Educação contextualizada e seus impactos na melhoria da qualidade do ensino e enfrentamento à pobreza no Território do Sisal Baiano

Autores

  • Jurandir de Almeida Araújo
  • Ana Paula Mendes Duarte

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgencia.v5i1.28908

Resumo

O presente trabalho versa sobre os processos de educação contextualizada e seus impactos diretos frente à pobreza no Território do Sisal, na Bahia, a partir das contribuições e experiências das organizações sociais para a diminuição da pobreza, da garantia dos direitos de crianças e adolescentes, bem como o desenvolvimento local sustentável. Dessa forma, busca-se analisar como o trabalho do Movimento de Organização Comunitária (MOC), através da metodologia Conhecer, Analisar e Transformar a realidade do campo (CAT), incidem sobre as mudanças e se desdobram frente ao desenvolvimento local sustentável, assim como a situação de extrema pobreza na zona rural. A metodologia documental foi escolhida para traçar e compor o itinerário da pesquisa. Os resultados mostram que a contribuição do MOC foi salutar na mudança da paisagem socioeconômica e cultural de muitas pessoas, em particular de muitas crianças e adolescentes que vivem na zona rural, no Território do Sisal. 

Downloads

Publicado

24.12.2019

Como Citar

ARAÚJO, Jurandir de Almeida; DUARTE, Ana Paula Mendes. Educação contextualizada e seus impactos na melhoria da qualidade do ensino e enfrentamento à pobreza no Território do Sisal Baiano. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 5, n. 1, p. 143–167, 2019. DOI: 10.26512/insurgencia.v5i1.28908. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/28908. Acesso em: 27 maio. 2024.