Liga de humanização do parto e nascimento da Universidade de Brasília:

relato de experiência

Autores

  • Prince Vangeris Silva Fernandes de Lima Universidade de Brasília
  • Marianne Lourenço Soares Universidade de Brasília
  • Gabriela Durães Reis Fróes Universidade de Brasília
  • Jessica Rodrigues Machado Universidade de Brasília
  • Silvéria Maria dos Santos Universidade de Brasília
  • Elioenai Dornelles Alves Universidade de Brasília

Resumo

Trata-se de um relato de experiência sobre a criação e atuação da Liga de Humanização do Parto e Nascimento (LHPN) da Universidade de Brasília (UnB). Os dados do presente relato foram coletados no período compreendido entre o primeiro semestre de 2012 e o final do primeiro semestre de 2014 e se referem ao teor vital do estatuto da LHPN, as atividades desenvolvidas pela liga, com especial menção as redes sociais e relação da Liga com o Grupo de gestantes, paridas e casais grávidos do Hospital Universitário de Brasília. O objetivo da Liga é aprofundar os conhecimentos práticos e teóricos acerca da humanização do parto e Nascimento, bem como complementar a formação acadêmica por meio de atividades de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a formação de profissionais da saúde com foco nos direitos humanos das mulheres. Esta Liga possui como eixo norteador a humanização da assistência, o respeito às escolhas e direitos das mulheres durante o processo de gestar, parir e maternar, para o alcance da Maternidade Segura. Fundamenta-se nas práticas em saúde baseadas em evidências científicas e na multi/interdisciplinaridade. Atualmente, participam da Liga um total de 14 discentes, provenientes dos cursos de graduação em Enfermagem, Letras, Medicina e Serviço Social, no intuito de agregar conhecimentos e concepções de diferentes áreas de interesse, almejando não apenas profissionais de saúde humanizados, mas sim pessoas voltadas para promover Saúde, Cidadania e PAZ. Para tanto, torna-se necessário contribuir com a mudança do modelo de atenção à saúde da mulher e ao recém-nascido, com foco na melhoria da assistência ao parto e nascimento, na redução de cesarianas desnecessárias, no fortalecimento da Enfermagem no Distrito Federal e do trabalho em equipe, no modelo colaborativo. Os membros da Liga vislumbram que este orgão consiga despertar nos acadêmicos, profissionais e comunidade a necessidade de se buscar alternativas ao modelo tecnocrático, incorporando tecnologias leves baseadas em evidências científicas e na política de humanização dos serviços de saúde, como estratégias para o alcance da Maternidade Segura e da redução dos coeficientes de morbimortalidade materna e neonatal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Prince Vangeris Silva Fernandes de Lima, Universidade de Brasília

Enfermeiro egresso da UnB;Especialização em andamento em Direito Sanitário, Fundação Oswaldo Cruz, Brasília, Distrito Federal;Especialização em andamento em Cuidado Pré-natal, Universidade Federal de São Paulo.

Marianne Lourenço Soares, Universidade de Brasília

Discente do oitavo semestre do curso de Enfermagem, Departamento de Enfermagem, Faculdade de Ciências da Saúde, UnB. Presidente da Liga de Humanização do Parto e Nascimento (LHPN), UnB.

Gabriela Durães Reis Fróes, Universidade de Brasília

Discente do oitavo semestre do curso de Enfermagem, Departamento de Enfermagem, Faculdade de Ciências da Saúde, UnB. Vice-presidente da LHPN, UnB.

Jessica Rodrigues Machado, Universidade de Brasília

Discente do oitavo semestre do curso de Enfermagem, Departamento de Enfermagem, Faculdade de Ciências da Saúde, UnB. Membro da LHPN, UnB.

Silvéria Maria dos Santos, Universidade de Brasília

Enfermeira e parteira, Professora do Departamento de Enfermagem, UnB. Coordenadora da LHPN, UnB.

Elioenai Dornelles Alves, Universidade de Brasília

Professor Titular, Pesquisador Associado Sênior, Enfermagem, UnB.

Downloads

Como Citar

1.
Lima PVSF de, Soares ML, Fróes GDR, Machado JR, Santos SM dos, Alves ED. Liga de humanização do parto e nascimento da Universidade de Brasília:: relato de experiência. Rev. G&S [Internet]. 6º de outubro de 2015 [citado 12º de julho de 2024];6(3):Pág. 2783-2798. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/3260

Edição

Seção

Relatos de Experiências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>