Bocal

Improvisação vocal e performance

Autores

Palavras-chave:

Improvisação, Filtros Vocais, Performance, Erotismo, Exploração Vocal

Resumo

Este artigo reflete sobre o trabalho Bocal  apresentado em novembro de 2021 na 34ª Bienal de São Paulo, a convite do Festival Novas Frequências e da organização Cultura Artística. Trata-se de um duo de improvisação vocal realizado pelas artistas Inés Terra e Paola Ribeiro. A partir da experiência de improvisação no evento mencionado e de conversas estimuladas por leituras ligadas ao estudo da voz na música improvisada e na arte da performance, as artistas discorrem sobre suas práticas e sobre as percepções possíveis do trabalho, confrontando as ideias iniciais que o configuraram e elaborações posteriores a sua realização, contribuindo com o entendimento dos processos de criação mediados pela exploração vocal e seus paradigmas socioculturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Inés Terra, Universidade de São Paulo - USP, São Paulo/SP, Brasil

Doutoranda na área de Processos de Criação Musical (Sonologia: criação e produção sonora) na Universidade de São Paulo. Graduada em Música Popular na Universidade Estadual de Campinas e mestre em Processos de Criação Musical. Idealizadora da série de performance vocal Língua Fora.

Paola Ribeiro , Universidade Estadual Paulista - UNESP, São Paulo/SP, Brasil

Formada em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes e mestra na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” no programa de pós-graduação em Artes.

Referências

BRANDES, I.T. Entre Vozes Viajantes: Exploração Vocal no Teatro Invisível de Meredith Monk. São Paulo: Programa de Pós Graduação em Música/Universidade de São Paulo, 2019. Dissertação de mestrado apresentada na Escola de Comunicações e Artes.

BRANDES, I.T. Una mirada desde la alcantarilla: Uma versão vocal do poema homônimo de Alejandra Pizarnik. Criação & Crítica , n. 31, p., dez. 2021. Disponível em: http://revistas.usp.br/criacaoecritica . Acesso em: 05/03/2022.

CARLSON, Marvin. Performance: uma introdução crítica. Belo Horizonte: UFMG, 2010.

CAVARERO, Adriana. Vozes Plurais: Filosofia da Expressão Vocal. Belo Horizonte. UFMG, 2011.

CHKLOVSKI. V. A arte como procedimento. Disponível em : https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5700412/mod_resource/content/1/A%20arte%20como%20procedimento.pdf - acesso em : 28 nov. 2021.

FÉRAL, Jossette. Performance e performatividade: O que são os Performance Studies? Tradução: Edélcio Mostaço e Cláudia Sachs. In: Sobre performatividade - Grupo de Estudos Inter-textos, pp. 49-86. Florianópolis: UDESC, 2009.

GONZALES, Lélia. Por um Feminismo Afrolatinoamericano. Editora Zahar. Rio de Janeiro. 2020.

GOLDBERG, Roselee. A Arte da Performance: do Futurismo ao presente. Lisboa: Orfeu Negro, 2007.

GODARD, Hubert. Olhar Cego: entrevista com Hubert Godard, por Suely Rolnik. In ROLNIK, Suely (org). Lygia Clark: da obra ao acontecimento. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2006. pp. 73-79.

LEWIS, George E. Improvised Music after 1950: Afrological and Eurological Perspectives.

LORDE, Audre. Usos do erótico: o erótico como poder - traduzido por tate ann de Uses of the Erotic: The Erotic as Power, in: LORDE, Audre. Sister outsider: essays and speeches. New York: The Crossing Press Feminist Series, 1984. pp. 53-59.

OLIVEIROS, Pauline. Deep Listening: A Composer’s Sound Practice. Universe, Lincoln, NE. 2005.

SILVA, Paola Ribeiro. Entre: corpo/voz, lugar, ressonância. São Paulo: Programa de pós-graduação em Artes da Universidade Estadual de São Paulo - UNESP, 2021. Dissertação de Mestrado em Poéticas Cênicas. São Paulo, 2021.

STOROLLI, Wânia M. A. Vozes em Ressonância: O Espaço Sonoro da Experimentação. Repertório, Salvador, ano 21, n 30, pp. 50-64, 2018. Disponível em : https://portalseer.ufba.br/index.php/revteatro/article/download/26118/17240 - acesso em: 02 ago. 2019.

WATERMAN, Ellen. Naked Intimacy: Eroticism, Improvisation, and Gender. University of Guelph.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção e leitura. Ubu Editora; 1ª edição. 2018.

ZUMTHOR, Paul. Escritura e Nomadismo. Ateliê Editora. Cotia, SP. 2005.

Downloads

Publicado

27-06-2022

Como Citar

Brandes, I. T., & Silva, P. R. da. (2022). Bocal: Improvisação vocal e performance. Voz E Cena, 3(01), 12–30. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/vozecena/article/view/42299

Edição

Seção

Dossiê Temático - Artigos

Categorias