A CONSTITUINTE DE 1987/1988 E OS MOVIMENTOS SINDICAIS:

DAS LUTAS SOCIAIS AO TEXTO POSITIVADO

Autores

  • Alice Maciel Domingues UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgencia.v5i2.28219

Resumo

O presente trabalho busca estudar a participação dos movimentos dos trabalhadores na Assembleia Nacional Constituinte de 1987/1988, no sentido de compreender o modo e a efetividade com que tal processo ocorreu, levando em consideração que a Constituição em questão ficou conhecida como a “cidadã”. Como perspectivas teóricas têm-se o entendimento do direito como reflexo das relações sociais de poder. Foram analisados os movimentos sindicais e suas centrais, especialmente os ligados ao “novo sindicalismo” durante o período da redemocratização, bem como sua influência na construção do texto constitucional, no que tange aos direitos dos trabalhadores, dentro do plenário. O artigo foi escrito a partir de revisão bibliográfica, entrevistas e leitura dos anais da constituinte.

Publicado

21.02.2020

Como Citar

MACIEL DOMINGUES, Alice. A CONSTITUINTE DE 1987/1988 E OS MOVIMENTOS SINDICAIS:: DAS LUTAS SOCIAIS AO TEXTO POSITIVADO. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 5, n. 2, p. 38–74, 2020. DOI: 10.26512/insurgencia.v5i2.28219. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/28219. Acesso em: 21 jul. 2024.