Rompendo Barreiras: A Experiência do Projeto de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar na Ceilândia.

Autores

  • Ela Wiecko V.de Castilho Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Mulheres. Violência doméstica. Assistência. Lei Maria da Penha.

Resumo

O artigo apresenta a experiência do Projeto de Extensão de Ação Contínua Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar, iniciado em 2007, no Núcleo de Extensão da Ceilândia. Após a identificação do Projeto são expostas suas premissas e/ou propostas: o compromisso com assessoria jurídica para emancipação e autonomia das mulheres; a violência doméstica e familiar contra as mulheres como violência de gênero estruturante da sociedade patriarcal; a prática pedagógica feminista, o atendimento interdisciplinar; a crítica a lógica punitiva e o aprendizado de habilidades. Por fim é trazido o ponto de vista de mulheres atendidas. Conclui-se que a experiência da extensão rompe as barreiras da educação elitista realizando uma prática pedagógica feminista.

Abstract: The article presents the experience of the Project of Extension of Continuous Action Attendance to the Women in Situation of Domestic and Familiar Violence, beginner in 2007, at the Center of Extension of Ceilândia. After the identification of the Project they are displayed its premises and/or proposals: the commitment with legal assessorship for
emancipation and autonomy of the women; family and domestic violence against women as gender violence of patriarchal society; the pedagogical feminist practice, the interdisciplinary attendance; the critic to the punitive logic and the learning of abilities. Finally the point of view is brought of attended women. The conclusion is that the experience of the extension breaches the barriers of the practical elitist education accomplishing a pedagogical practice. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ela Wiecko V.de Castilho, Universidade de Brasília

Professora doutora da Faculdade de Direito (FD/UnB), Procuradora Federal e coordenadora do Peac Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar na Ceilândia.

Referências

AGUIAR, Roberto A.R. Habilidades: ensino jurídico e contemporaneidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.
AMOR, Ana Rosa de Sousa; DINIZ, Gláucia R.S. A relação conjugal violenta no discurso de mulheres vítimas de violência.
Projeto de Iniciação Científica: UNB, 2010.
ANDRADE, Vera Regina Pereira de. Criminologia e feminismo: da mulher como vítima à mulher como sujeito da construção da cidadania. In: CAMPOS, Carmen Hein (org.). Criminologia e feminismo. Porto Alegre: Sulina, 1999.
CARVALHO, Daniel Pinheiro. Atendimento multidisciplinar nos delitos cometidos com violência doméstica e familiar contra a
mulher. Monografia de graduação. Faculdade de Direito: UNB, 2009, Profa. Orientadora Dra. Ela Wiecko V. de Castilho.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 48ª reimpressão. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.
LUSTOSA, Sarah Raquel Lima. Enfrentamento à violência doméstica contra a mulher: uma lição para a vida. Monografia
de graduação. Faculdade de Direito: UNB, 2009, Profa. Orientadora Dra. Alejandra Leonor Pascual.
SARDENBERG, Cecília Maria Bacellar. Pedagogias feministas: uma introdução. In: BANDEIRA, Lourdes; ALMEIDA, Tânia Mara C. de Almeida; MENEZES, Andrea Mesquita de (Orgs.). Violência contra as mulheres: a experiência de capacitação das DEAMSs da Região Centro-Oeste. Brasília: Agende, 2004.
SCHRAIBER, Lilia Blima; D’OLIVEIRA, Ana Flávia Pires Lucas; FALCÃO, Marcia Thereza Couto; Figueiredo, Wagner dos Santos. Violência dói e não é direito: a violência contra a mulher, a saúde e os direitos humanos. São Paulo:UNESP, 2005.
67
SOUSA JÚNIOR, José Geraldo de. A prática da assessoria jurídica na Faculdade de Direito da UNB. In: SOUSA JÚNIOR,
José Geraldo de; COSTA, Alexandre Bernardino; MAIA FILHO, Mamede Said (orgs.). A prática jurídica na UNB: reconhecer para emancipar. Brasília: Universidade de Brasília/Faculdade de Direito, 2007.
SOUZA, Mayra Cotta Cardozo de. Entre a proteção da mulher e a punição do agressor: a encruzilhada da Lei Maria da Penha. Monografia de conclusão de curso. Faculdade de Direito: UNB, 2009. Profª. Orientadora: Dra. Ela Wiecko V. de Castilho.

Downloads

Publicado

2011-12-21

Como Citar

CASTILHO, Ela Wiecko V.de. Rompendo Barreiras: A Experiência do Projeto de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar na Ceilândia. Participação, [S. l.], n. 18, 2011. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/22741. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos de desenvolvimento teórico

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.