AS RACIONALIDADES E O DIREITO -

NOTAS SOBRE A GENEALOGIA DA RAZÃO COMUNICATIVA HABERMASIANA

Autores

  • Leonardo Moreira Figueira Universidade de Brasília - UnB

Palavras-chave:

razão pura; razão prática; razão instrumental; razão comunicativa.

Resumo

A reabilitação da razão prática pelo paradigma jurídico pós-positivista se traduz na proposição de novas arquiteturas para a relação teórica entre Direito e Moral e em um renovado status para a jurisprudência. No entanto, a "implosão da figura da razão prática" originalmente provocada pela Filosofia do Sujeito hegeliana alerta-nos para a necessidade de se acautelar quanto à oportunidade daquela reabilitação. Nesse sentido, revisitamos uma das mais profícuas teorias que pretendem dar conta da fundamentação da legitimidade jurídica: a razão comunicativa habermasiana. Preliminarmente à discussão, todavia, afigura-se conveniente recordar sucintamente os conceitos de razão pura, razão prática e razão instrumental, de forma a ter presentes as limitações dessas categorias. Em seguida, reconstruímos a genealogia da razão comunicativa, privilegiando a análise sobre a premissa fenomenológica husserliana do Lebenswelt. Concluímos, então, apresentando resumidamente as limitações da própria formulação teórica de Habermas, citando a ótica sistêmica de Luhmann.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ARAUJO, Luiz Bernardo Leite. “Uma questão de justiça: Habermas, Rawls e MacIntyre”, in: FELIPE, S. T. (Org.). Justiça como eqüidade: fundamentação e interlocuções polêmicas. Florianópolis, 1998: Insular, 209-230. Disponível em http://www.pgfil.uerj.br/pdf/publicacoes/araujo/HABERMAS_RAWLS_ MACINTYRE.pdf. Acessado em 20.3.2009.

BAPTISTA, Bárbara Gomes Lupetti. “O Risco do Dissenso segundo Jürgen Habermas”. 10 de fevereiro de 2006. Disponível em http://www.mundojuridico.adv.br/cgi-bin/upload/texto965.rtf. Acessado em 19.3.2009.

BARROSO, Luís Roberto. “Neoconstitucionalismo e constitucionalização do Direito (o triunfo tardio do Direito Constitucional no Brasil)”. In: Revista Eletrãnica sobre a Reforma do Estado. Salvador: Instituto Brasileiro de Direito Público. Revista n°9 março/abril/maio/2007.

CAVALIERI, Edebrande. Lebenswelt Husserliano e a Problemática Religiosa do Cotidiano. Revista Eletrãnica Correlatio n°5. Junho de 2004. ISSN 1677-2644. Disponível em http://www.metodista.br/ppc/correlatio/correla tio05/lebenswelt-husserliano-e-a-problematica-religiosa-do-cotidi ano/. Acessado em 31.3.2009.

DECAEN, Christopher A. Resenha "Nightingale, Andrea Wilson. Spectacles of Truth in Classical Greek Philosophy: Theoria in Its Cultural Context". The Review of Metaphysics. Catholic University of America. 23 de março de 2006.

DESCARTES, René. Les Méditations Métaphysiques. Digitalização da tradução francesa de 1647. Publicada na internet em 9.1.2006. Disponível em http://www.inlibroveritas.net/resultat_recherche.php?motcle=Les+M%E9ditations. Acessado em 1º.4.2009.

ELVETON, Roy. Verbete "Lebenswelt [Lifeworld]". The Literary Encyclopedia. 12 de abril de 2005. Disponível em http://www.litencyc.com/php/stopics.php?rec=true&UID=1539. Acessado em 31.3.2009.

GRANT, Colin B. Intersubjetividade: necessidade social ou impossibilidade cognitiva? Uma contribuição ao debate entreHabermas e Luhmann. Versão ampliada da palestra de encerramento da Semana de Filosofia, organizada pelo Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, apresentada em 28.11.1997. Revista Princípíos, Ano 4, nº 5, p. 5-28, 1997. Disponível em dialnet.unirioja.es/servlet/fichero_articulo?codigo=2564942&orden=0. Acessado em 8.6.2009.

HABERMAS, Jürgen. Agir Comunicativo e Razão Destranscendentalizada. Tradução e prefácio: Lucia Aragão. Rio de Janeiro: Ed. Tempo Brasileiro, 2002.

_________________. Direito e Democracia entre Facticidade e Validade.Vol. I. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Tempo Brasileiro, 2003.

_________________. The inclusion of the other. Studies in Political Theory. MIT Press, 1998.

_________________. Verdade e Justificação: ensaios filosóficos.Trad. Milton Camargo Mota. São Paulo, Ed. Loyola: 2004.

HORKHEIMER, Max. Eclipse of Reason. Continuum International Publishing Group, 2004.

HØYRUP, Jens. Human sciences: reappraising the humanities through history and philosophy. Suny Press, 2000. ISBN 0791446034.

HUSSERL, Edmund. “A Crise da Humanidade Europeia e a Filosofia”. Texto publicado in Husserl, Edmund, Crise e Renovação. A Crise da Humanidade Europeia e a Filosofia. Tradução e introdução: Pedro M. S. Alves. Centro de Filosofia - Universitas Olisiponensis, Phainomenon - Clássicos de Fenomenologia, Lisboa, 2006, pp. 119-152. Disponível em http://www.lusosofia.net/textos/husserl_edmund_crise_da_humanidade_europeia_filos ofia.pdf. Acessado em 31.3.2009.

KANT, Immanuel. Crítica da Razão Pura. Tradução: J. Rodrigues de Merege. Brasil Editora, 1958. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000016.pdf. Acessado em 23.3.2009.

---------------------------. Crítica da Razão Prática. Tradução e Prefácio: Afonso Bertagnoli. Digitalização da edição impressa de: Edições e Publicações Brasil Editora S.A. São Paulo: 1959. Disponível em http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/razaopratica.html. Acessado em 24.3.2009.

KELSEN, Hans. Teoria Pura do Direito. 7š ed. Trad. João Baptista Machado. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

KJAER, Poul. Systems in Context. On the outcome of the Habermas/Luhmann" debate. Revista Ancilla Iuris, 2006, p. 66-77. Frankfurt, 29 de setembro de 2006. Disponível em www.anci.ch/lib/exe/fetch.php?id=start&cache=cache&media=beitrag:ancilla2006_66_kjaer_systems.pdf. Acessado em 15.6.2009.

LEOPOLDO e SILVA, Franklin. Conhecimento e razão instrumental. Revista Psicologia USP, vol. 8, n° 1, São Paulo: 1997. ISSN 0103-6564. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext& pid=S0103-65641997000100002. Acessado em 7.5.2009.

MAIA NETO, José R. "As principais forças dos pirrãnicos" (La 131) e sua apropriação por Huet”. Revista online Kriterion. 2006, v. 47, n. 114, pp. 237-257. ISSN 0100-512X. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-512X2006000200004&script=sci_arttext&tlng=in. Acessado em 30.3.2009.

MILOVIC, Miroslav. Comunidade da Diferença. Rio de Janeiro: Ed. Unijuí, 2004.

MORA, José Ferrater. Dicionário de Filosofia. Tomo II. Ed. Loyola, 2001.

OFFREDI, Julio Cesar Figueiredo. Uma proposta de democracia segundo Habermas: uma contribuição para concepção e análise do Direito. Dissertação de Mestrado em Filosofia. Maio de 2007. PUC - Rio de Janeiro. Disponível em http://www.maxwell.lambda.ele.puc-rio.br/cgi-bin/PRG_0599.EXE/ 10808_4.PDF?NrOcoSis=35048&CdLinPrg=PT. Acessado em 18.3.2009.

OLIVEIRA, Nythamar. Tractatus ethico-politicus. Porto Alegre: Edipucrs, 1999. Disponível em http://www.geocities.com/nythamar/habermas2.html. Acessado em 31.3.2009.

OUTLAW, Lucius. “Lifeworlds, modernity and philosophical praxis” in Deutsch, Eliot (org.). Culture and modernity: East-West philosophic perspectives. Ensaios apresentados na Sexta Conferência Leste-Oeste de Filosofia, ocorrida em agosto de 1989 em Honolulu, Havaí. Honolulu: University of Hawaii Press, 1991.

SEIDEL, Roberto Henrique. “Teoria Crítica e Crítica Cultural: crítica acadêmica ou debate intelectual?”. Encontro Regional da ABRALIC, Universidade de São Paulo: 2007. Disponível em http://www.abralic. org.br/enc2007/anai/79/1023.pdf. Acessado em 14.5.2009.

SILVA, Sérgio Luís P. “Razão Instrumental e Razão Comunicativa: um ensaio sobre duas sociologias da racionalidade”. Cadernos de Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas n°18, maio de 2001. Disponível em http://www.cfh.ufsc.br/~dich/Texto%20do%20Caderno%2018.doc. Acessado em 18.3.2009.

SUBTIL SILVA, Sandro. “A Obsessão Científica ”“ Direito e Estado em Kelsen”. Revista da Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul. v. 24 n° 53. Porto Alegre, 2001. Disponível em http://www.pge.rs.gov.br/revist as/revista_pge_53.pdf. Acessado em 29/9/2009.

SOUZA, Jessé. Patologias da modernidade. Um diálogo entre Habermas e Weber. Annablume, 1997. ISBN 8585596716. Disponível em http://books.google.com.br/books?id=8XuJxGDJ8BYC&pg=PA101&dq=habermas+coloniza%C3%A7% C3%A3o. Acessado em 5.6.2009.

WEBER, Max. The Protestant Ethic and the Spirit of Capitalism. Versão digitalizada, pelo Programa de Estudos da Unidade da Virgínia em 2001, da edição traduzida por Talcott Parsons e Anthony Giddens e publicada em Boston: Unwin Hyman, 1930. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/mc000297.pdf. Acessado em 14.5.2009.

Downloads

Publicado

11-06-2012

Como Citar

FIGUEIRA, L. M. AS RACIONALIDADES E O DIREITO - : NOTAS SOBRE A GENEALOGIA DA RAZÃO COMUNICATIVA HABERMASIANA. Revista dos Estudantes de Direito da Universidade de Brasília, [S. l.], n. 9, p. 103–132, 2012. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/redunb/article/view/20327. Acesso em: 1 abr. 2023.

Edição

Seção

Trabalhos Acadêmicos