Segurança no uso e compartilhamento de dados nas redes sociais por estudantes do ensino médio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rici.v14.n1.2021.29929

Palavras-chave:

Segurança da informação, Redes sociais, Competência em informação, Adolescentes, Estudo de usuários

Resumo

Resumo-As mídias digitais, em especial as redes sociais, transformaram a sociedade e a forma de se relacionar. Com esta percepção, esta pesquisa teve como objetivo levantar o conhecimento de estudantes do ensino médio acerca da segurança na internet. Como metodologia para coleta de dados foi utilizado um questionário eletrônico com 85 questões. Os 217 participantes da pesquisa são estudantes do ensino médio de uma escola privada do interior de São Paulo. Como resultado, constata-se que 98% dos estudantes utilizam alguma rede social; 71% dos estudantes afirmaram já ter recebido imagens de pessoas nuas ou fazendo sexo estas imagens foram acessadas principalmente através de redes sociais; O assunto com maior incidência de busca foi sobre “formas de ficar magro”; 71% dos estudantes consideram saber mais de internet que seus pais. A principal conclusão é que dada a constatação de que os adolescentes têm adotado um comportamento de risco no uso das redes sociais e não têm recebido a devida orientação a esse respeito, a escola tem um papel fundamental no preparo dos estudantes para lidar de forma segura com o universo informacional a que eles têm acesso cotidianamente, mas a própria escola também precisa se preparar para exercer este papel adequadamente.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Barbosa de Paulo, Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciência da Informação, Marília, SP, Brasil

Doutorando e mestre em Ciência da Informação (UNESP- Marília), bacharel em Biblioteconomia (UNESP- Marília), técnico em Magistério ( CEFAM-Marília), membro do grupo de estudo Comportamento e Competência informacionais (Unesp/Marília). 

Helen de Castro Silva Casarin, Universidade Estadual Paulista, Departamento de Ciência da Informação, Marília, SP, Brasil

Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1992), mestrado em Ensino na Educação Brasileira pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1996), doutorado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e Livre-Docência pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011). Atualmente é professor Associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. É bolsista Produtividade em Pesquisa CNPq e líder do grupo de pesquisa "Comportamento e competência informacionais". Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: comportamento informacional, competência informacional e biblioteca escolar .

Referências

ALVARENGA, Fabíola de Oliveira et al. A influência da linguagem escrita presente na internet, leitura e escrita dos adolescentes. Saberes Interdisciplinares, [S.l.], v. 10, n. 20, p. 69-84, maio 2019. ISSN 2675-2255. Disponível em: http://186.194.210.79:8090/revistas/index.php/SaberesInterdisciplinares/article/view/305. Acesso em: 12 nov. 2020.

BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. de M. (Org.) Ensino híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação. Porto Alegre: Penso, 2015. 270 p.

BESERRA, G. de L. et al. Atividade de vida “comunicar” e uso de redes sociais sob a perspectiva de adolescentes. Cogitare Enfermagem, [S.l.], v. 21, n. 1, jan. 2016. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/41677/27247. Acesso em: 8 mar. 2020. doi: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v21i4.41677

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 2 de fev. de 2020.

CAMARGO, F.; DAROS, T. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.

CARR, Caleb T.; HAYES, Rebecca A. Social media: Defining, developing, and divining. Atlantic journal of communication, v. 23, n. 1, p. 46-65, 2015.

CASARIN, Helen de C. S.; CERIGATTO, Mariana Pícaro. Articulação entre as competências informacional e midiática: uma nova alfabetização para a informação e a mídia. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., Marília, 2017.

CETIC.br. Pesquisa sobre o uso da internet por crianças e adolescentes no Brasil. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2018. Disponível em: https://cetic.br/arquivos/kidsonline/2017/criancas/. Acesso em: 25 de fev. 2020.

CETIC.br. Pesquisa sobre o uso da internet por crianças e adolescentes no Brasil: TIC kids on line Brasil. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2019. Disponível em: https://cetic.br/pt/publicacao/pesquisa-sobre-o-uso-da-internet-por-criancas-e-adolescentes-no-brasil-tic-kids-online-brasil-2018. Acesso em: 26 de fev. de 2020.

CICOGNA, J. I. R. ; HILLESHEIM, D. ; HALLAL, A. L. L. C. Mortalidade por suicídio de adolescentes no Brasil: tendência temporal de crescimento entre 2000 e 2015. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 68, n. 1, p. 1-7, Mar. 2019 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852019000100001&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 2 Mar. 2020.

CONFESSOR, F. I. C. Novas tecnologias: desafios e perspectivas na educação. Clube dos Autores, Brasil, 2011. Disponível em: https://www.construirnoticias.com.br/as-novas-tecnologias-na-escola-e-sua-relacao-com-a-aprendizagem/. Acesso em: 1 de fev. de 2020.

GOULART, Andrea Heloiza. Adolescência, internet e práticas informacionais. 2018. 203 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)””Universidade de Brasília, Brasília, 2018. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/32018. Acesso em: 20 jul. de 2020.

GOULART, A.H; KAFURE, I. Práticas informacionais de adolescentes na internet. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação. v. 12, n. 3, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.26512/rici.v12.n3.2019.20761. Acesso em: 20 jul. 2020.

HAYNES, D., ROBINSON, L. Defining user risk in social networking services. Aslib Journal of information management. v. 67, n. 1, p. 94-115, 2015. Disponível em: http://openaccess.city.ac.uk/6228/&gt. Acesso em: 14 nov. 2020.

KELES, Betul; MCCRAE, Niall; GREALISH, Annmarie. A systematic review: the influence of social media on depression, anxiety and psychological distress in adolescents International Journal of Adolescence and Youth, v. 25, n. 1, p. 79-93, 2020.

KIPPER, Daiany; SILVA, Cátia Grasiela da. Neologia e internet: um estudo sobre a interferência do internetês na escrita formal de uma adolescente. Simpósio Internacional de Educação à Distância. São Carlos, 2016. Disponível em: http://www.sied-enped2014.ead.ufscar.br/ojs/index.php/2016/article/view/1677/853. Acesso em: 14 nov. 2020.

KLAS, S. S.; GUERRA, V. M. L. As agruras do cyberbullying: memória e discurso. Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som Policromias, v. 1, n. 2, 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/118424. Acesso em: 27 jul. 2020.

LIVINGSTONE, S.; MASCHERONI, G.; MURRU, M.F. Social networking among European children: new findings on privacy, identity and connection. Hermès, n. 59. p. 89-98, 2011. Disponível em: http://eprints.lse.ac.uk/59302/1/Livingstone_etal_Social-networking-among-European-children_2011.pdf. Acesso em: 30 de jan. de 2020.

MATASSI, M.; BOCZKOWSKI, P. J. Redes sociales en Iberoamérica: artículo de revisión. El profesional de la información. v. 29, n. 1, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.3145/epi.2020.ene.04. Acesso em: 7 de mar. 2020.

MOREIRA, R. P. et al. Prevenção de crimes virtuais contra crianças e adolescentes. Interfaces-Revista de Extensão da UFMG, v. 7, n. 2, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistainterfaces/article/view/19104/16347. Acesso em: 20 jul. de 2020.

NAN DEN EIJNDEN, Regina, et al. The impact of heavy and disordered use of games and social media on adolescents’ psychological, social, and school functioning. Journal of Behavioral Addictions v. 7, n. 3, p. 697-706, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1556/2006.7.2018.65. Acesso em: 20 jul. 2020.

OTTO, F. et al. Perception of Privacy Risks in Using Social Networking Sites for Learning: a study of Uganda Christian University. In: VINCENTI, G.; BUCCIERO A.; Vaz de Carvalho, C. E-Learning, E-Education, and Online Training. eLEOT 2015. Lecture Notes of the Institute for Computer Sciences, Social Informatics and Telecommunications Engineering, v. 160, Springer, Cham. 2016. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-28883-3_23. Acesso em: 27 de jan. 2020.

PAULO, R. B. ; CASARIN, Helen de C. S. Uso seguro da informação: uma análise na base de dados SCOPUS. Palabra Clave (Argentina), v. 9, p. 1, 2020

RIBAS, Elisângela, et al. A influência da linguagem virtual na linguagem virtual na linguagem formal de adolescente. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 5, p. 1-13, 2007. Disponível em: http://www.cinted.ufrgs.br/ciclo9/artigos/8dElisangela.pdf

SANTOS, S. K. S. L.; KAFURE, I. Práticas informacionais de jovens e adultos: uma experiência com estudantes do Proeja. Ponto de Acesso, v. 13, n. 2, p. 256-272, 2019. DOI: 10.9771/rpa.v13i2.29711 Acesso em: 27 jul. 2020.

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, São Paulo. Referencial Curricular do Sistema SESI-SP de Ensino: Ensino Médio / SESI-SP ”“ Serviço Social da Indústria. São Paulo: SESI-SP Editora, 2020.

SFOGGIA, A.; KOWACS, C. Sexualidade e novas tecnologias. Revista Brasileira de Psicoterapia, v. 16, n. 2, p. 4-17, 2014. Disponível em: http://rbp.celg.org.br/detalhe_artigo.asp?id=150. Acesso em: 8 de mar. de 2020.

SILVA-JEREZ, N. S. Comportamento informacional cotidiano de adolescentes. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2016.

SILVA-JEREZ, Nelson Sebastian; CASARIN, H. C. S. Comportamento Informacional Cotidiano de adolescentes. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., Marília, 2017.

SOUSA, T. D. et al. O uso da internet: a superexposição das crianças nas redes sociais no Brasil. Revista Contribuciones a las Ciencias Sociales. 2016. Disponível em: http://www.eumed.net/rev/cccss/2016/03/internet.zip . Acesso em: 20 jul. 2020.

ZWART, M. et al. Teenagers, legal risks and social networking sites. Victoria, Australia: Monash University, 2011.

Downloads

Publicado

2021-01-16

Como Citar

Paulo, R. B. de, & Casarin, H. de C. S. (2021). Segurança no uso e compartilhamento de dados nas redes sociais por estudantes do ensino médio. Revista Ibero-Americana De Ciência Da Informação, 14(1), 91–113. https://doi.org/10.26512/rici.v14.n1.2021.29929

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.