ATIVIDADES PARA O ENSINO DE ONDULATÓRIA BASEADAS NA TEORIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Autores

  • Dimas Pazini Alves Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF) – Polo 12
  • Giuseppi Gava Camiletti Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Departamento de Física

DOI:

https://doi.org/10.26512/rpf.v1i1.45958

Palavras-chave:

Experimentos. Ondas. Produto Educacional.

Resumo

Este trabalho descreve o desenvolvimento, aplicação e avaliação de atividades para o ensino de conceitos introdutórios de ondulatória para alunos do segundo ano do Ensino Médio, visando a melhoria da qualidade da aprendizagem dos estudantes. As atividades foram previstas para serem aplicadas ao longo de 10 aulas, para uma turma com 28 estudantes, em uma escola pública de Cachoeiro de Itapemirim-ES. Os pressupostos teórico metodológicos da Aprendizagem Significativa foram utilizados para orientar as atividades realizadas em sala de aula. A estruturação das atividades levou em consideração as concepções alternativas dos estudantes relatadas na literatura. A relacionabilidade dos conteúdos que se pretende ensinar com aquilo que o aluno já sabe, foi articulada a partir do uso diferentes recursos instrucionais (experimentos, vídeos, simulações). A consolidação dos conteúdos foi articulada nos roteiros das atividades e também na aplicação de testes conceituais de acordo com a dinâmica proposta pelo método de Instrução pelos Colegas. Os dados foram coletados a partir de anotações e observações do professor, dos registros das respostas dos estudantes aos testes conceituais e das respostas da avaliação final individual. Os resultados reforçam a importância dos roteiros para manter o foco dos alunos na realização das atividades e para suscitar discussões e reflexões produtivas acerca dos fenômenos abordados a partir dos diferentes recursos instrucionais utilizados. Os testes conceituais são capazes de promover discussões de boa qualidade e são muito bem aceitos pela quase totalidade deles. Foi constatada a persistência de concepções alternativas pós instrução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ARAUJO, I. S.; MAZUR, E. Instrução pelos colegas e ensino sob medida: uma proposta para o engajamento dos alunos no processo de ensino-aprendizagem de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 30, n. 2, 17 abr. 2013. https://doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n2p362.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e Retenção de Conhecimentos: Uma Perspectiva Cognitiva. Portugal: Paralelo Editora, 2003.

CEPNI, S.; KELES, E. Turkish students conceptions about the simple electric circuits. International Journal of Science and Mathematics Education, v. 4, p.269-291, 2006.

DRIVER, R.; SQUIRES, A.; RUSHWORTH, P.; ROBINSON, V. Making sense of secondary science. Loudon: Routledge, (1ed), 1994.

FAZIO, C.; GUASTELLA, I.; SPERANDEO-MINEO, R.M.; TARANTINO, G. Modelling Mechanical Wave Propagation: Guidelines and experimentation of a teaching–learning sequence. International Journal of Science Education, v. 30, n. 11, p. 1491-1530, 3 set. 2008. https://doi.org/10.1080/09500690802234017.

GASPAR A. Atividades experimentais no ensino de física: uma nova visão baseada na teoria de Vigotski. Editora Livraria da Física. São Paulo – SP. 2014.

MOREIRA, M. A. A Teoria da Aprendizagem Significativa. Porto Alegre, 2016.

SEDU (Espírito Santo). Orientações Curriculares 2022. Ensino Médio 2° trimestre. Disponível em: <https://curriculo.sedu.es.gov.br/curriculo/wp-content/uploads/2022/03/FISICA-EM-2%C2%B0-TRIM-2022.pdf>. Acesso em 25 de outubro. 2022.

SHIPSTONE, D. M. A study of children’s of understanding of eletricity in simple D.C. circuits. European Journal of Science Education, v. 6, p.185-198, 1984.

SHIPSTONE, D.M. Pupils understanding of simple electrical circuits. Physics Education, v.23, p 92-96, 1988.

VYGOTSKY, L. (1987). Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes. 1ª Ed. Brasileira. 135p.

Downloads

Publicado

2022-12-07

Como Citar

PAZINI ALVES, D. .; GAVA CAMILETTI, G. . ATIVIDADES PARA O ENSINO DE ONDULATÓRIA BASEADAS NA TEORIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA . Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 6, n. Especial, p. 245–254, 2022. DOI: 10.26512/rpf.v1i1.45958. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/45958. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Anais do Encontros Integrados em Física e Seu Ensino 2022