IMAGINANDO O ANIMAL EM UM MUNDO INDUSTRIAL

Autores

  • Luísa Muccillo

DOI:

https://doi.org/10.26512/dasquestoes.v8i2.37665

Palavras-chave:

biossegurança, indústria da carne, cosmopolítica

Resumo

Este texto é resultado de uma apresentação no Coloquio Internacional Cosmopoliticas II, no dia 18 de novembro de 2020. Nele, procuro traçar alguns dos desafios que se colocam quando pensamos em “como levar os animais em conta?” a partir da proposição cosmopolítica. Penso especialmente nos animais criados em regime de confinamento, na medida em que essa pergunta está sendo feita por corporações da indústria da carne. Para seguir com essa preocupação, analiso como a biossegurança — enquanto dispositivo social, técnico e ideológico — tem atuado de maneira complexa e paradoxal nesses ambientes, interferindo nos processos de saúde e doença, multiplicando os desafios de viver e morrer em conjunto

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLANCHETTE, Alex. Porkopolis: American animality, standardized life, and the factory farm. Durham: Duke University Press, 2020.

GONÇALVES, Júlia. Pensar alianças: o desafio da proposição Cosmopolítica para uma economia de transição. In. DasQuestões, Vol.8, n.2, abril de 2021. p. 113-119.

PERROTA, Ana. Abate bovino e rede industrial: um estudo sobre a introdução e gestão racional e econômica das emoções dos animais. Revista Política & Sociedade, v. 15 n. 33 (2016), 68-65.

SEGATA, Jean. Covid-19, Biossegurança e antropologia. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, vol. 26, n. 57, p. 275-313, 2020.

SEGATA, Jean. BECK, Luiza; MUCCILLO, Luísa. A Covid-19 e o capitalismo na carne. Pelotas. Tessituras. v.8. n.1. p. 354-376. 2020

SILVA E SILVA, Fernando. Cuidar de los mundos venideros. In. DasQuestões, Vol.8, n.2, abril de 2021. p. 106-112.

WALLACE, Rob. Pandemia e Agronegócio: doenças infecciosas, capitalismo e ciência. Editora Elefante, São Paulo, 2020

Publicado

2021-04-25

Como Citar

MUCCILLO, Luísa. IMAGINANDO O ANIMAL EM UM MUNDO INDUSTRIAL. Das Questões, [S. l.], v. 8, n. 2, 2021. DOI: 10.26512/dasquestoes.v8i2.37665. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/dasquestoes/article/view/37665. Acesso em: 18 jul. 2024.