Perfil das mulheres submetidas à curetagem uterina pós-abortamento em um hospital público

Autores

  • José Francisco Ribeiro UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI CAMPUS: FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS - FACIME
  • Luelma Savana Ribeiro Universidade Estadual do Piaui
  • Paulo Henrique Fortes Machado Universidade estadual do Piauí - UESPI
  • Thamyris Mendes Gomes Machado UESPI

Palavras-chave:

Epidemiologia, Saúde da Mulher, Obstetrícia

Resumo

RESUMO / Objetivo: Analisar o perfil sociodemográfico e clinico da mulher que realizou curetagem no pós-abortamento. Método: estudo de natureza observacional descritivo, com delineamento transversal e fundamentado na abordagem quantitativa, constituído de 22 mulheres que realizaram curetagem pós-abortamento. A coleta de dados foi realizada por questionário estruturado e os dados analisados através do programa estatístico Startistical Product Service Solucions (SPSS) - versão 20.0Resultados: Houve predomínio da faixa etária de 21 a 25 anos (31,8%), raça/cor parda (45,4%), estado civil estável (45,4%), ensino médio completo (72,8%), do lar (40,9%), até um salário mínimo (68,10%). Quanto ao estilo de vida: tabagistas (9,10%), etilistas (22,80%), praticavam atividade física (36,40%) e com hipertensão arterial (17%). Quanto à paridade obteve-se: primigestas (40,90%), primíparas (40,90%), um abortamento (90,90%), faixa etária da menarca foi de 8 a 11 anos (54,60%), não fizeram uso de métodos contraceptivos (63,60%), do tipo de abortamento prevaleceu o incompleto/inevitável (90,90%), da idade gestacional no momento do abortamento 9 a 12 semanas (40,90%), foi bastante representativo. Conclusão: O principal tipo de abortamento foi o incompleto/inevitável, ocorrido em jovens primigestas, primíparas, pardas, ensino médio completo e idade gestacional de aproximadamente de 9 a 12 semanas no período do abortamento. Descritores: Saúde da Mulher; Aborto; Dilatação; Curetagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Francisco Ribeiro, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI CAMPUS: FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS - FACIME

PROFESSOR MESTRE EM CIÊNCIAS E SAÚDE PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI.ENFERMEIRO OBSTÉTRA DA MATERNIDADE ESTADUAL DONA EVANGELINA ROSADOCENTE DA DISCIPLINA SAÚDE DA MULHER DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI-UESPI

Luelma Savana Ribeiro, Universidade Estadual do Piaui

Enfermeira egressa da Universidade Estadual do Piaui - UESPI

Paulo Henrique Fortes Machado, Universidade estadual do Piauí - UESPI

Enfermeiro egresso da UESPI

Thamyris Mendes Gomes Machado, UESPI

Enfermeira egressa da UESPI

Downloads

Como Citar

1.
Ribeiro JF, Ribeiro LS, Machado PHF, Machado TMG. Perfil das mulheres submetidas à curetagem uterina pós-abortamento em um hospital público. Rev. G&S [Internet]. 1º de junho de 2015 [citado 26º de maio de 2024];6(2):Pag. 1354-1366. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/2920

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>