Identidade, cultura e representação

um reestudo histórico da “terra dos makuxi”

Autores

  • Vitor Hugo Burgardt

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i06.20174

Palavras-chave:

Identidade. Cultura. Representação. Índio. Demarcação.

Resumo

O presente texto, ao mesmo tempo em que aborda aspectos identitários, culturais e do representacional da sociedade roraimense, como parte de um estudo mais amplo em desenvolvimento no Curso de Doutorado em História Cultural da UnB, propõe uma reflexão sobre o repensar o conhecimento histórico a partir de estudos de comunidades indígenas, sugerindo como ponto de partida os métodos de história oral e a análise do discurso jornalístico, este, como importante vetor a ser considerado no estudo do representacional, imprescindível, portanto, para uma análise dos aspectos aqui abordados. Sugere, também, que este repensar o conhecimento histórico seja enriquecido por um melhor aproveitamento das fontes alternativas, tratadas neste artigo como pequenos relatos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Hugo Burgardt

Doutorando em "História Cultural" no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília.

Referências

ANDERSON, Benedict. Nação e Consciência Nacional. São Paulo, Ática, 1989.

BACKZO, Bronislaw. Imaginação Social. In: Enciclopédia Einaudi. Lisboa, Editora Portuguesa, Casa da Moeda, 1985.

BAINES, Stephen G. Migrações indígenas ”“ Movimentos populacionais indígenas e situação atual no âmbito do Pacto Amazônico e perspectivas. Seminário Migrações Forçadas, DSC/CSEM, NECLA/CEAM/UnB, CIMI, 15 mai. 01.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte, UFMG, 1998.

BRESCIANI, Maria Stella M. Cultura e história: uma aproximação possível. In: PAIVA, Márcia de & MOREIRA, Maria E. (Orgs), Cultura substantivo plural. Rio de Janeiro, Editora 34, 1996, p. 38.

CANCLINI, Nestor G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 2ª Ed. São Paulo, USP, 1998.

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. São Paulo, Paz e Terra, 1995.

CNBB. Comunicado Mensal. Fev 95.

COMUNIDADES indígenas da Região da Serra. Carta. Maloca Pedra Branca, 26 mai. 83.

CONSELHO Indígena do Território de Roraima. Terror em Roraima. Revista Missões Consolata. São Paulo, Instituto Missionário N.S. Consolata. pp. 20/21, jul/ago. 1988.

DIOCESE de Roraima, Ãndios de Roraima. Boa Vista, Centro de Informação Diocese de Roraima, 1989.

DOSSIER de estudo sobre a problemática indígena no Roraima ”“ Brasil, Voz de um povo sem voz. Lisboa, MADDIR, 1988.

ELIAS Norbert e SCOLSON John L., Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000.

MALDI, Denise. A teia da memória: proposta teórica para a construção de uma etnohistória. In: Cadernos de Antropologia 1, Fev/93. Cuiabá, Instituto de Ciências Humanas e Sociais ”“ UFMT, 1993.

MELLO, Maria T. F. Negrão de. Mobilização popular: um discurso. In: SWAIN, Tânia N. (Org) História no Plural. Brasília, UnB, 1994.

MOLANO, Alfredo. Selva adentro. Uma historia oral de la colonización Del Guaviare. Bogotá, El Áncora Editores, 1996.

MONTENEGRO, Antônio T. História Oral e Memória. A cultura popular revisitada. São Paulo, Editora Contexto, 1994.

ORLANDI, Eni P. Análise de Discurso. Campinas, Pontes, 2000.

PABLO SERGIO. Op. cit. p. 2. 28 Cf. FREGAPANI, Gélio. Amazônia 1996, Soberania ameaçada. Brasília, Thsaurus, 1995.

SAHR, Wolf-Dietrich. Formação de identidade e desenvolvimento cultural nas condições pós-modernas no Caribe Oriental. In: Actas latino americanas de Varsóvia, Tomo 15, Varsóvia, Universidade de Varsóvia, 1993.

SODRÉ, Muniz. Claros e escuros. Identidades, povo e mídia no Brasil, Petrópolis, Vozes, 1999.

THOMPSON, Paul. A voz do passado. História Oral. São Paulo, Paz e Terra, 1992.

Downloads

Publicado

2011-02-07

Como Citar

BURGARDT, V. H. Identidade, cultura e representação: um reestudo histórico da “terra dos makuxi”. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 06, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i06.20174. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/20174. Acesso em: 10 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos