O conceito de geração nas teorias sobre juventude

Main Article Content

Carles Feixa
Carmem Leccardi

Resumo

Desde Augusto Comte e Karl Mannheim (mas também desde José Ortega y Gasset e Antonio Gramsci), o conceito de geração tem sido um tema relevante nas ciências humanas e sociais. Como metáfora para a construção social do tempo, tem sido uma das categorias mais influentes não só no debate teórico, mas também no impacto público das pesquisas sobre juventude. Mesmo que o uso e abuso do conceito esteja enraizado no contexto europeu no período entre a Grande Guerra e a Segunda Guerra Mundial, tem sido relevante nos debates ideológicos e políticos de outras regiões. Este artigo representa uma tentativa de repensar o conceito de geração a partir de uma perspectiva histórica, destacando-se sua relevância para os debates contemporâneos sobre juventude.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Feixa, C., & Leccardi, C. (2011). O conceito de geração nas teorias sobre juventude. Sociedade E Estado, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/sociedade/article/view/5529
Seção
Dossiê
Biografia do Autor

Carles Feixa, Universidade de Lleida

Professor de antropologia da Universidade de Lleida, Espanha.

Carmem Leccardi, Universidade Milano-Bicocca

Professora de sociologia da cultura da Universidade Milano-Bicocca, Itália.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.