Acervos do sexagenário Centro de Planejamento Oscar Niemeyer da Universidade de Brasília

Autores

  • Eduardo Oliveira Soares Universidade de Brasília, Centro de Planejamento

DOI:

https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n32.2023.26

Palavras-chave:

Acervo, Arte, Documentação, Edifício, Mobiliário, Universidade

Resumo

A nova capital do Brasil, Brasília, e a Universidade de Brasília (UnB), inauguradas em 1960 e 1962, respectivamente, são frutos da crença na capacidade cultural nacional e de vultoso investimento no desenvolvimento do país. Com o intuito de assessorar tecnicamente a administração da Universidade em relação aos assuntos atinentes ao planejamento físico, no mês seguinte a sua inauguração foi criado o Centro de Planejamento (Ceplan), tendo como primeiro coordenador Oscar Niemeyer. Esse centro assimilou o espírito da época da sua implantação, criando e reunindo relevantes produções que podem ser caracterizadas como diferentes acervos: seu edifício faz parte do acervo arquitetônico da UnB e conta com conta com obras de arte integradas; os espaços internos do prédio abrigam mobiliário original e maquetes de projetos relevantes; e a documentação acerca dos planos e projetos de infraestrutura em suas diversas escalas e especificidades registram uma longa trajetória. Este artigo apresenta os acervos do sexagenário Ceplan e os situam, em alguns aspectos, enquanto amostra de outros relevantes acervos da Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eduardo Oliveira Soares, Universidade de Brasília, Centro de Planejamento

É doutor pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília/UnB, na área de Teoria, História e Crítica. Possui mestrado em Arquitetura e Urbanismo (2013) e Especialização em Reabilitação Ambiental Sustentável Arquitetônica e Urbanística (2009) também pela UnB. É graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Pelotas/UFPEL (1995). Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: Brasília, narrativas, fotografias, memória e patrimônio. É coautor do Registro arquitetônico da Universidade de Brasília (2014) e do Acervo de Arte - Universidade de Brasília (2014). É servidor do quadro da Universidade de Brasília.

Referências

ALBERTO, Klaus Chaves. Formalizando o ensino superior na década de 1960: a cidade universitária da UnB e seu projeto urbanístico. Tese (Doutorado em Urbanismo). Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. “Raros e rotos, restos, rastros e rostos: os arquivos e documentos como condição de possibilidade do discurso historiográfico.” ArtCultura, jan.-jun. de 2013: pp. 7-28.

ALIAGA FUENTES, Maribel del Carmen. Os primeiros mestrandos da FAU-UnB: de um passado que não se construiu. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Brasília: FAU UnB, 2017.

ARQUIVO CENTRAL da UnB. O Arquivo Central. s.d. https://arquivocentral.unb.br/institucional/o-arquivo-central. Acesso em out. 2021.

ASSMANN, Aleida. Espaços da recordação: formas e transformações da memória cultural. Campinas: Unicamp, 2011.

CAMARGO, Ana Maria de Almeida. “Sobre o valor histórico dos documentos.” Arquivo Rio Claro, 2003: pp. 11-17.

CAVALCANTE, Neusa. CEPLAN: 50 anos em 5 tempos. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Brasília: FAU UnB, 2015.

CHAGAS, Mário de Souza. “Em busca do documento perdido: a problemática da construção teórica na área da documentação.” Cadernos de Socoimuseologia, 1994: pp. 29-47.

COSTA JÚNIOR, José Airton. Arquitetos-designers: o mobiliário moderno da Universidade de Brasília. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Brasília: FAU UnB, 2014.

COSTA, Lucio. “Relatório do Plano Piloto de Brasília.” Em Relatório do Plano Piloto de Brasília, por GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL, pp. 18-34. Brasília: GDF, 1991.

FERREIRA, Anelise Weingartner, SOARES, Eduardo Oliveira; SIMEÃO, Elmira Luiza Melo Soares; DAHER, Jeanina; VULCÃO, Maria Goretti Vieira; MACHADO, Reinaldo Guedes; OLIVEIRA, Renata Azambuja de; PUBLIESE, Vera. Acervo de Arte Universidade de Brasília. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2014.

FORTHMANN, Heinz (Direção). UnB: Primeira experiência em pré-moldado (17'25’’), 1970.

LEITÃO, Francisco das Chagas. Do risco à cidade: as plantas urbanísticas de Brasília, 1957-1964. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Brasília: FAU UnB, 2003.

MARI, Marcelo. “Produção de móveis na UnB: cadeiras de madeira e de couro.” Em Mobiliário moderno: das pequenas fábricas ao projeto da UnB. CALHEIROS, Alex; MARI, Marcelo; RUFINONI, Priscila Rossinetti, pp. 149-172. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2014.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. “A História, cativa da Memória?”. Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo, 1992: pp. 9-24.

NIEMEYER, Oscar. “Galpão para Serviços Gerais II.” Acrópole, jan. fev. de 1970: pp. 32-34.

NIEMEYER, Oscar. “Depoimento.” Módulo, jan. fev. de 1958: pp. 3-6.

NIEMEYER, Oscar. “Escritório do Ceplan.” Módulo, mar de 1963, 32 ed.: pp. 25-31.

NORA, Pierre. “Entre Memória e História: a problemática dos lugares.” Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História PUC/SP, dez. de 1993, 10. Ed. ed.: pp. 7-28.

PESSINA, Luiz Henrique Gomes. Aspectos Gerais da Pré-fabricação: estudo de cronograma de obra com pré-fabricados. Brasília: Universidade de Brasília, 1964.

RIBEIRO, Darcy. “Papel e função da Universidade de Brasília na luta pelo desenvolvimento.” Módulo, mar. de 1963: pp. 1-11.

RONCAGLIO, Cynthia. Manual de gestão de documentos de arquivo da Universidade de Brasília. Brasília: Cebraspe, 2015.

SCHLEE, Andrey Rosenthal. “A Praça Maior da UnB.” Thesis, 2018: pp. 164-187.

SCHLEE, Andrey Rosenthal, GARCIA, Cláudia da Conceição; SOARES, Eduardo Oliveira; TENORIO, Gabriela de Souza; NASCIMENTO, Márcio Luiz Couto do; VULCÃO, Maria Goretti Vieira; CHOAS, Mona Lisa Lobo de Souza. Registro Arquitetônico da Universidade de Brasília. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013.

SOARES, Eduardo Oliveira. “Planos e propostas institucionais da Universidade de Brasília sobre o uso e a ocupação do Campus Universitário Darcy Ribeiro.” Paranoá, 2018, 21 ed.

SOARES, Eduardo Oliveira. Tempos e territórios transluzidos: narrativas fotográficas instantâneas nas redes sociais sobre o Campus Universitário Darcy Ribeiro. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Brasília: FAU UnB, 2021.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Anuário Estatístico 2020. 2020. https://anuario-estatistico-unb-2020.netlify.app/geral.html#vagas-oferecidas-nos-processos-de-sele%C3%A7%C3%A3o-prim%C3%A1rios-da-unb-2019. Acesso em out. 2021.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Ato da Reitoria n. 1269/2009 de 27 de maio de 2009. 2009.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Plano Orientador da Universidade de Brasília. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1962.

Downloads

Publicado

2022-09-09

Como Citar

Oliveira Soares, E. (2022). Acervos do sexagenário Centro de Planejamento Oscar Niemeyer da Universidade de Brasília. Paranoá, (32), 1–20. https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n32.2023.26

Edição

Seção

Edição Temática: Arquivos e Acervos em Arquitetura e Urbanismo