"O Culto da Razão como Fundamento da República" de Alain (Émile Chartier)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rfmc.v9i3.41746

Palavras-chave:

Alain. Émile Chartier. Razão. TraduXio.

Resumo

O texto aqui traduzido foi publicado originalmente na Revue de Métaphysique et de Morale, em janeiro de 1901. Trata-se de uma crônica de Alain, pseudônimo utilizado por Émile Chartier, no qual busca afirmar que a Razão seria o instrumento mais eficaz de uma dada ordem social. A Razão seria, portanto, o verdadeiro Deus e seria justo dizer que se deve um Culto à ela. A tradução foi realizada pelo do Grupo de Tradução do Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília, coordenado pelo Professor Philippe Lacour. O grupo se propõe a traduzir regularmente obras de filosofia ainda inéditas em língua portuguesa e disponibilizá-las em periódicos de acesso livre. O trabalho de tradução é produzido de maneira colaborativa através da plataforma digital TraduXio (https://traduxio.org/).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Philippe Lacour, Universidade de Brasília

Graduação em Filosofia pela Universidade de Paris-Sorbonne IV (1993), Especialização em Filosofia (1995), Mestrado em Filosofia pela Universidade de Paris-Sorbonne I (1997) e Doutorado em Filosofia pela Universidade de Provence Aix Marseille I (2006). Atualmente, é Professor Adjunto 1 na Universidade de Brasilia (Filosofia Geral e Epistemologia) e Diretor de Programa no College International de Philosophie (Paris), sobre a noção de "conhecimento clinico" (o saber das singularidades). Publicou livros sobre epistemologos Gilles-Gaston Granger ("La nostalgie de l'individuel"; Ed. Vrin, 2012) e Jean-Claude Passeron ("La raison au singulier", Presses de Nanterre, 2020). Sua experiência na área de filosofia volta-se, sobretudo, na perspectiva da razão prática (teoria normativa, epistemologia das ciências sociais, filosofia da linguagem), com ênfase na tradição hermenêutica, nas ciencias sociais e na filosofia francesa contemporânea (Ricoeur, Foucault). Tem também experiência na área da tecnologia de tradução assistida por computador, com um projeto de plataforma digital de tradução colaborativa de precisão (https://traduxio.org/)

Jade Oliveira Chaia, Universidade de Brasília

Mestranda pelo PPGDL-UCDB (2020/ ). Graduada em Filosofia pela Universidade de Brasília (2016/2021). Graduada em Direito pela Universidade Católica Dom Bosco (2010/2014).

Mariana Mendes Sbervelheri, Universidade de Brasília

Graduanda em Psicologia pela Universidade de Brasília. Graduada em Biologia pela Universidade Estadual de Campinas. Educadora Ambiental e Professora.

Michelly Alves Teixeira, Universidade de Brasília

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Filosofia, na linha Epistemologia, Lógica e Metafísica, pela Universidade de Brasília. Graduada no curso de bacharelado e licenciatura em Filosofia pela Universidade de Brasília (2014/2018). Desde os primeiros meses acompanhou atividades extra-curriculares e Grupos de Estudo com especialistas em diferentes linhas de pensamento nas áreas de História da Filosofia contemporânea, Filosofia Política e Estética. Participou, já no primeiro ano da graduação de evento nacional, apresentando comunicação em áreas de interesse. Desenvolveu, entre os anos de 2015 a 2018, Projeto de Iniciação Científica (PIBIC), sob orientação do Professor Dr. Gilberto Tedeia. Possui interesse pela Filosofia Moderna, Contemporânea e Ética e Filosofia Política.

Rogério Santos dos Prazeres, Universidade Federal de Goiás

Doutorando em Antropologia Social no Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Filosofia pela Universidade de Brasília (UnB); tenho Especialização em Ética e Filosofia Política pela Faculdade AVM-Integrada. E possuo graduação em Letras pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

Referências

CHARTIER, E. "Le culte de la raizon comme fondement de la Repúblique (conférence populaire)". Revue de Métaphysique et de Morale, vol. 9, no. 1, 1901, pp. 111-118. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/40892517.

Downloads

Publicado

2022-01-01

Como Citar

LACOUR, P.; OLIVEIRA CHAIA, J. .; MENDES SBERVELHERI, M.; ALVES TEIXEIRA, M.; SANTOS DOS PRAZERES, R. "O Culto da Razão como Fundamento da República" de Alain (Émile Chartier). Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 373–380, 2022. DOI: 10.26512/rfmc.v9i3.41746. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/41746. Acesso em: 3 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)