FORMA JURÍDICA E DEPENDÊNCIA: APONTAMENTOS PARA UMA CRÍTICA MARXISTA AO DIREITO NA PERIFERIA DO CAPITALISMO

Autores

  • João Victor Nascimento UFPE

Palavras-chave:

Direito, Capitalismo, Dependência, Marxismo, Anticolonialismo

Resumo

O surgimento da teoria geral do direito não pode ser efetivamente compreendido fora do movimento real ao qual foi coetâneo, isto é, a emergência do sistema capitalista. Assim, o processo histórico de elaboração da forma jurídica como um complexo de abstrações que materializam o ocultamento da especificidade burguesa que preenche as determinações jurídicas de sentido material, será analisado com vistas à identificação das particularidades que a forma jurídica apresenta no contexto do capitalismo dependente latino-americano. O caráter abstrato das categorias basilares do direito concede-as uma aplicabilidade universal, articulada à reprodução ampliada do capital, na medida em que tais categorias, em verdade, expressam elementos objetivos da sociabilidade capitalista. Nesse sentido, busca-se verificar o que há de universal, bem como o que há de particular na expressão da forma jurídica na realidade dependente latino-americana, a partir do processo histórico de inserção do Brasil, enquanto país periférico formalmente independente, na totalidade capitalista. Nesse sentido, identifica-se que às determinantes específicas do capitalismo dependente, corresponde uma forma jurídica que também apresenta suas particularidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENJAMIN, Walter. Teses sobre o conceito de história. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultu- ra. 3a ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BUCK-MORSS, Susan. Hegel e o Haiti. 1a ed. São Paulo: n-1 edições, 2017. DUSSEL, Enrique. 1492: o encobrimento do outro: a origem do

“mito da modernidade”. 1a ed. Petrópolis: Vozes, 1993.

ENGELS, Friedrich; MARX, Karl. A ideologia alemã. 1a ed. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. Introdução ao Estudo do Di- reito. 6a ed. São Paulo: Atlas, 2011.

IMPÉRIO DO BRASIL [Constituição Política do Império do Brazil (1824)]. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/consti- tuicao/constituicao24.htm. Acesso em 20/03/2020.

KELSEN, Hans. Teoria pura do direito. 6a ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

LÊNIN, Vladimir Ilitch. O Estado e a Revolução. 1a ed. Campinas: FE/UNICAMP, 2011.

MARINI, Ruy Mauro. Dialéctica de la dependencia. In: MARTINS, Carlos Eduardo (org.). América Latina, dependência y globaliza- ción. 1a ed. Bogotá: CLACSO y Siglo del Hombres Editores, 2008.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2a ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

____________ O capital: crítica da economia política. Livro I: o processo de produção do capital. 2a ed. São Paulo: Boitempo, 2017.

MASCARO, Alysson. Filosofia do Direito. 5a ed. São Paulo: Atlas, 2016.

_______________ Introdução ao Estudo do Direito. 4a ed. São Paulo: Atlas, 2013.

MAZZEO, Antônio Carlos. O partido comunista na raiz da via colo- nial do desenvolvimento do capitalismo. In: MAZZEO, Antônio Car- los; LAGOA, Maria Izabel (org.). Corações vermelhos: os comunis- tas brasileiros no século XX. 1a. Ed. São Paulo: Cortez, 2003.

PACHUKANIS, Evguiéni B. Teoria geral do direito e marxismo. 1a ed. São Paulo: Boitempo, 2017.

PAZELLO, Ricardo Prestes. Direito insurgente: fundamentações marxistas desde a América Latina. Revista Direito e Práxis, Rio de Janeiro, vol. 3, n. 3, p. 1555-1597, set. 2018.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças: cientistas, ins- tituições e questão racial no Brasil – 1870/1930. 1a ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

WOLKMER, Antônio Carlos. História do direito no Brasil. 3a ed. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2002.

Publicado

2020-07-24

Como Citar

Nascimento, J. V. (2020). FORMA JURÍDICA E DEPENDÊNCIA: APONTAMENTOS PARA UMA CRÍTICA MARXISTA AO DIREITO NA PERIFERIA DO CAPITALISMO. Revista Dos Estudantes De Direito Da Universidade De Brasília, 1(17). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/redunb/article/view/30787