Ligas acadêmicas e extensão universitária

contribuições na aprendizagem do estudante de enfermagem

Autores

  • Carlos Romualdo de Carvalho e Araujo Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Roberlandia Evangelista Lopes
  • Francisco Willian Melo de Sousa
  • Eliany Nazaré Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.26512/gs.v12i01.31997

Palavras-chave:

Educação em Enfermagem, Educação para a saúde, Estudantes de enfermagem, Pesquisa em enfermagem, Extensão comunitária.

Resumo

O estudo visa destacar as contribuições das ligas acadêmicas na extensão universitária. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa,-março a maio de 2017. Os dados foram coletados em três grupos focais (A, B e C) por meio de um roteiro norteador e analisados mediante a análise temática de Minayo. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da referida universidade obtendo o Parecer n° 1.345.575. Este estudo comprova que as ligas contribuem para o fortalecimento do ensino, da pesquisa e da extensão. Além disso, os achados demonstram que os discentes são movidos a participar das ligas pelo desejo de ter outras experiências no campo da Enfermagem, inserção precoce no território, qualificação do currículo, e reforço no ensino e aprendizagem. Também mostram que as ligas desenvolvem estratégias de ensino-aprendizagem, por exemplo: formação teórica ou ciclo teórico, construção e desenvolvimento de eventos científicos, dentre outros. Assim, as ligas acadêmicas são potencialidades para a transformação do cenário de práticas de saúde, mediadas por ações de ensino, pesquisa, extensão, assistência e transformação social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Santos JHS, Rocha BF, Passaglio KT. Extensão Universitária e Formação no Ensino Superior. Rev.Bras. Ext. Univer. 2016;7(1): 23-28. Disponível em: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RBEU/article/view/3087

Carneiro JA, Costa FM, Poswar FO. Liga acadêmica: instrumento de ensino, pesquisa e extensão universitária. Rev. Gestão & Saúde . 2015;6(1):667-79. Disponível em:: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5556101

Silva SA, Flores O. Ligas Acadêmicas no Processo de For¬mação dos Estudantes. Rev. Bras. Educ. Med. 2015;39(3):410-417. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-55022015000300410&script=sci_arttext

Botelho NM, Ferreira IG, Souza LEA. Ligas Acadêmicas de Medicina: Artigo de Revisão. Rev.Para. Med. 2013;7(4):85-88. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=712067&indexSearch=ID

Araújo CRC, Lopes RE, Oliveira AC, Silveira NC. Contribuição das Ligas Acadêmicas para o processo ensino aprendizagem na graduação em enfermagem. ReTEP. 2018;10(3):3-8. Disponível em: http://www.coren-ce.org.br/wp-content/uploads/2019/11/Contribui%C3%A7%C3%A3o-das-Ligas-Acad%C3%AAmicas-para-o-processo-ensino-aprendizagem-na-gradua%C3%A7%C3%A3o-em-enfermagem.pdf

Torres AR, Oliveira GM, Yamamoto FM, Lima MCP. Academic Leagues and medical education: contributions and challenges. Interface. 2008; 12(27):713-20. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832008000400003

Brasil. Ministério da Educação. Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 20 dez. 1996. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/70320/65.pdf

Cavalcante ASP, Vasconcelos MIO, Lira GV, Henriques RLM, Albuquerque INM, Maciel GF et al.As Ligas Acadêmicas na Área da Saúde: Lacunas do Conhecimento na Produção Científica Brasileira. Rev. Bras. Educ. Med. 2018;42(1):194 -204. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-55022018000100199&script=sci_arttext

Panobianco MS, Borges ML, Caetano EA, Sampaio BAL, Magalhães PAP, Moraes DC.A contribuição de uma liga acadêmica no ensino de graduação em enfermagem. Rev. Rene.2013; 14(1):169-178. Disponível em:: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/3351/2589

Brasil. Ministério da Saúde. Lei 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 25 de junho de 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm

Ferreira IG, Souza LE, Botelho NM. Ligas acadêmicas de medicina: perfil e contribuições para o ensino médico. Rev. Soc. Bras. Clin. Med. 2016;14(4):239-44. Disponível em:: http://www.sbcm.org.br/ojs3/index.php/rsbcm/article/view/221

Oliveira FLB, Almeida Júnior JJ. Extensão universitária: contribuições na formação de discentes de Enfermagem. Rev. Bras. Pesq. Saúde. 2015;17(1):19-24. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/rbps/article/view/12445

Minayo, MCS. O desafio do conhecimento - pesquisa qualitativa em saúde, 11ª ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

Backes, DS, Colomé, JS, Erdmann, RH, Lunardi, VL. Grupo focal como técnica de coleta e análise de dados em pesquisas qualitativas. O Mundo da Saúde. 2011;35(4):438-442. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/artigos/grupo_focal_como_tecnica_coleta_analise_dados_pesquisa_qualitativa.pdf

Freire P. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

Ribeiro MRF, Pontes VMA, Silva EA. A contribuição da extensão universitária na formação acadêmica: desafios e perspectivas. Rev. Conexão UEPG. 2017;13(1):52-65. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/conexao/article/view/9097#:~:text=Constatou%2Dse%20a%20import%C3%A2ncia%20de,vida%20dentro%20fora%20da%20Universidade.

Araújo CRC, Lopes RE, Dias MSA, Ximenes Neto FRG, Farias QLT, Cavalcante ASP. Contribuição das ligas acadêmicas para a formação em enfermagem.Rev. Enferm. em Foco. 2019;10(6):137-142. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2802

Freitas TPP, Paula CC, Zanon BP, Meirelles FSC, Weiller TH, Padoin SMM. Contribuições da extensão universitária na formação de acadêmicos de enfermagem. Rev. Enferm. UFSM [Internet]. 2016;6(3):307-316. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/19966

Moraes, SLD, Tamaki, R, Sobral, APV, Santiago Júnior, JF, Leão, RS, Silva, BG, et al. Impacto de uma experiência extensionista na formação universitária. Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac. 2016;16(1):39-44. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-52102016000100006

Downloads

Publicado

29-04-2021

Como Citar

1.
de Carvalho e Araujo CR, Evangelista Lopes R, Melo de Sousa FW, Nazaré Oliveira E. Ligas acadêmicas e extensão universitária: contribuições na aprendizagem do estudante de enfermagem. Rev. G&S [Internet]. 29º de abril de 2021 [citado 7º de dezembro de 2021];12(01):108-1. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/31997

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)