Cidadania, globalização e o gosto da distinção típico do homem cordial brasileiro

dilemas da participação social e da garantia de direitos humanos

  • Paula Regina Gomes Universidade de Brasília - UnB
Palavras-chave: Brasil, Cidadania, Direitos humanos, Globalização

Resumo

A cidadania global coloca-se como desafio no contexto da globalização. Com os elementos da historicidade, temos os contornos teóricos conceituais da cidadania. A modernidade abrange o indivíduo como valor e o Estado-Nação delineia condições para o surgimento do cidadão. A desigualdade social espraia-se acompanhando o processo de globalização econômica do mundo. As garantias de direitos sociais e identitários, em alcance mundial, delimitam o processo de participação social, consolidando grupos e instituições internacionais de defesa dos direitos humanos. Em Raízes do Brasil, temos o personalismo e o gosto da distinção, típicos do homem cordial, como entraves para a consolidação de interações sociais cidadãs. A participação social e a garantia dos direitos humanos enfrentam dilemas nacionais e transnacionais. A cidadania enfrenta desafios simultaneamente locais e globais na sociedade complexa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Regina Gomes, Universidade de Brasília - UnB

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás - UFG. Especialista em Sociologia pela Universidade de Brasília - UnB. Especialista em Direito Público pelo Centro de Estudos Jurídicos Fortium. Especialista em Gestão Pública pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS. Mestrado incompleto em Sociologia pela Universidade de Brasília - UnB. Cursando Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania na Universidade de Brasília - UNB e Especialização em Formulação e Monitoramento em Projetos Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Servidora Pública do Governo do Distrito Federal, cargo efetivo de Gestora em Políticas Públicas e Gestão Governamental - Habilitação Socióloga. Professora Voluntária no Núcleo de Estudos para a Paz e Direitos Humanos - NEP/CEAM da Universidade de Brasília - UnB.

Referências

ALVAREZ, Gabriel Omar. Los límites de los transnacional: Brasil y el Mercosur: una aproximación antropológica a los procesos de integración. Brasília: Departamento de Antropologia, Universidade de Brasília, 1995. Série Antropologia, n. 195.

ALVES, J. A. Lindgren. Os direitos humanos como tema global. São Paulo: Perspectiva, 1994.

ANDERSON, Benedict. Nação e consciência nacional. São Paulo: Ática, 1989.

APPADURAI, Arjun. Disjuncture and difference in the global cultural economy. In: FEATHERSTONE, Mike (Org.). Global culture. Londres: Sasc Publications, 1990.

BERMAN, Marshall. Modernidade: ontem, hoje e amanhã. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

BRETON, Gilles. La globalización y el Estado: algunos conceptos teóricos. In: RAPOPORT, Mario (Org.). Globalización, integración e identidade nacional. Buenos Aires: Grupo Editor Latinoamericano, 1994.

CANCLINI, Néstor Garcia. Consumidores y cuidadanos. Conflictos multiculturales de la globalización. México: Grijalbo, 1995.

______. Culturas híbridas, poderes oblícuos. Culturas híbridas: estratégias para entrar y salir de la modernidade. Mexico: Grijalbo, 1990.

DUMONT, Louis. Homo hierarchicus: o sistema de casta e suas implicações. São Paulo: Edusp, 1992.

______. O individualismo: uma perspectiva antropológica da ideologia moderna. Rio de Janeiro: Racco, 1985.

FEATHERSTONE, Mike. Global culture: nacionalism, globalization and modernity. Londres: Sage, 1992.

FERNANDES, Florestan. Mudanças sociais no Brasil. São Paulo: Difel, 1979.

FERNANDES, Rubem César. Elos de uma cidadania planetária. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 28, 1995.GIDDENS, Anthony. The consequences of modernity. Stanford: Stanford University Press, 1990.

HARVEY, David. The condition of post-modernity. Oxford: Brasil Blackwell, 1989.

HENRICH, Dieter; OFFE, Claus; SCHLUCHTER, Wolfgang. Max Weber e o projeto de modernidade: um debate. Tradução Régis Barbosa. Lua Nova – Revista de Cultura e Política, São Paulo, v. 22, 1990.

HOLANDA, Sérgio Buarque. Raízes do Brasil. 4. ed. revisada pelo autor. São Paulo: Companhia das Letras, 1963.

IANNI, Octávio. A sociedade global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

KANT, Immanuel. À paz perpétua. Porto Alegre: L&PM, 1989.

LEIS, Héctor Ricardo. Globalização e democracia: necessidade e oportunidade de um espaço público transnacional. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 28, 1995.

MATTA, Roberto da. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

MAUSS, Marcel. La nación. Sociedad y Ciencias Sociales. Barcelona: Barral, 1972. Obras III.

MCLUHAN, Herbert Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. Tradução Décio Pignatari. São Paulo: Cultrix, 1969.

OLIVEIRA, Luís Roberto Cardoso. Compreensão e comparação em Max Weber e em Louis Dumont: o sistema de casta na Índia. Anuário Antropológico Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, 1985.

OMAN, Charles. Globalización: la nueva competencia. In: MONETTA, Carlos J. (Org.). Las reglas del juego: América Latina, globalización y regionalismo. Buenos Aires: Corregidor, 1994.

ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

______. Internet e a comunidade transnacional imaginada/virtual. Rio de Janeiro: Interseções, 1996.

RIBEIRO, Gustavo Lins. Bichos-de-obras: fragmentação e reconstrução de identidades. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 18, 1992.

SKLAIR, Leslie. Sociologia do sistema global. Petrópolis: Vozes, 1995.

SOUZA, Jessé. Homem, cidadão: ética e modernidade em Weber. Lua Nova – Revista de Cultura e Política, São Paulo, n. 33, 1994.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Biblioteca Pioneira de Ciências Sociais, Livraria Pioneira, 1967.

______. Economia e Sociedade. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1991.

______. Ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992.

WOLF, Eric R. Europe and the people without history. Berkeley: University of California Press, 1982.

WRONG, Denis. Introdução. In: WRONG, Dennis (Org.). Max Weber. Englewood Cliffs, Nova Jersey: Prentice-Hall, 1970.

Publicado
2019-04-21
Como Citar
Gomes, P. (2019). Cidadania, globalização e o gosto da distinção típico do homem cordial brasileiro. Revista Do CEAM, 4(1), 150-169. https://doi.org/10.5281/zenodo.2648143