SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE CINEMÁTICA COM VÍDEO ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA TEORIA DE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Autores

  • Rafael Pinheiro dos Santos Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro
  • Wagner Franklin Balthazar Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
  • Jose Augusto Oliveira Huguenin Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.26512/rpf.v1i2.7072

Palavras-chave:

Vídeo análise;, Cinemática;, Aprendizagem significativa

Resumo

Neste trabalho apresentamos uma sequência didática para o ensino de cinemática no ensino médio explorando vídeo análise através do software Tracker. Para tanto realizamos a filmagem de seis movimentos diferentes (movimento retilíneo uniforme e acelerado, laçamento vertical, horizontal e oblíquo) produzidos por instrumentos do Laboratório Didático do curso de graduação em física (PASCO e CIDEPE) do Instituto NOME INSTITUIÇÃO através de equipamento de filmagem de alta resolução da TV Universitária NOME. A produção destes filmes possibilitou maior precisão na geração dos movimentos e qualidade na imagem, resultando em maior qualidade no processo de vídeo análise. A sequência foi produzida tendo como referencial teórico a Teoria de Aprendizagem Significativa. Os resultados da aplicação da sequência em um escola pública do Estado do Rio de Janeiro são discutidos levando-nos a acreditar que a sequência didática produzida seja potencialmente significativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rafael Pinheiro dos Santos, Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro

Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF - Polo 15 - UFF/IFRJ
27213-415 Volta Redonda - RJ, Brasil
Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro ”“ ISERJ/FAETEC
20270-003, Rio de Janeiro - RJ, Brasil

Wagner Franklin Balthazar, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, Campus Volta Redonda, 27215-350 Volta Redonda - RJ, Brasil.

 

Jose Augusto Oliveira Huguenin, Universidade Federal Fluminense

Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF - Polo 15 - UFF/IFRJ
27213-415 Volta Redonda - RJ, Brasil
Departamento de Física, Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federal Fluminense,
27213-415 Volta Redonda - RJ, Brasil

 



Referências

PIRES, M.A. e Veit, E.A., Tecnologias de Informação e Comunicação para ampliar e motivar o aprendizado de Física no Ensino Médio, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 28, n. 2, p. 241 - 248, 2006.

PEIXOTO, J. e ARAÚJO C.H.S., TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O DISCURSO PEDAGÓGICO ONTEMPORÂNEO, Educ. Soc., Campinas, v. 33, n. 118, p. 253-268, 2012.

ARANTES, A.R., MIRANDA, M.S., STUDART, N., Objetos de aprendizagem no ensino de física:usando simulações do PhET, Física na Escola, v. 11, n. 1, 2010.

DORNELES, P.F.T., ARAUJO. I.S., VEIT, E.A., Simulação e modelagem computacionais no auxílio à aprendizagem significativa de conceitos básicos de eletricidade: Parte I ”“ circuitos elétricos simples, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 28, n. 4, p. 487-496, 2006.

NORA, M.F., MAIDANA, L., SEVERINO, E., Barros, S., Senhora, G., Vanin, V.R. O laboratório virtual: Uma atividade baseada em experimentos para o ensino de mecânica, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 35, n. 4, 4503 2013.

Yamamoto, I., Barreth, V.B., Simulações de experiências como ferramenta de demonstração virtual em aulas de Teoria de Física, Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 23, n. 2, p.225, 2001.

FERNANDES, A.C.P., AULER, L.T.S., HUGUENIN, J.A.O., BALTHAZAR, W.F., Efeito Doppler com tablet e smartphone, Revista Brasileira de Ensino de Física, vol. 38, no 3, e3504 2016.

CAVALCANTE, M. A., PEÇANHA, R., TEIXEIRA, A. C. Ondas estacionárias em cordas e determinação da densidade linear de um fio, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 35, 2013.

WRASSE, A. C., ETCHEVERRY, L. P., MARRANGJELLO, G. F., ROCHA, F. S., Investigando o impulso em crash tests utilizando vídeo-analise, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 36, 2014.

G. F. Marranghello, F. S. Rocha, Investigando o impulso em crash tests utilizando vídeo-analise, Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 36, 2014.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (Ministério da Educação e Cultura, Brasília, 2000), pág. 81.

LARIUCCI, C. e NAPOLITANO, H. B., Alternativa para o ensino da cinemática ”“ Interação, Revista Faculdade de Educação, UFG, v. 26, 2001.

JESUS, V.L.B. e SASAKI, D.G.G., Experimento didático do lançamento horizontal de uma esfera:Um estudo por vídeo análise,Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 37, n. 1, 1507, 2015.

BEZERRA JR, A.G., OLIVEIRA, L.P., LENZ, J.A., SAAVEDRA, N., V[ideo análise com o software livre Tracker no laboratório didático de física: movimento parabólico e segunda Lei de Newton, Cad.Bras. Ens. Fís., v. 29, n. Especial 1: p. 469-490, 2012.

AUSUBEL, D.P., Educational psychology ”“ a cognitive view., Holt, Rinehart, USA 1968.

MOREIRA, M.A., Unidades de enseñanza potencialmente significativas - UEPS Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review 1(2), pp. 43-63, 2011.

MOREIRA, M.A., Aprendizagem significativa: a teoria e textos complementares, Livraria da Física, São Paulo, Brasil, 2012.

BARDIN, L., Análise de conteúdo Edições 70, Lisboa, 1995.

AUTOR 1, DISSERTACÃO DE MESTRADO, URL DO PRODUTO EDUCACIONAL

DIAS, M.A., AMORIM, H.S., BARROS, S.S., Produção de fotografias estroboscópicas sem lâmpada estroboscópica, Cad. Bras. Ens. Fís., v. 26, n. 3: p.492-513, 2009.

PEREIRA, M.V., BARROS, S.S., REZENDE FILHO, L.A.C., FAUTH, L.H.A., Demonstrações experimentais de física em formato audiovisual produzidas por alunos do ensino médio, Cad. Bras. Ens. Fís., v. 28, n. 3: p. 676-692, 2011.

Downloads

Publicado

2017-12-21

Como Citar

SANTOS, R. P. dos; BALTHAZAR, W. F.; HUGUENIN, J. A. O. SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE CINEMÁTICA COM VÍDEO ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA TEORIA DE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA. Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 54–67, 2017. DOI: 10.26512/rpf.v1i2.7072. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/7072. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos