Reformas de sistemas de saúde:

novos modelos integrados de atenção na Alemanha

Autores

  • Lígia Giovanella

DOI:

https://doi.org/10.26512/sersocial.v0i10.12923

Palavras-chave:

Seguro social de doença, Alemanha, Assistência gerenciada

Resumo

Discute a recente reforma do Seguro Social de Doença Alemão (Lei da Reforma do GKV 2000) com foco na análise de novos modelos integrados de atenção à saúde, incentivados nessa legislação. As novas modalidades de organização da assistência à saúde têm alguns pressupostos compartilhados com as concepções da atenção primária e estão informadas pelos esquemas de assistência gerenciada (managed care) difundidos a partir da experiência estadunidense e previamente implementados pelos conservadores como mecanismo de competição. Considera-se que as novas formas de modelos integrados de atenção ainda que difundidas com propósitos de redução de gastos, possibilitam uma atenção mais efetiva, além de promover maior eficiência. A discussão das potencialidades e fragilidades dos modelos implementados pode contribuir para elaboração de proposições para consolidação do Sistema Único de Saúde que passa por momento de reorganização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lígia Giovanella

Doutora em saúde pública, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Downloads

Publicado

08/14/2009

Como Citar

GIOVANELLA, L. Reformas de sistemas de saúde:: novos modelos integrados de atenção na Alemanha. SER Social, [S. l.], n. 10, p. 115–146, 2009. DOI: 10.26512/sersocial.v0i10.12923. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/12923. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Temáticos