Anúncios

Número Especial - Parentalidade e os desafios da contemporaneidade

2022-12-02

O presente dossiê tem como objetivo compilar trabalhos que reflitam sobre a temática da parentalidade face aos desafios contemporâneos, em uma perspectiva interdisciplinar. Parentalidade é um termo que começou a ser utilizado na literatura em meados da década de 1960, na França, para marcar a dimensão de processo e de construção que ocorre no exercício das funções paterna e materna. Com efeito, tornar-se pai ou mãe implica em mudanças impactantes na vida de um sujeito que podem consistir em oportunidade para a realização de um desejo pessoal somada à aquisição de novas e importantes competências passíveis de serem construídas na relação com um bebê, como também podem ser fonte de sofrimento psíquico. Em situações adversas, atípicas, tais como aquelas em que a criança, um dos pais ou ambos são portadores de distúrbios físicos ou mentais, ou quando estão expostos a outras condições que produzam desafios diante da incumbência de criar um filho, como separações, violência doméstica, mortes, pandemia etc., a construção e desempenho da parentalidade podem ser afetadas e prejudicadas. Por fim, é imprescindível considerar que as configurações das famílias contemporâneas são heterogêneas, podendo ser monoparentais, homoafetivas, matrimoniais ou reconstituídas, requerendo o enfrentamento dos novos desafios à parentalidade diante da moral social imposta.

Saiba mais sobre Número Especial - Parentalidade e os desafios da contemporaneidade

Edição Atual

v. 38 (2022)
Publicado: 2022-02-24

Estudos Empíricos

Revisão da Literatura

Relato de Experiência Profissional

Ver Todas as Edições

A revista Psicologia: Teoria e Pesquisa estará com as submissões suspensas no período entre 07/10/2019 e 09/12/2019, para a realização de ajustes em seu fluxo de tramitação. Agradecemos a compreensão.