Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs) -

uma avaliação crítica

Autores

  • Paulo Mibielli IBGE
  • Frederico Cavadas Barcellos IBGE

DOI:

https://doi.org/10.18472/SustDeb.v5n3.2014.11176

Palavras-chave:

Objetivos do desenvolvimento do milênio, Desenvolvimento humano, Desenvolvimento econômico, Pobreza, Sustentabilidade

Resumo

Os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM) foram aprovados na 56° Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas 2001 como um desdobramento da Cúpula do Milênio sendo considerado o mais bem-sucedido esforço de combate à pobreza. Não há dúvida que os ODM foram um sucesso do ponto de vista político, em especial para a ONU que alcançou uma projeção na área social que nunca havia obtido antes. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável não estariam em pauta se os ODM fossem considerados uma experiência fracassada. O paradoxo é que sua proposta de alcançar um conjunto de metas de desenvolvimento humano até 2015 fracassou, apesar de todos os esforços. Este texto tem como objetivo fazer um balanço crítico dos ODM quanto a sua formulação e implementação, destacando questões metodológicas e empíricas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Mibielli, IBGE

Possui graduação em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1975), mestrado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1979) e doutorado em Economia da Indústria e da Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996). Atualmente é professor da Universidade Estácio de Sá, e tecnologista da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia dos Recursos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento sustentável, estatísticas oficiais, gestão local, indicadores de desenvolvimento sustentável e produtividade industrial

Referências

ATTARAN, Amir. (2005) An immeasurable crisis? A criticism of the Millennium
Development Goals and why they cannot be measured. Plos Medicine. October,
2005. Vol. 2, issue 10. Disponível em <http://www.plosmedicine.org/article/
fetchObject.action?uri=info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pmed.0020318&representation=PDF>.
Acesso em 27 de dezembro de 2013.
CLEMENS, M., KENNY, C. e MOSS, T. The Trouble with the MDG: Confronting
Expectations of Aid and Development Success - World Development. Vol. 35, number
5, pp.735-751. 2007. Disponível em <http://faculty.ucr.edu/~jorgea/econ181/
clemens_etal_wd07.pdf>. Acesso em 28 de dezembro de 2013.
EASTERLY, William. The Tragedy of the Millennium Development Goals AidWatch.
July 6, 2009. Disponível em <http://aidwatchers.com/2009/07/the-tragedy-of-themillennium-
development-goals/>. Acesso em 28 de dezembro de 2013.
EUROPEAN COMMISSION. Indicative Guidelines on Evaluation Methods: Monitoring
and Evaluation indicators Working Document n° 2. August, 2006. Disponível em
<http://ec.europa.eu/regional_policy/sources/docoffic/2007/working/
wd2indic_082006_en.pdf>. Acesso em 24 de dezembro de 2013.
FAKUDA-PARR, S.; GREENSTEIN, J. How should MDG implementation be measured:
Faster Progress or Meeting Targets? International Policy Center for Inclusive Growth.
Working Paper number 63. May, 2010. Disponível em <http://www.ipc-undp.org/
pub/IPCWorkingPaper63.pdf>. Acesso em 27 de dezembro de 2013.
FAKUDA-PARR, S. Should global goal setting continue, and how, in the post-2015
era? 2012. Disponível em <http://www.un.org/esa/desa/papers/2012/
wp117_2012.pdf>. Acesso em 28 de dezembro de 2013.
GASS, Thomas. How useful are the Millennium Development Goals? School of
Management and Law. 2013. Disponível em <http://www.lightentheway.org/files/
2013/04/MDG_Opinions_JulianeKaestner_March2013.pdf>. Acesso em 28 de dezembro
de 2013.
HIGGENS, Kate. Reflecting on the MDG and Making Sense of the Post-2015
Development Agenda Research Report The North-South Institute. May, 2013. Disponível
em <http://www.nsi-ins.ca/wp-content/uploads/2013/05/2013-Post-
2015.pdf>. Acesso em 26 de dezembro de 2013.
HULME, David. The Making of the Millennium Development Goals: Human
Development Meets Results- based Management in an Imperfect World. BWPI Working Paper. Institute for Development Policy and Management ”“ University of
Manchester, UK. 2007. Disponível em <http://sustainabledevelopment.un.org/
content/documents/773bwpi-wp-1607.pdf>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.
_____________. The Millennium Development Goals (MDG): A Short History of the
World's Biggest Promise. BWPI Working Paper 100. Institute for Development Policy
and Management ”“ University of Manchester, UK. 2009. Disponível em <http://
www.seed.manchester.ac.uk/medialibrary/bwpi/publications/working_papers/bwpiwp-
10009.pdf>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.
HULME, D. e SCOTT, J. The Political economy of the MDG: Retrospect and Prospect
for the World's Biggest Promise, BWPI Working Paper 110. Institute for Development
Policy and Management ”“ University of Manchester, UK. 2010. Disponível em <http:/
/www.bwpi.manchester.ac.uk/resources/Working-Papers/bwpi-wp-11010.pdf>.
Acesso em 8 de novembro de 2013.
HULME, D. Poverty and Development thinking: Synthesis or uneasy compromise?
BWPI Working Paper 180. Institute for Development Policy and Management ”“
University of Manchester, UK. 2013. Disponível em <http://
www.seed.manchester.ac.uk/medialibrary/bwpi/publications/working_papers/bwpiwp-
18013.pdf>. Acesso em 20 de dezembro 2013.
IMF, OECD, UN, WB. A Better World for All. 2000. Disponível em <http://www.imf.org/
external/pubs/ft/jointpub/world/2000/eng/bwae.pdf>. Acesso em 27 de dezembro
de 2013.
KARVER, J., KENNY, C.; SUMNER, A. Poor Countries or Poor People? Development
assistance and the New Geography of Global poverty. 2011. Disponível em <http:/
/kanbur.dyson.cornell.edu/papers/KanburSumnerPoorCountriesOrPoorPeople.pdf>.
Acesso em 28 de dezembro de 2013.
KARVER, J., KENNY, C.; SUMNER, A. MDG 2.0: What Goals, Targets, and Timeframe?
2012. Disponível em <http://www.cgdev.org/files/
1426271_file_Kenny_Karver_MDGs_FINAL.pdf>. Acesso em 26 de dezembro de
2013.
KENNY, C. e SUMNER, A. More Money or More Development: What have the MDG
Achieved? Working Paper 278, Center for Global Development. 2011. Disponível
em <http://www.cgdev.org/files/1425806_file_Kenny_Sumner_MDGs_FINAL.pdf>.
Acesso em 28 de dezembro de 2013.
LANCET AND LONDON INTERNATIONAL DEVELOPMENT CENTRE COMMISSION. The
Millennium Development Goals: a cross- sectoral analysis and principles for goal
setting after 2015. 2010. Disponível em <http://download.thelancet.com/
flatcontentassets/pdfs/S0140673610611968.pdf>. Acesso em 27 de dezembro de
2013.
McARTHUR, J., SACHS, J.; SCMIDT-TRAUB, G. Response to Amir Attaran Plos Medicine.
2005. Vol. 2 Issue 1. Disponível em <http://www.earth.columbia.edu/sitefiles/file/
a b o u t / d i r e c t o r / d o c u m e n t s /
PLOSMedicineNov292005withMcArthurandSchmidtTraub-ResponsetoAttaran.pdf>.
Acesso em 27 de dezembro de 2013.
OECD. Shaping the 21th Century: The Contribution of Development Co-operation
Development Assistance Committe ”“DAC. 1996. Disponível em <http://
www.oecd.org/dac/2508761.pdf>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.
OSBORNE, David. Reinventing Government ”“ Public Productivity & Manegement
review. Vol. 16, No 4, Fiscal Pressures and productive Solutions: Proccedings of the
Fifth National Public Sector Productivity Conference. 1993. Disponível em <http://
sangyubr.files.wordpress.com/2012/02/reinventing-government.pdf>. Acesso em 23
de dezembro de 2013.
RAVILLION, M., CHEN, S. e SANGRAULA, P. Dollar a day Revisited ”“ Policy Research
Working Paper 4620. The World Bank, 2008. Disponível em <http://wwwwds.
worldbank.org/servlet/WDSContentServer/WDSP/IB/2008/09/02/
000158349_20080902095754/Rendered/PDF/wps4620.pdf>. Acesso em 24 de dezembro
de 2013.
SAITH, A. From universal values to Millennium Development Goals: lost in translation
”“ Development and Change. 2006. Disponível em <http://onlinelibrary.wiley.com/
doi/10.1111/j.1467-7660.2006.00518.x/pdf>. Acesso em 27 de dezembro de 2013
TABATABAI, Hamid. MDG Targets: Misunderstood or Misconceived? International
Poverty Center One. 2007. Disponível em <http://www.ipc-undp.org/pub/
IPCOnePager33.pdf>. Acesso em 1 de julho de 2014.
UNITED NATIONS. United Nations Millennium Declaration Resolution adopted by
the General Assembly. 2000. Disponível em <http://www.un.org/millennium/
declaration/ares552e.pdf>. Acesso em 26 de dezembro de 2013.
__________________. Road Map towards the implementation of the United Nations
Millenniun Declaration - Report of the Secretary-General. Fifty-sixth session. 2001.
Disponível em <http://www.un.org/millenniumgoals/
sgreport2001.pdf?OpenElement>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.
_________________. Resolution adopted by the General Assembly. 2005 World
Summit Outcome General Assembly. 2005. Disponível em <http://www.un.org/
womenwatch/ods/A-RES-60-1-E.pdf>. Acesso em 26 de dezembro de 20013.
_________________. The Future We Want. 2012. Disponível em <http://
w w w . u n c s d 2 0 1 2 . o r g / c o n t e n t / d o c u m e n t s /727The%20Future%20We%20Want%2019%20June%201230pm.pdf>. Acesso em 20
de dezembro de 2013.
________________. The Millennium Development Goals Report. 2013a. Disponível
em <http://www.un.org/millenniumgoals/pdf/report-2013/mdg-report-2013-
english.pdf>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.
________________. A life of dignity for all: accelerating progress towards the
Millennium Development Goals and advancing the United Nations development
agenda beyond 2015 Report of Secretary-General. 2013b. Disponível em <http://
www.un.org/millenniumgoals/pdf/A%20Life%20of%20Dignity%20for%20All.pdf>.
Acesso em 29 de dezembro de 2013.
_______________. The Millennium Development Goals Report. 2014. Disponível
em <http://www.un.org/millenniumgoals/2014%20MDG%20report/
MDG%202014%20English%20web.pdf>. Acesso em 23 de novembro de 2014
UN DEVELOPMENT GROUP. Indicators for Monitoring the Millennium Development
Goals- Definitions, Rationale, Concepts and Sources. 2003. Disponível em <http://
unstats.un.org/unsd/publication/seriesf/Seriesf_95E.pdf>. Acesso em 24 de dezembro
de 2013.
UN SYSTEM TASK TEAM. UN System Task Team on the Post-2015 UN Development
Agenda ”“ Review of the contributions of the MDG Agenda to foster development:
Lessons for the post-2015 UN development agenda ”“ Discussion Note. 2012. Disponível
em <http://www.un.org/millenniumgoals/pdf/mdg_assessment_Aug.pdf>.
Acesso em 24 de dezembro de 2013.
VANDEMOORTELE, J. The MDG Conundrum: Meeting the Targets without Missing
the point Development Policy Review. 2009. Disponível em <http://
onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1467-7679.2009.00451.x/pdf>. Acesso em 28
de dezembro de 2013.
___________________. Advancing the UN development agenda post-2015: some
practical suggestions Report submitted to the UN Task Force regarding the post-
2015 framework for development. 2012. Disponível em <http://www.un.org/
millenniumgoals/pdf/jan_vandemoortele_Aug.pdf>. Acesso em 28 de dezembro de
2013.
VEIGA, J. E. Indicadores Socioambientais. 2013. Disponível em <http://cebri.org/
midia/documentos/pubkas13_1.pdf>. Acesso em 27 de dezembro de 2013
WHO. Contraceptive prevalence rate World Health Organization. 2006. Disponível
em <http://www.who.int/whosis/whostat2006ContraceptivePrevalenceRate.pdf>.
Acesso em 27 de dezembro de 2013.

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

Mibielli, P., & Barcellos, F. C. (2014). Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs) -: uma avaliação crítica. Sustentabilidade Em Debate, 5(3), 222–244. https://doi.org/10.18472/SustDeb.v5n3.2014.11176

Edição

Seção

Artigos