“A VERDADEIRA FILOSOFIA É REAPRENDER A VER O MUNDO” “PARA TRANSFORMÁ-LO”:

DIFERENÇA SEXUAL COMO UMA PRÁXIS FENOMENOLÓGICA DESCOLONIZADORA

Autores

  • Gigliola Mendes

DOI:

https://doi.org/10.26512/dasquestoes.v8i2.37659

Palavras-chave:

Fenomenologia, práxis, feminismo da diferença, plantas, descolonização

Resumo

Tomo de empréstimo propostas de futuro de Merleau-Ponty e Marx, para ensaiar uma aproximação entre a práxis da diferença sexual da Libreria dele donne di Milano e de Luce Irigaray e a metafísica da mistura de Emanuele Coccia, pensar caminhos éticos e políticos às crises sanitária e ambiental atuais e confabular maneiras de fazer nascer um mundo pós-pandêmico para todos os seres que partilham e produzem nosso planeta. Parto de epistemologias europeias, mas, como busco “voltar pra casa”, almejo descolonizar os sentidos e aguçar os ouvidos para efetivamente reaprender a ver o mundo a partir de cosmovisões indígenas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

COCCIA, Emanuele. A vida das plantas: uma metafísica da mistura. Florianópolis: Editora Cultura e Barbárie. 2018.

COCCIA, Emanuele. La vita delle piante. Metafisica della mescolanza; Riccardo Venturi, intervista con Emanuele Coccia, 2019. Disponível em www.doppiozero.com/materiali/la-vita-delle-piante-metafisica-della-mescolanza.

COCCIA, Emanuele. Pré-lançamento do livro Metamorfose e entrevista com Damiano Fedeli, 2020. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=YTo9OMqL6uQ

CALDERÓN FOURMONT., Malen A.. La vida como contagio y la inmunidad como frontera: reflexiones en torno a la permanencia y la vulnerabilidade. In. DasQuestões, Vol.8, n.2, abril de 2021.p. 139-147.

IRIGARAY, Luce; MARDER, Michael. Through vegetal being, New York: Columbia University Press, 2006.

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã yanomami. São Paulo: Companhia das letras, 2015.

MANCUSO, Stefano. Revolução das plantas: um novo modelo para o futuro. São Paulo: Ubu Editora, 2019.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. Rio de Janeiro: Vozes, 2019.

MAZOTTO, Giordana. Pandemia, lavoro e cambio di civiltà. Rivista Via Dogana 3, 2020. Disponível em: www.libreriadelledonne.it/puntodivista/pandemia-lavoro-e-cambio-di-civilta-giordana-masotto/

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

PAREDES, Julieta. Hilando fino: desde el feminismo comunitario. Mexico: Cooperativa elRebozo, 2013.

Downloads

Publicado

2021-04-25

Como Citar

MENDES, Gigliola. “A VERDADEIRA FILOSOFIA É REAPRENDER A VER O MUNDO” “PARA TRANSFORMÁ-LO”: : DIFERENÇA SEXUAL COMO UMA PRÁXIS FENOMENOLÓGICA DESCOLONIZADORA. Das Questões, [S. l.], v. 8, n. 2, 2021. DOI: 10.26512/dasquestoes.v8i2.37659. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/dasquestoes/article/view/37659. Acesso em: 20 jul. 2024.