAIO, Marcos Chor & SANTOS, Ricardo Ventura (orgs.), pp. 57-80. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1996.

REZENDE, Joffre Marcondes de. À sombra do plátano: crônicas de história da medicina [online]. São Paulo: Editora Unifesp, 2009. Arthur Neiva, inteligência e cultura a serviço da nação. pp. 355-358. <http://books.scielo.org/id/8kf92/pdf/rezende-9788561673635-42.pdf> Acesso em: 11 de junho de 2019.

SKIDMORE, Thomas.Preto no branco: raça e nacionalidade no pensamento brasileiro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

STEPAN, Nancy. “Eugenics in Brazil, 1917-1940”. In: The Wellborn Science, M. Adams (org), pp. 110-152. New York & Oxford: Oxford University Press, 1990.

UCHIYAMA Katsuo& TAJIRI Tetsuya. “KokusakuImin no Jidai”. In: BurajiruIminHatijÅ«Nen Shi, pp. 85-139. São Paulo: Nihon Imin HatijÅ« Nen Shi Hensan Iinkai (org.), 1991.

UEHARA TetsusaburÅ. Hakukoku no Imin Seigen Mondai. In: Hokkaido Teikoku Daigaku HÅkeikai RonsÅ, n. 3, pp. 1-21, 1934. Disponível em <https://eprints.lib.hokudai.ac.jp/dspace/bitstream/2115/10615/1/3_p1-21.pdf> Acesso em: 22 de abril de 2019.

NAMURA YÅ«ko & DO NASCIMENTO, Anthony. “1933-1934 nen no burajiru shin kenpÅ seitei gikai ni okeru hainichi undÅ to nihon no gaimu tÅkyoku no taiÅ”. In: RikkyÅ Daigaku Raten Amerika KenkyÅ« ShohÅ, pp. 1-18, vol. 45, 2016. Disponível em <https://rikkyo.repo.nii.ac.jp/?action=pages_view_main&active_action =repository_view_main_item_detail&item_id=15082&item_no=1&page_id=13&block_id=49> Acesso em: 1 de maio de 2019.

Downloads

Publicado

2019-11-10

Como Citar

KUBOHIRA, R. Rupturas e continuidades no pensamento de Arthur Neiva acerca da imigração japonesa no Brasil entre 1920 e 1937. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 34, p. 89–105, 2019. DOI: 10.26512/emtempos.v1i34.25124. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/25124. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos