ANÁLISE DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE LUZ E COR COM FOCO NO DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO DE ORDEM SUPERIOR

Autores

  • Josélia Margarida de Paiva Bechtlufft Colégio Tiradentes da PMMG - Juiz de Fora
  • Paulo Henrique Dias Menezes Faculdade de Educação, Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.26512/rpf.v5i2.39874

Palavras-chave:

Ensino de astronomia. Luz e cor. Aprendizagem significativa crítica. Pensamento de ordem superior.

Resumo

Ensinar física sempre foi um desafio, principalmente quando se trata de alunos do Ensino Médio.
Este artigo surgiu do questionamento de como transformar uma aula de física para alunos
secundaristas numa atividade mais prazerosa, mais interativa e de fácil compreensão. Para
isso, elaboramos uma sequência didática, baseada nos princípios da Teoria da Aprendizagem
Significativa, para abordar o conteúdo de luz e cor. A sequência foi aplicada em uma turma do 2o. ano do ensino médio a partir de duas questões norteadoras que inquiriam os alunos sobre o porquê de enxergarmos os objetos e suas cores. O estudo foi conduzido na forma de uma pesquisa-ação e a análise envolveu dados qualitativos, coletados por meio de questionários com questões fechadas e abertas, e observações realizadas em de sala de aula. Os resultados indicam que houve uma apropriação significativa dos conteúdos de ensino por parte dos alunos e que também foram estimuladas habilidades que podem contribuir para o desenvolvimento do Pensamento de Ordem Superior, proposto por Mathew Lipman.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BECHTLUFFT, Josélia Margarida de Paiva. Luzes e cores: uma proposta pedagógica para o ensino de Física. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Física). Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federal de Juiz de Fora. 116f. 2020. Disponível em: <https://repositorio.ufjf.br/jspui/bitstream/ufjf/11957/1/joseliamargaridadepaivabechtlufft.pdf>. Acesso em: 8 set. 2021.

CARDONA, Maria João; UVA, Marta; PISCALHO, Isabel. O papel da filosofia para crianças no trabalho educativo em género e cidadania. In: DOMINGUEZ, Caroline (Org.). Pensamento Crítico na Educação: desafios atuais. Vila Real: UTAD, 2015, p. 251-258.

CURCIO, Ítalo Francisco. Cor luz-cor pigmento: a física e as artes. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) Programa de Pós-graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, SP, 252f. 2013. Disponível em: <http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2073/1/Italo%20Francisco%20Curcio.pdf>. Acesso em: 3 maio. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MEDEIROS, Katia Machado de; LIMA, Diego de Farias. A contribuição de Piaget e Vigotsky no desenvolvimento da aprendizagem. RevCombrale. Congresso Brasileiro sobre Letramento e dificuldades de aprendizagem. 2017, p. 1-8.

MOREIRA, Marco Antônio. Grandes desafios para o ensino da física na educação contemporânea. Revista do Professor Física, Brasília, v. 1, n. 1, 2017, p. 1-13.

SILVA FILHO, Olavo Leopoldino; FERREIRA, Marcello. Teorias da aprendizagem e da educação como referenciais em práticas de ensino: Ausubel e Lipman. Revista do Professor de Física, v. 2, n. 2, p. 104-125, 2018.

SILVA FILHO, Olavo Leopoldino da; FERREIRA, Marcello; POLITO, Antony Marco Mota; COELHO, André Luís Miranda de Barcelos. Normatividade e descritividade em referenciais teóricos na área de ensino de Física. Pesquisa e Debate em Educação, Juiz de Fora, v. 11, n. 1, p. 133, 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-21

Como Citar

BECHTLUFFT, J. M. de P.; MENEZES, P. H. D. ANÁLISE DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE LUZ E COR COM FOCO NO DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO DE ORDEM SUPERIOR. Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 96–107, 2021. DOI: 10.26512/rpf.v5i2.39874. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/39874. Acesso em: 8 dez. 2022.