Dossiê Interseccionalidade, documentação e violência: Mulheres Indígenas e Afrodescendentes das Américas

Organizadoras: Dolores Figueroa Romero e Natalia De Marinis

A partir de diferentes contextos, da Costa Atlântica da Nicarágua às províncias centrais do Canadá, esta edição especial analisa e documenta a violência extrema e estrutural que afeta a vida de mulheres indígenas e afrodescendentes. Vários dos ensaios abordam centralmente o feminicídio e sua relação com outras violências, a fim de contribuir para a compreensão do feminicídio e das ações em busca de justiça e de uma leitura interseccional. As posições políticas e analíticas que inspiram essas reflexões visam dialogar com a academia e o ativismo feminista anti-feminicídio a partir de uma perspectiva enraizada que prioriza a observação empírica e o conhecimento denso dos contextos. As autoras deste dossiê contribuem para a abertura de caminhos de entendimento que revelam cegueira, preconceito e visões universalistas sobre experiências de discriminação diferenciada, danos sociais e reivindicações de direitos a partir de racionalidades e experiências específicas.

DOI: https://doi.org/10.26512/abyayala.v4i1

Publicado: 2020-12-28

INTERSECCIONALIDADE, DOCUMENTAÇÃO E VIOLÊNCIAS

Rebecca Lemos Igreja, Maria Teresa Sierra Camacho, Talita Rampin, Fernando Antônio de Carvalho Dantas

05 a 06

DIÁLOGOS BINACIONAIS SOBRE OS DESAFIOS PARA DOCUMENTAR A (S) VIOLÊNCIA (S) CONTRA MULHERES INDÍGENAS NO MÉXICO E CANADÁ

Vivian Jimenez-Estrada, Norma Don Juan Pérez, Patricia Torres Sandoval , Dolores Figueroa Romero

30 a 61