Uma proposta de arquitetura genética da informação

Autores

  • Romualdo Alves Pereira Junior Universidade de Brasília - UnB

Palavras-chave:

arquitetura da informação, fenomenologia genética

Resumo

Esta tese propõe um referencial epistemológico e teórico para a ideia de uma Arquitetura Genética da Informação, fundamentada pela Teoria Geral da Arquitetura da Informação, proposta por Lima-Marques (2011); no âmbito da disciplina de Arquitetura da Informação, proposta por Siqueira (2012); e considerações da Fenomenologia Genética. A Arquitetura Genética da Informação compreende dois aspectos fundamentais: a gênese e a genética da informação intencional. A Gênese da Informação Intencional ocorre idealmente como fenômeno em uma das fases da redução fenomenológica; e a Genética da Informação Intencional é caracterizada em uma analogia qualitativa identificada entre a Ciência da Informação e a Genética, dentro de suas quatro principais abordagens de estudo, a saber: a Clássica, Molecular, Populacional e Quantitativa. Ontologicamente, são considerados principalmente o genoma, genótipo e fenótipo dos objetos (endurantes) e seus processos (perdurantes) em associação aos termos da informação. Como resultados da pesquisa, apresentamos a Arquitetura Genética da Informação; desenvolvemos ontologias de alto-nível de analogia entre a Arquitetura da Informação e a Genética, elicitando os termos da informação e processos biológicos que envolvem a informação; e apresentamos algumas aplicações práticas na temática de similaridade fenotípica (textual, visual, acústica e em redes de pesquisa), evolução e inovação tecnológica por memética, hereditariedade da informação e manipulação genética da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romualdo Alves Pereira Junior, Universidade de Brasília - UnB

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB), Linha de Pesquisa em Arquitetura da Informação. Professor Adjunto do Curso de Pós-Graduação (lato-sensu) em Gestão de Tecnologia da Informação da UnB desde 2008 nas disciplinas de "Plataformas e Sistemas de Informação", "Cenários em Tecnologia da Informação", "Ética em Tecnologia da Informação" e "Tópicos Especiais em Gestão de TI". Orientador de diversos trabalhos de pós-graduação em Gestão de TI. Possui titulação de Mestrado em Informática pela Universidade Federal da Paraíba (UFPb), Especialização em Engenharia de Software pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e Graduação em Tecnologia de Processamento de Dados pela Universidade de Brasília (UnB). É o líder do Grupo de Pesquisa "Arquitetura da Informação para o Programa Espacial Brasileiro", certificado em 2000 pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE. Foi Coordenador de Desenvolvimento de Sistemas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por vários anos. No Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) exerceu atividades de Pesquisa & Desenvolvimento, como Analista em C&T Senior. Cedido para a Agência Espacial Brasileira em 2005, assumiu a chefia da Divisão de Política Espacial e Investimentos Estratégicos. Em 2009, passou a responder pela Chefia da Divisão de Informática, função atual. Atua nas áreas de Ciência e Tecnologia da Informação, Arquitetura da Informação, Fenomenologia, Inteligência Organizacional, Gestão do Conhecimento, Mineração de Dados e Sistemas de Segmento Solo para Satélites. Consultor de TI, Palestrante em Eventos de TI.

Downloads

Publicado

2016-03-02

Como Citar

Pereira Junior, R. A. (2016). Uma proposta de arquitetura genética da informação. Revista Ibero-Americana De Ciência Da Informação, 9(1), 319. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/2259

Edição

Seção

Resumo de teses e dissertações

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.