O fetiche da tecno-produtividade digital em Ken Loach

a uberização laboral no filme Você não estava aqui

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i37.33751

Palavras-chave:

Tecno-produtividade digital. Uberização. Ken Loach.

Resumo

Há muito a obra cinematográfica de Ken Loach tem sido reconhecida pela capacidade que possui de apresentar e problematizar conjunturas candentes oriundas das contraditórias relações entre o capital e o trabalho na contemporaneidade. Nesse sentido, seu mais recente filme, Você não estava aqui, de 2018, apresenta uma narrativa que coloca em evidência os problemas socioeconômicos oriundos dos processos de uberização do trabalho em curso. Perdas de laços jurídicos entre trabalho e capital, flexibilização e ampliação das jornadas laborais, fragmentação das classes trabalhadoras e reverberações da crise econômica em pleno núcleo familiar; todos esses fenômenos são trazidos à luz do espectador por meio de Ricky, Abbie e sua família, os quais representam os arquétipos loachianos do trabalhador intermitente em processo de teleassalariamento. Desse modo, este artigo procura traçar de modo crítico o atual cenário de uberização do trabalho em curso a partir da estética e narrativa loachianas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cíntia Medina, USP

Doutoranda em História Social pela Universidade de São Paulo. Pesquisadora e bolsista da Coordenação
de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com ênfase nos estudos sobre a história e os
impactos socioeconômicos do modo de produção capitalista contemporâneo sob a ótica da produção
cultural.

Adriano Parra

Mestre em Planejamento e Gestão do Território pela Universidade Federal do ABC, com ênfase nos
estudos sobre as relações entre a cultura material, o mundo do trabalho e suas manifestações no território.

Referências

ANTUNES, Ricardo. O caracol e sua concha. São Paulo: Boitempo, 2005.

_______. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviço na era digital. São Paulo: Boitempo, 2018.

_______. Riqueza e miséria do trabalho no Brasil IV: trabalho digital, autogestão e expropriação da vida : o mosaio da exploração. São Paulo: Boitempo, 2019.

BBC. Com pandemia, entregadores de app têm mais trabalho, menos renda e maior risco à saúde. BBC News Brasil, 2020. Disponivel em: <https://www.bbc.com/por tuguese/brasil-53258465>. Acesso em: Jul 2020.

BYWATERS, Paul. A política social britânica: o caso da política de saúde. Argumentum, Vitória, v. 3. n. 2, p. 211-230, Jul./Dez. 2011.

CARCANHOLO, Marcelo Dias. Crise econômica atual e seus impactos para a organização da classe trabalhadora. Aurora, Marília, p. 1-10, agosto 2010.

CROSS, Gary. A quest for time: the reduction of work in Britain and France, 1840-1940. Berkeley/Los Angeles/Londres: University of California Press, 1989.

FERNANDES, Luis. Desenvolvimento desigual e a geopolítica da crise mundial. In: BARROSO, Aloísio Sérgio; SOUZA, Renildo. A grande crise capitalista global 2007-2013: gênese, conexões e tendências. São Paulo: Anita Garibaldi; Fundação Maurício Gabrois, 2013. p. 189-207.

FONTES, Virgínia. Capitalismo em tempos de uberização: do emprego ao trabalho. Revista do NIEP - Marx e o Marxismo, Niterói, v. 5, n. 8, p. 45-67, jan/jun 2017.

GEORGIOU, Christakis. British capitalism and european unification, from Ottawa to the Brexit Referendum. Historical Materialism Journal, London, v. 25.1, p. 90-129, 2017.

GRANT, Nick. Keeping it real: the brutal art of Ken Loach. International Socialism: a quarterly review of socialism theory, London, v. 160, October 2018.

HUWS, Ursula. A construção de um cibertariado? Trabalho virtual num mundo real. In: ANTUNES, Ricardo; BRAGA, Ruy. Infoproletários: degradação real do trabalho virtual. São Paulo: Boitempo, 2009. p. 37-58.

JONES, Geoffrey. Great Britain: Big Business, management, and competitiveness in twentieth-century Britain. In: CHANDLER JR., Alfred; AMATORI, Franco; HIKINO, Takashi. Big business and the wealth of nations. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

KORESKY, Michael. I, Daniel Blake. Film Comment, New York, p. 88-89, nov/dec 2016.

LOACH, Ken; LAVERTY, Paul. Correcting historical lies: an interview with Ken Loach and Paul Laverty. Interviewer: David Archbald. Cinéaste, New York, v. 32, n. 2, p. 26-30, march 2007.

MALAGUTI, Manoel Luiz. Crítica à razão informal: a imaterialidade do salariado. São Paulo; Vitória: Boitempo; EDUFES, 2000.

MARINI, Ruy Mauro. Dialética da dependência. In: MARINI, Ruy Mauro; TRASPADINI, Roberta; STEDILE, João Pedro. Ruy Mauro Marini: vida e obra. 2ª. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2011. p. 131-172.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política : livro I : o processo de produção do capital. 2ª. ed. São Paulo: Boitempo, 2017.

O´CONNELL, Domenic. The collapse of Northern Rock: ten years on. BBC News, 2017. Disponivel em: <https://www.bbc.com/news/business-41229513>. Acesso em: Ago 2020.

QUEIROZ, Francisco Assis. A revolução microeletrônica: pioneirismos brasileiros e utopias tecnotrônicas. São Paulo: Annablume/FAPESP, 2007.

REUTERS. Amazon rolls out bigger UPS-, FedEx-style delivery trucks. Fox Business, 2020. Disponivel em: <https://www.foxbusiness.com/technology/amazon-bigger-delive ry-trucks>. Acesso em: july 2020.

ROSSO, Sadi Dal. Teoria do valor e trabalho produtivo no setor de serviços. Caderno CRH, Salvador, v. 27, n. 70, p. 75-89, jan/abr 2014.

_______. O ardil da flexibilidade: os trabalhadores e a teoria do valor. 1ª. ed. São Paulo: Boitempo, 2017.

UBER TECHNOLOGIES. Alugue um carro com a Localiza Hertz e ganhe créditos para usar na Uber. Uber Blog, 2018. Disponivel em: <https://www.uber.com/pt-BR/blog/pro mocao-uber-localiza/>. Acesso em: maio 2020.

VIEIRA PINTO, Álvaro. O conceito de tecnologia. Rio de Janeiro: Contraponto, v.I, 2005.

VOCÊ não estava aqui. Direção: Ken Loach. Produção: ”ŽRebecca O'Brien. [S.l.]: Sixteen Films. 2018. 1 DVD (102 min.).

Downloads

Publicado

2020-12-03

Como Citar

MEDINA, C.; PARRA, A. O fetiche da tecno-produtividade digital em Ken Loach: a uberização laboral no filme Você não estava aqui. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 37, 2020. DOI: 10.26512/emtempos.v1i37.33751. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/33751. Acesso em: 5 fev. 2023.