O Museu Nacional da Escola de Florença (1929-1941)

Autores

  • Juri Meda Università degli Studi di Macerata
  • Lucia Paciaroni Università degli Studi di Macerata

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v8i16.25999

Palavras-chave:

História da educação. História da escola. Mu- seus Pedagógicos. Patrimônio histórico-educativo.

Resumo

A presente contribuição propõe-se a reconstruir a história do primeiro verdadeiro museu da escola italiana, o Museo Nazionale di Firenze  (Museu Nacional de Florença), fundado em 1937 por Giovanni Calò dentro do edifício que abrigou a Faculdade de Ciências Políticas e Sociais, na rua Laura, e, em 1941, foi transferido para o prestigiado Palácio Gerini, sede do Centro Didático Nacional. O museu teve uma criação conturbada. Seu primeiro núcleo, de fato, foi constituído pelo Museo Didattico Nazionale ( Museu Didático Nacional)  , fundado por Calò em 1929, com o objetivo de recolher o material recebido das escolas e instituições de ensino de todo o país e exibido, entre março e abril de 1925, nos pavilhões da grande Exposição Nacional Didática de Florença. A gênese deste museu é interessante, pois foi inspirada inicialmente no modelo do museu pedagógico do final do século XIX, caracterizado como um local para a coleta de material didático produzido em escolas de todos os níveis e como laboratório para a formação e a atualização dos professores, e posteriormente, transformou-se em um museu da escola. Seu objetivo era contar  a história da escola e das instituições educativas, desde os tempos antigos até a contemporaneidade. Continham  um centro de documentação e uma biblioteca especializada anexos, os quais herdam e  incrementam as funções de formação e atualização dos professores.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2019-10-30

Como Citar

Meda, J., & Paciaroni, L. (2019). O Museu Nacional da Escola de Florença (1929-1941). Museologia &Amp; Interdisciplinaridade, 8(16), 57–68. https://doi.org/10.26512/museologia.v8i16.25999

Edição

Seção

Dossiê Museus de Educação: histórias e perspectivas transnacionais